.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis

.arquivos

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds

Quinta-feira, 9 de Agosto de 2007

Só os 2

É assim que estamos eu e o meu marido, só os 2 até amanhã ou até sábado.... O JD está melhor, felizmente, ainda tem um pouco de tosse e tem de tomar antibiótico até sábado mas já não tem febre desde 2ª feira e como tal, hoje foi para casa dos padrinhos e fica a dormir lá para amanhã. Nem sabem como isto me custa, é que eu sou uma mãe galinha e não gosto de ter o meu filho longe de mim nem um segundo. Claro que tem de ir para a escolinha, mas tirando isso tenho alguma dificuldade em estar sem ele. Ora se eu sempre quis muito ter filhos, se eu adoro estar com ele, a sua companhia e as suas malandrices, porque razão o vou deixar com outras pessoas? Tenho amigas minhas que dizem que eu preciso de tempo para estar também só com o meu marido, mas se querem que vos diga, não sinto essa necessidade. Nós os 3 somos um todo e é assim que funcionamos bem. Quando falta algum de nós, falta qualquer coisa na nossa vida. Mas se calhar tenho de lhe dar mais espaço, de o deixar voar mais, de não o apertar tanto junto a mim. Ele é super-hiper viciado na mãe, diz a palavra mãe umas duzentas vezes por dia, a mãe serve para tudo, para brincar, para mimar, para ajudar, para ralhar, para dar comida, para dar banho, para dar água, enfim, para tudo e mais alguma coisa. E eu gosto, gosto dessa dependência, faz-me sentir bem, faz-me sentir util, mas tenho medo que seja um pouco em demasia.

Eu e a minha mãe tinhamos uma relação desse género, muito forte e proxima, que ainda ganhou mais força quando o meu pai faleceu, tinha eu 19 anos. Tinhamos uma médica da caixa que achava que a nossa relação era um pouco doentia e achava sempre que eu devia ser menos dependente da minha mãe. Se calhar tinha razão, teria sofrido menos quando ela partiu, mas só isso mesmo, de resto sempre me senti bem dessa maneira. Depois de muito analisar, cheguei à conclusão que se calhar eram mesmo ciumes, ela não devia ser assim com os filhos e tinha pena. Ou era porque era mesmo invejosa!   :)
Por isso aproveitamos e fomos ao cinema ver este filme, que eu já tinha debaixo de olho desde que estreou.

 

Eu sou super fã dos Simpsons, desde que me lembro de eles começarem a passar na televisão e claro que estava em pulgas para os ver no grande ecrã. O meu marido não é assim grande apreciador, mas como é um querido, lá fomos nós à sessão da 17h 30m e tinhamos uma sala de cinema só para nós. O meu marido dizia que não podiamos trocar de lugar, porque não tinhamos ninguém para trocar connosco!!!!

 

Eu gostei, fartei-me de rir com os disparates da familia amarela e foi um fim de tarde divertido. Depois fomos jantar fora só os dois e o meu marido perguntava se eu me lembrava a ultima vez que tinha jantado sossegada. Claro que me lembro, foi à 3 meses, quando fui a um jantar de despedida do Presidente do Instituto onde trabalho. Tirando isso, é sempre passado a dar de comer ao piolho ou a andar a correr atrás dele para o convencer a comer ou ainda a leva-lo à casa de banho, pois é sempre nestas alturas que as necessidades fisiologias aparecem. Sabe bem, mas já tenho tantas mas tantas saudades dele! Falamos à uma meia hora e ele estava a chorar, com saudades da mamã e queria que eu o fosse adormecer... Que vontade de me meter no carro e ir lá busca-lo... Mas tenho de ter calma e deixa-lo lá ficar para amanhã, pois sei que está bem entregue. Agora a minha duvida era se o deixo lá para sábado ou se me meto no carro depois de sair do emprego e o vou buscar para o encher de beijos. Confesso que me dava jeito que ele lá ficasse, pela simples razão de que ia já fazer as malas para irmos de férias 4ª feira, porque não é fácil fazer as malas com ele por perto, sou eu a guardar as coisas e ele a tira-las da mala... Mas as saudades já são tantas agora, imagino amanhã.... Posso sempre fazer as malas quando ele dormir a sesta no fim de semana ou quando adormecer, depois das 11 horas da noite, que acham que devo fazer?????

 

Tenho uma hipotese de ir a Londes em Outubro, pela empresa onde trabalho e que financia uma viagem por ano. Como é mais barato e posso pagar em prestações suaves, estamos a pensar em talvez ir. Eu quero muito levar o meu meninos mas muitas pessoas dizem que o devo deixar, que assim não vou ver nada de jeito... Mas não me importo, vejo o que vir e se a minha vida correr bem, posso lá voltar de novo quando ele for mais velho, porque a coisa mais importante e que eu gosto de ver todos os dias, é mesmo ele.....  E vocês, levam sempre os vossos meninos em viagem ou deixam com alguém de confiança?

 

Para terminar, aqui fica uma foto dele, quando me estava a ajudar a apanhar a roupa do estendal e na qual ele resolveu que as molas da roupa tem outras utilidades que não seja segurar a roupa.... Dah, o meu filho é mesmo louco, sai à mãezinha dele!!!

publicado por era1xeu às 22:42

link do post | comentar | favorito
23 comentários:
De Claudia & Mada a 9 de Agosto de 2007 às 23:15
Ai as saudades são mais que muitas..
Olha qto a amanhã acho que o devias deixar com a madrinha, é só mais um dia, e se é cm tu dizes talvez lhe faça bem estar um pouquito "longe" da mãe.
Qto às férias em Londres acho que eu o levaria, as pessoas têm razão não verás as coisas da mesma maneira, olha eu acho, não sei, mas acho que levaria comigo, londres é perto, mas é diferente de estar na casa da madrinha, ainda são 2h30 de avião ; )) Qd for mais velhota e a Madalena já não quiser passar as férias com os pais terei mto tempo para estar sozinha com o pai ; )
Acho que tens de fazer o melhor para todos, ires e ficares lá preocupada e ansiosa acabas por ñão disfrutar nada. E se fores cm eu preocupaste sp mm que fique com as pessoas de mais confiança. Acho que são sentimentos normais, é o instinto.
Bjokinhas grandes e se já não falarmos umas boas férias
De maria gabriela nunes pereira antunes a 9 de Agosto de 2007 às 23:48
Que bom sou a primeira pois é eu tambem fui mãe galinha,mais com o meu filho derivada a diferenca de idades ,foi sempre muito protegido não lhe dava-mos espaço, Bruno não faças isto aquilo e o resultado não foi bom. Levou muito tempo adquerir a indepêndência ,a desenrascar-se ,porque estava habituado que a mãe ou a irmâ o ajuda-se .O concelho que lhe dou é de-lhe liberdade deixe-o ficar até sábado ele está bem,quanto ás viagens concordo que o leve ,já tem idade para apreciar,e gostar.Quero agradecer as palavras de conforto que deixou no blog da Matilde.Desejo-lhe boas férias descanse teve um ano muito atribulado enfim férias merecidas.As melhoras do João D. beijinhos e tudo de bom gabriela
De lena a 10 de Agosto de 2007 às 08:23
FOFINHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!
Tu és mesmo DEMAIS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
E o meu fofinho tambem..as molças ficam-lhe a matar..ehehheh!!!
Minha querida, tu és uma super mãe...amor de mae nunca é demais e ele tem tempo qdo crescer para se despegar..heheheh agora aproveita bem!!!
Quanto ás ferias...que bom que vais descansar que bem precisas...aproveita muito e relaxa!!
eu tambem vou uma semanita..ehehheh!!!
Milhoes de beijinhos carregadinhos de carinho e xi-coraçoes
De cristina a 10 de Agosto de 2007 às 10:10
Para mim, é muito complicado deixar a Leonor também. Embora ela fique sempre muito bem e nem chora com o JD. Fico sempre cheia de saudades...
Eu, por acaso, tinha mais ou menos combinado ir a Londres este ano, em Novembro ou Dezembro. Um fim de semana. Sei que me vai custar muito mas se calhar não levo a Leonor. Porque ela está sempre connosco, porque Londres vai ser conhecida a correr, porque precisamos de momentos nossos, também. Vamos ver...
Bjos e boas férias!

Cristina
De kikida a 10 de Agosto de 2007 às 10:23
lollll

que giro com as molas....

em relação a dependencia... é melhor ser assim do que nao ligar aos fuilhos!!!!

eu tb sou assim um pouco como tu...

jocas
De Patricia a 10 de Agosto de 2007 às 10:40
Minha querida um bom fim de semana....beijocas
Patricia
De Cris a 10 de Agosto de 2007 às 10:56
Escusado será dizer que te entendo muito bem :-)
A casa sem eles parece vazia e, sim, também sinto que os 3 somos um todo, se faltar 1 já não é a mesma coisa...
Não sei como irá ser um dia que a Rafaela queira ficar assim na casa de alguém, é normal, tenho sobrinhas que dormem em minha casa - porque há-de ser diferente com a minha filha? Mas que me vai custar, vai...
A partir do momento em que engravidamos, já não conseguimos mais viver sem eles... até das birras e das asneiras temos saudades...
Também vamos de férias na 4ª feira - IUPIII!
O JD está o máximo com as molas nas orelhas - danadinho :-)
Bom fim-de-semana.
Bjs.
De nadia a 10 de Agosto de 2007 às 12:53
ola vizinha... que foto ao gira essa do teu piolhito!ta mesmo fofo!em relaçao as tuas questoes acho que e normal seres tao agarrada a ele!acho que ate para ai aos 10anos somos assim mesmo com os nossos filhotes...depois dos 10anos eles tambem começam a ver que o que existe nao e so a familia e começam a arranjar amizades verdadeiras e duradoras!e depois ai sim e necessario liberta-lo um pouco e deixa-lo voar um bocado!e assim estes bocaditos e sempre bom para treinar...para alem de tambem precisar-mos de uns momentos so para nos e para tarmos com os nossos companheiros...tambem e necessario!agora estou no desemprego e ainda ontem recebi uma carta de la...antes de abrir a carta(pois nao tinha coragem) senti um aperto enorme no coraçao por nao saber o que seria...pensei, sera que ja vou ter que me separar da minha filha?chorei e la ganhei coragem para abrir a carta...afinal era so para la comparecer para dar os meus dados!enfim fiquei aliviada!eu sei que tem que ser mas custa bastante ter de deixar a minha filha!se for de viagem a algum lado de certeza que levaria a beatriz...nao e que nao tenha confiança nas outras pessoas mas coraçao de mae nao resiste!acho sinceramente que nao tens que te preocupar neste momento de o JD estar tao apegado a ti...ele tem tempo para se soltar e tu tambem tens um longo caminho a percorrer para te habituares que qualquer dia ele vai estar menos dependente de ti, e estes poucos dias longe dele e como se fosse os treinos!e saudavel, e a vida e mesmo assim!uma beijoka enorme e aproveita o resto do dia com o teu marido!
De Golfinho a 10 de Agosto de 2007 às 13:16
Olá minha querida! Aposto que sentes que a tua casa está completamente vazia sem o teu menino, não é? Imagino as saudades... Quando à ida para Londres, eu levava-o! Se não o levares não te vais divertir nada!!! Eu adoro Londres! Tenho tantas saudades de lá ir! Aproveita!!!! Beijocas muitoooooo grandes!
De Maganita a 10 de Agosto de 2007 às 13:31
Fazes perguntas para as quais eu ainda não te sei responder.
Contudo, acho que devemos levar a vida de uma forma que nos seja confortável, de acordo com os nossos desejos. Não deixes que a opinião dos outros condicione a tua forma de viver a vida.
Vive. Ama. Sê feliz!!!

Um grande beijinho

Comentar post

.links

.subscrever feeds

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis