.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O electroencefalograma do...

. Fim de semana de Carnaval

. Fim de semana algarvio

. O fim de semana já era...

. A queimar os últimos cart...

. Quase fim de semana de no...

. Fim de semana alentejano

. Fim de semana fora de cas...

. Escapadinha de fim de sem...

. Bons momentos com o meu m...

.arquivos

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds

Segunda-feira, 26 de Maio de 2008

Festa de aniversário no Palácio de Queluz

FESTA NO PALÁCIO

 

No sábado o meu menino foi a uma festa de aniversário muito especial, que se realizou no Palácio de Queluz. A excitação era tanta que o JD acordou às 7 da manhã, pronto para ir para a festa... depois ainda dormeceu e quando era hora de acordar, queria dormir mais um bocadinho!!!!

 

Chegamos ao Palácio e fomos recebidos por uma Dama Antiga, que nos acompanhou em toda a nossa viagem. Os meninos entraram atrás dela, aos pares, e eu tive de ser o par do meu filho, pois ele não quis lá ficar sozinho (que chato!!!). Mas havia outras mamãs e papás, por isso não me importei nada.

 

Fomos andando pelo Palácio e iamos parando para admirar o que por lá havia e ouvir contar histórias reais.

Aqui está o meu menino sentado, muito atento ao que se contava.

 

Depois chegamos a uma sala onde apareceu outra Dama. Supostamente o aniversariante deveria vestir-se de Principe e uma menina de Princesa, mas como a menina que se devia mascarar roeu a corda, foi a mãe do menino que fez de Rainha-mãe! Haviam de ver a cara do meu filho, primeiro de espanto e depois super-divertido!!!! Ele achou o máximo ver a mãe do menino assim vestida....

Esta é a Dama de companhia da Rainha

 

Depois lá apareceu o Principe e o Mestre de Cerimónias, que o ensinava a contar num ábaco, a fazer vénias e a escrever com uma pena. O Dinis achou giro que se escrevesse com uma pena em vez de uma caneta ou um lápis.

 

E lá fomos andando, desta vez com 2 ou 3 anfitriões a tomar conta de nós. O Dinis começou a ficar um boacadinho cansado de tanta conversa e só perguntava onde estava o bolo....

 

Chegamos pois à sala do trono, onde ficamos todos em fila e aos pares, onde aprendemos a fazer uma vénia para o Principe e sua mãe.

Tinhamos de abrir alas para eles e deixa-los passar entre nós e fechar depois de eles passarem. Depois destes se sentarem nos tronos, fomos apresentados como Marqueses e Marquesas das zona onde moravamos. O Mestre perguntava onde moravam os meninos e perante a resposta destes, anunciava o Marquês e a Marquesa de determinado sitio.

Quando chegou a nossa vez e perguntaram ao Dinis onde ele morava, ele respondeu:

"Eu moro na minha casa..."

E ficamos o Marquês e a Marquesa da nossa casa!!!!

 

Depois os meninos santaram-se no chão e houve dança e oferta de uma prenda ao Principe, um pião!

Depois fomos para o jardim fazer jogos, mas nesse preciso momento, desatou a chover!!! Tivemos de vir para dentro e fomos para um sitio onde no chão havia um jogo de dados. Fez-se um jogo e depois o Principe e a sua mãe retiraram-se. Fomos então para uma sala onde finalmente o Dinis ficou descansado porque viu o tão ansiado bolo!!!!!

 

Para fazer passar o tempo até o aniversariante chegar, pediram aos meninos para contar anedotas, mas com 5/6 anos, eles só contavam histórias tontas. Vai dai, o meu filho, que é um animal de palco, perguntou-me se podia ir lá cantar uma canção. Por isso, quando perguntaram quem queria lá ir, foi o D. Dinis que avançou de mão no ar. Cantou o "Papagaio Loiro" e fez-se um silêncio para se ouvir a sua vozinha de bébé ainda.... Fiquei tão orgulhosa dele! E a estupida da máquina que escolheu essa altura para ficar sem pilhas.... Paci~encia, adorei na mesma.

 

E pronto, terminou com o cortar do bolo e a distribuição de prendas pelos convidados, que foi nada mais nada menos que um cachecol de Portugal, que o Dinis não larga nem por nada.

 

Sei que a descrição foi longa, mas acho que vocês queriam saber todos os pormenores, certo? E apesar de para crianças da idade do Dinis ainda ser algo um pouco cansativo, acho que ele gostou bastante e vai lembrar-se durante uns tempos desta festinha diferente.

 

DINIS DOENTE

 

E como não há bela sem senão, lá tenho o dinis doente de novo! A noite que passou dormimos ai umas 3 horas como deve ser. A tosse não o largava e apesar de lhe dar xarope, fazer aerossois e tudo o que podia, a noite foi muito complicada.

 

Como acordou bem disposto, foi para a escolinha. Pelo sim e pelo não, dei-lhe Ben-u-ron. A manhã correu bem mas às 16 horas tinha 38º e deram-lhe Ben-u-ron de novo. Por volta das 21h 30 tinha 38,1º e desta vez dei-lhe Brufen, mas já sei que me espera, mais uma noite em branco. E amanhã os dois de castigo em casa! Mas com este tempo que há a fazer? Socorro, quero ir para um país tropical!!!!

 

E EU????

 

Pois, e eu? Eu já não tenho perdas de sangue, assim como vieram, foram embora de repente. Por isso 4ª feira vou saber o veredicto da médica. Mas estou cansada. As anginas deitaram-me abaixo, os medicamentos deixam-me enjoada, não durmo como deve ser sei lá há quanto tempo, preocupo-me com o meu menino, tenho saudades da minha mãe e da ajuda que ela me poderia dar nestes momentos, nem que fosse só com a sua presença.

 

Por isso sinto-me em baixo, a todos os niveis, fisicamente e psicologicamente. O tempo também não ajuda, preciso de sol, de calor, para me animar. Preciso de passear, de apanhar ar, de estar na praia ou numa esplanada a beber sumo de laranja fresquinho ou a comer caracois.

 

Eu dou a volta por cima, dou sempre, sempre dei, a minha vida sempre foi muito, muito complicada e eu sempre sobrevivi, com algumas amolgadelas mas sou uma lutadora, sei que sou. Mas estou cansada, viver a vida a lutar e a tentar estar à tona da água custa muito e às vezes sinto-me muito sozinha, mesmo que esteja rodeada de gente por todos os lados.

 

Mas eu vou sobreviver, como sempre fiz, com um sorriso nos lábios....

 

 

 

 

publicado por era1xeu às 23:04

link do post | comentar | ver comentários (30) | favorito
Segunda-feira, 19 de Maio de 2008

Resumo do fim de semana

O nosso sábado foi passado por casa. resolvemos ir passear a um jardim depois do almoço mas o Dinis adormeceu quando iamos a caminho. Acabamos por regressar e só ir às compras ao fim do dia.

 

A noite de sábado para domingo foi terrivel, com o JD a tossir imenso e eu a dormir só 2 ou 3 horas. Dei-lhe tudo o que tinha em casa e que achei que podia acalmar a tosse, mas passei uma boa parte da noite sentada com ele ao colo, e assim sempre descansamos um bocadinho.

 

Não sei se apanhei frio, mas acordei com uma tremenda dor de garganta. fomoa almoçar a casa dos meus sogros e depois, por ser o Dia dos Museus, fomos até Sintra visitar o Palácio da Vila, cuja entrada era de graça. O Dinis adorou e nem protestou pela quantidade ingeme de escadas que teve de subir:

Ele gosta imenso e às tantas já era ele que dizia o que eram as salas temáticas: "Mamã, esta é a sala das sereias, esta é a dos barcos (porque eram os motivos pintados nos tectos)". também achou imensa piada à cozinha e aos quartos. E tirou esta foto tendo por fundo uma coisa que ele adora: um sino!

Ainda deu para ir ao Museu do Brinquedo mas lá ele não gostou tanto pois queria brincar com o que via, mas tudo estava atrás de vidros. De qualquer maneira acabou por ganhar um balão/espada e comer pipocas.

 

Nós compramos uns deliciosos travesseiros para o nosso lanche, mas a dor de garganta estava cada vez pior e vinha acompanhada de arrepios de frio. 38,5º era a minha tempertura quando cheguei a casa. Chamamos o médico e a doutora que veio era uma querida, disse logo que eu tinha a garganta toda cheia de pus e como eu lhe disse que andava a fazer anginas de repetição, quase todos os meses, ela mandou-me fazer um exame à garganta, para ver quem era o responsável por tais doenças e para me dar um antibiótico adequado para o combater de vez. Até porque me disse que esta situação podia causar problemas cardiacos... receitou-me um antibiótico e disse para lhe ligar assim que tivesse o resultado da análise, para ver se este era o adequado.

 

Esta manhã lá fui mas demora mais ou menos uma semana a saber o que se passa!!! pois, pois e eu ia andar uma semana com esta dor de garganta horrivel, que não me deixa comer nem beber, até o simples respirar me custa... Por isso comecei a tomar a medicação (com indicação da médica) e depois logo vejo se melhoro ou não. Mas que a garganta me doi horrores, ai isso doi!

 

Beijocas e boa semana, principalmente porque tem um dia a menos (ou 2, para os sortudos que tiram férias..)

 

 

publicado por era1xeu às 22:53

link do post | comentar | ver comentários (28) | favorito
Domingo, 27 de Abril de 2008

Viva o sol!!!!

Este fim de semana grande de sol e bom tempo soube-me mesmo bem! Depois de uma 5ª feira cheia de trabalho e uns dias cinzentos que não nos largavam, nada melhor para retemprar energias que um fim de semana prolongado cheio de sol. E claro, por causa disso nós não paramos..... Querem saber o que fizemos? Vejam só:

 

Na 6ª feira logo de manhã fomo visitar a casa  que estamos a construir e o JD quis logo ajudar a compor os mosaicos do chão da sala:

 

Depois fomos almoçar franguinhos bebés, como chama o meu filhote aos frangos tipo da Guia e depois fomos a um sitio ao qual o Dinis já pedia para ir à bastante tempo: o Palácio da Pena, em Sintra.

 

Farmos-nos de andar e uma boa parte do caminho ele teve de ir às cavalitas do pai

Mas valeu a pena o esforço porque ele adorou! Estava super-curioso para ver tudo o que estava nas salas do palácio e até empurrava as pessoas para chegar mais depressa. Queria muito saber e ver tudo o que era dos reis e das rainhas, que segundo ele não estavam porque tinham ido às compras...

Ficou a saber muitas coisas e tiramos fotos muito giras. O tempo estava perfeito para este tipo de passeio, pois o calor apertava mas debaixo das árvores do jardim ou dentro do palácio estava-se muito bem

Vejam só nós os 2 ao pé da bandeira nacional, de que ele tanto fala e canta, apesar de eu achar que ele nem sabe bem o que é...

Foi muito divertida a visita e eu recomendo a todos que a façam. O Dinis correu, saltou e trepou e até acabou por cair, pois o chão está gasto e escorregadiu do musgo, mas felizmente não se magoou muito.

 

Depois do lanche e de uma breve sesta no carro, fomos a casa de uns primos meus, onde jantamos e depois fomos passear num jandir que fica perto da casa deles até quase à uma da manhã e ninguém teve frio! Parecia uma noite de Verão e nem apetecia ir para casa.

 

Sábado foi dia de praia e apesar de já termos ido um pouco tarde, depois das 17 horas, o tempo estava fantástico e estivemos lá até quase às 8 da noite!

Não estava vento nenhum, o que é habitual no sitio onde fomos e eu e o JD até nos atrevemos a ir á água. Eu que não tinha levado fato de banho, por pensar em ficar na esplanada apenas, levei com uma onda em cima e fiquei toda molhada... Mas até isso foi divertido!

O Dinis adormeceu assim que tocou no banco do carro e acordou no restaurante onde tinhamos planeado comer uma bela caracolada, para acabar o dia em grande. O meu menino adora caracois, mas não gostou dos "caracolões" (fulgos caracoletas) porque o molho tinha mostarda e picava na lingua.

 

Domingo foi dia de almoço em casa do meus sogros e de um passeio ao parque infantil, onde houve muita brincadeira

Correria e rebolanço pela relva

Escorregadelas em série

E trepar aos muros e pedras (ele é de raça de cabrito ou macaco, adora subir a tudo o que vê)

Agora está a dormir a sesta, pudera, com um fim de semana tão intenso, o cansaço é mais que muito, mas tenho de o ir acordar senão não sei que em adormeçe logo à noite e amanhã é dia de trabalho.

 

Viva o sol e viva os passeios, sei que ainda não veio para ficar, mas ajudou a recuperar forças, lá isso ajudou! Boa semana (mais uma vez das curtas...)

publicado por era1xeu às 19:51

link do post | comentar | ver comentários (25) | favorito
Terça-feira, 8 de Abril de 2008

Os meus medos

Claro que ninguém gosta de estar doentes, a não ser os masoquistas, mas eu fico super-preocupada quando não me sinto bem e nem sei bem porquê. Quer dizer, sei que a dores de cabeça devem ter a ver com a sinusite, aliada a uma infecção na garganta mas eu começo logo a fazer filmes, alguns bons e outros muito maus.

 

Quando era criança, o meu maior medo era perder os meus pais. Nunca pensava na morte ou que tal me podesse acontecer, suponho que tinha a inocência da juventude. Depois fui crescendo, perdi o meu pai para a terrivel doença que é o cancro e depois a minha mãe, exactamente para a mesma doença. E claro que isso me preocupa. Sinto muitas vezes que tenho um alvo na testa, pois além dos meus pais, tenho outros familiares que morreram dessa doença, alguns infelizmente bem jovens. Tento não pensar muito no assunto, mas tenho de me precaver. É que agora tenho de pensar noutra pessoa que é o meu filho. Sei que se um dia lhe faltar, ele será criado e crescerá na mesma, mas desculpem a falsa modéstia, mas mãe é mãe e à coisas que só eu sei fazer da maneira que ele gosta. Só eu sei convence-lo a fazer certas coisas que não quer. Só eu sei como lhe dar os miminhos que ele gosta. Como aconchega-lo, como lhe dara a comida da forma certa, para que coma tudo e de tudo.... Por isso não lhe posso faltar, não por enquanto e só peço a Deus que me deixe criar o meu filho, que me ajude a orientá-lo até ele ser independente e saber fazer as coisas por ele próprio, sem ter de ser a mãe a calçar-lhe os sapatos por ter os pés trocados.

 

Por isso no próximo mês tenho uma consulta de prevenção no IPO de Lisboa. Eu não sabia mas a minha amiga Carina, que está quase a ser mamã da Rita, alertou-me para a existência destas consultas para pessoas consideradas de risco, ou seja, como eu. Mandei-lhes um mail a contar a minha história e passado algum tempo recebo um telefonema e já tenho a carta com a data da consulta. Sinto-me mais aliviada, sentia que tinha de fazer algo e isto faz-me sentir bem, pois nem médico de familia tenho, porque a que tinha reformou-se com 50 e poucos anos e nem olhou para trás, não quis saber dos doentes nem nada e ainda tratou mal a minha mãe, uns dias antes de ela saber a grave doença que tinha. Depois vos conto como correu.

 

Quanto ao meu mal estar e dores de cabeça estou melhor mas ainda não a 100%. Estou a tomar antibiótico, analgésicos e outras tralhas mas sinto melhor, só que até tenho medo de o dizer em voz alta. Passamos o fim de semana em casa mas como ontem me sentia melhor, fomos passear. E o meu menino divertiu-se imenso! Vejam só que fizemos:

passeou de triciclo

fez musica

correu, saltou e rebolou na relva

 

e andou de teleférico

 

Por fim fomos visitar uma tia minha, em casa da qual estavam as nossas máquinas fotográficas e que tanta falta nos faziam, pois estas fotos com telemóveis nunca ficam tão boas (pelo menos do meu, que é assim para o manhoso...)

 

PORTUGAL NO CORAÇÃO

E lá fui eu mais uma vez à televisão contar a minha história de vida e representar a associação da qual faço parte, a Associação Portuguesa de Fertilidade. Gostei da forma como o assunto foi tratado, com muita seriedade, o que nem sempre acontece. Gostei de rever amigas antigas, como a Filomena e conhecer novas, como a Cristina. Portaram-se as 2 fantásticamente bem e ainda ganhamos penteados e maquilhagens de estrelas de cinema!!!! Enfim mais uma experiência e obrigada pelos elogios que me fizeram entretanto, a sério, é algo sem importancia e que faço com todo o prazer para divulgar a nossa causa e para que se fale cada vez mais dela.

 

CONSULTA DO JOÃO DINIS

 

 Depois de mais uma experiência televisiva, lá fui eu a correr com o JD para o médico, para lhe mostrar as ditas análises. Estava um tempo péssimo e chegamos 1 hora atrasados! O quer vale é que ultimo menino ainda estava a ser atendido e depois lá entramos nós. Fique mais descansada em relação às análises, pois os valores que me preocupavam era por excesso, por isso estavam bons até demais, como disse o médico. Berraria total quando o coloquei na marquesa e quando viu que lhe iam mexer no nariz, ai meu Deus, foi demais! Mas saiu de lá todo orgulhoso por já te um metro de altura e dizia-o a toda a gente! Acho que não se livra é de ir ao ortopedista, pois as perns estão muito tortas, mas vamos incentivar o triciclo e o andar descalço (que ele não queria, nos dias em que o tempo esteve melhor, porque se podia constipar, dizia ele....). Tinha uma erupção na pele que já estava arranhada, por ser nas costas e ele chegar lá bem para se coçar. O médico deu-lhe um anti-histaminico para lhe aliviar a comichão e disse para ter cuidado com a alimentação nos próximos dias.

 

E prontos, de novidades já estamos terminados, obrigada por estarem ai desse lado e por lerem estes meus post's intermináveis!!!!!!

publicado por era1xeu às 00:21

link do post | comentar | ver comentários (29) | favorito

.links

.subscrever feeds

.posts recentes

. O electroencefalograma do...

. Fim de semana de Carnaval

. Fim de semana algarvio

. O fim de semana já era...

. A queimar os últimos cart...

. Quase fim de semana de no...

. Fim de semana alentejano

. Fim de semana fora de cas...

. Escapadinha de fim de sem...

. Bons momentos com o meu m...