.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis

.arquivos

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2008

Hoje sou bebé

Hoje, para variar, sou eu a bebé. Pois é, faz hoje 39 anos que sai da barriga da minha mãe. Foi por volta das 18 horas e após uma estadia de mais de 24 horas no hospital, sem que nada acontecesse. Finalmente alguém se lembro da minha mãe, provocaram o parto e lá nasci eu, da mesma maneira que o meu filho, ou seja, com a ajuda de ventosa.

 

 

Sempre gostei de fazer anos. De almoçar com os amigos ou fazer uma festinha lá em casa. Nunca deixava passar o dia em branco e se possivel fazia um grande chinfrim para todos me darem os parabéns e porque não, prendinhas também.

 

Mas desde que a minha mãe faleceu, a vontade de comemorar mais um ano de vida é pouca. Vou almoçar com os meus colegas e amigos. Vou receber felicitações, telenomemas, mail's e sms's a dar-me os parabéns. Vou ter bolo, velas e balões no meu emprego, com o meu filho junto de mim, a cantar a plenos pulmões o "parabéns a você" à sua mamã. E por tudo isto me sinto grata, feliz, por estar viva, por ter saude, por ter amigos, no fundo, por ser feliz.

 

Só que me falta algo. Falta ter junto de mim as pessoas que me deram a vida, que me tornaram na pessoa que eu sou, melhor ou pior, eles fizeram o seu melhor para que eu crescesse bem e feliz. E conseguiram, apesar de todas as dificuldades que passamos juntos.

 

Mãe, pai, neste dia em que comemoro a chegada a este mundo, graças a vocês, ao vosso amor um pelo outro, queria dizer-vos que sinto a vossa falta e que sem vocês nada será o mesmo. Nada será igual e existe sempre um vazio na minha vida, a vossa falta, a vossa presença amiga, o vosso sorriso e o vosso abraço amigo.

 

Sinto-me assim, feliz e triste. Bem e mal. Contente e infeliz. A vida é assim e o mundo não pára, por isso que este dia corra bem, que o sol brilhe (pelo menos no meu coração, em forma de filhote lindo) e já agora, que eu ande neste mundo por mais uns quantos anos, para ver o meu filho crescer.

 

E já agora, um beijinho especial às minhas amigas virtuais, às quais agradeço o carinho que me dedicam, com os vossos comentários sempre simpáticos no meu blog.

 

 

publicado por era1xeu às 00:00

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.links

.subscrever feeds

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis