.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis

.arquivos

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds

Terça-feira, 23 de Dezembro de 2008

Mais uma convulsão febril

Pois é, este ano tem sido péssimo para mim e não podia terminar sem que acontecesse mais uma complicação. Mas vamos por ordem...

 

Quase todos os dias temos tido festas, aniverários ou almoços de Natal e a semana que passou não escapou à regra.

 

6ª feira foi dia da festa de Natal na escola do Dinis, onde os pais não podia participar, por o espaço ser muito pequeno, com muita pena minha. Mas ele foi entusiasmado e o Pai Natal também andou por lá e deu-lhe esta prenda:

 

Por este andar, quando chegar o Natal, já tem as prendas todas abertas..... Mas adorou e eu também, já brincamos imenso com esta pista tão gira.

 

O resto da festa adivinha-se. Teve de ir de camisola vermelha e farenel especial, mas o que lá se passou talvez seja desvendado quando vi o video que filmaram e as fotos que tiraram.

 

Nesse mesmo dia tivemos festa de aniversário, da minha afilhada que fez 10 anos. Está tão crescida, a minha menina e muito bonita. Um nico de genta a um passo de ser mulher.

 

 

Sábado foi um dia sem nada de espcial para contar, algumas compras feitas e arrumações para preparar a casa para a mudança, que afinal vai ser só no próximo sábado.

 

Domingo foi dia de fazermos de Mãe e Pai Natal e fomo entragar prendas a um dos meus filhados. O Dinis ganhou mais umas prendas, que voltou a abrir, claro...

 

 

O Dinis andou muito molinho. Ele adora ir a casa do meu afilhado, mas andou sempre quixoso. Tinha tosse desde sábado à tarde e a noite tinha sido péssima, pelo que eu resolvi que ele não ia a uma festinha de aniversário de uma colega da escola (a 2ª a que não vai, por motivos variados, com muita pena minha...)

 

Quando chegamos a casa, por volta das 21h 30m, acheio quentinho e vi a febre. Tinha 38º. dei-lhe Brufen e Actifed para a tosse irritante que tinha. Pediu leitinho e ficou na minha cama a ver o circo que estava a dar na televisão.

 

Estava o leite quase no fim quando o vejo começar a tremer e a revirar os olhos! Lá vem mais uma convulsão.... Como tinha tido uma em Agosto, eu estava preparada e apliqui logo um relaxante muscular (Stesolide) que o deixou mais relaxado mas sem dar acordo de si e a balbuciar coisas sem sentido.

 

Fomos ao hospital e espero não ter apanhado uma multa, tal era a velocidade a que o meu marido ia. Entramos assim que lá chegamos e quando o coloquei na marquesa para a triagem, olhou para mim, sorriu e disse "Olá mamã". Fiquei logo mais descansada.

 

Fez xixi e cócó sem dar conta e ficou admirado por lhe terem posto uma fralda. Tinha 39,5º de febre. Ficou só com o body e a fralda para ver se a febre baixava e enquanto esperavamos na sala que o médico nos chamasse, esteve sempre acordado e a conversar connosco.

 

Quando fomos chamados adormeceu e caiu num sono profundo, não acordando por nada. A médica examinou-o e disse que era normal, após a convulsão e como reacção ao relaxante muscular, mas que tinha de ficar lá até acordar, para vermos como reagia.

 

Fez análises e mal acordou quando foi picado, ficando a dormir novamente logo a seguir. Ficou numa maca até às 2 horas da manhã e eu sentada numa cadeira junto dele. O tempo não passava e como ele não acordava, a médica resolveu que ia ficar num quartinho mas sossegado (o mesmo onde ficou em Agosto) para ver como evoluia a situação.

 

 

Ficou a soro e eu fiquei junto dele, numa cadeira reclinável, onde consegui descansar um bocadinho, uma hora talvez. Por volta das 5 da manhã acodou muito bem disposto. Mas a febre comecou a subir. O Ben-u-ron não fazia nada, só o Brufen e o arrefecimento com ele todo despido com compressas molhadas, fez a febre baixar. Ele adormeceu de novo por volta das 8 da manhã e eu aproveitei para ir à casa de banho, apanhar fresco e tomar o pequeno almoço.

 

Quando voltei já estava acordado, a conversar pacificamente com uma enfermeira. Uma médica veio ve-lo. Disse que ele podia ir embora, as análises estavam bem e a febre devia ser devido a uma virose que por ai andava e que dava febres muito altas (3 amigas minhas tiveram os filhos que essas viroses e as febres rondavam sempre os 40º). As recomendações do costume, Brufen, Ben-u-ron, vigia-lo por o mais complicado era se tivesse outra convulsão antes de fazer 24 sobre a 1ª, mas como era febril e ele já tinha tido em Agosto, não era muito preocupante, apesar de assuntador para os pais (nada que eu já não soubesse, quando ele teve a 1ª, li tudo o que havia para ler sobre convulsões

 

Fomo para casa. Quando ele chegou começou a queixar-se que tinha sono. Começou a tremer com frio. A febre subiu. Dei-lhe Brufen. Passou a tarde toda a dormir. E eu tão preocupada, pois ele é tão activo. Mas sabia-o cansado e sobre o efeito da medicação.

 

Apesar de saber isto tudo estava muito preocupada. Tive de lhe baixar a a febre com paninhos molhados e ele tremia por todo o lado e chorava que tinha frio. Tive de lhe cantar canções que lha cantava quando era bébé e que o acalmam muito.Fazer muitas festinhas e ficar de cara encostada à dele.

 

Nem imaginam o meu desepero... Sentia-me tão impotente perante os problemas do meu menino. Chorei por me sentir impotente para o ajudar, para lhe baixar a febre, para o fazer sentir melhor. Chorei por todas as vezes que tive de ir com ele ao hospital, que estive com o coração nas mãos, que me senti desperada por ver um ser tão fragil, que eu amo de paixão a sofrer...

 

Finalmente a febre baixou. Dormeu a noite toda sem roupa. Continuo a dar Ben-u-ron e Brufem de 4 em 4 horas para ver se não sobe de novo. A 1ª coisa que me disse quando acordou, ás 8 da manhã, foi: "Mãe, já me podes vestir uma roupinha, já não tenho febre...."

 

Vamos ver como corre o dia de hoje. Se a febre voltar vou de novo ao hospital, porque se calhar necessita mais do que a medicação que está a tomar. Mas rezo para que mais esta crise terrivel tenha passado. Porque estou sem forças. Porque estou cansada.

 

E depois de tudo isto resta-me desejar-vos um feliz e santo Natal, cheio de paz, amor, saude e claro, prendinhas no sapatinho

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por era1xeu às 11:54

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.links

.subscrever feeds

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis