.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis

.arquivos

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds

Segunda-feira, 16 de Julho de 2007

Hoje foi dia de análises mas....

... mas os resultados não foram os melhores. Quando liguei para a clinica, a enfermeira disse-me que eu tinha de reduzir a dose do Puregon, de 150 para 125 e tinha de fazer novamente análises e ecografia na proxima 4ª feira e não na 6ª feira, como estava planeado. Para quem não saiba, o Puregon serve para estimular os ovários a produzir mais óvulos, pois estes habitualmente só produzem um por mês, o que se torna insuficiente num tratamento deste tipo.

 

Por isso, a resposta do meu organismo só pode querer dizer uma coisa, que estou a fazer uma hiper-estimulação. Isso pode ser bom, se mesmo assim tiver foliculos com bom aspecto, para serem fecundados, ou pode ser mau e querer dizer que o tratamento está a correr mal e em ultimo caso, poderá até ser cancelado.....

 

Nunca esperei que tal me acontecesse, todos os tratamentos que fiz para ter o meu filhote, sempre correram bem, as doses mantiveram-se do principio até ao fim, e acho que me convenci de que iria ser sempre assim, independentemente do resultado final ser positivo ou não.  Será da idade? Mas o que eu pensei foi que seria mais dificil estimular uns ovários mais velhos, será que teve a ver com o facto de já ter tido um filho? Não sei e acho que não terei resposta para estas perguntas, mas vamos aguardar por 4ª feira, amanhã ainda ligo de novo para a clinica, para saber a hora da eco, pois parece que estava tudo cheio, deve ser da fase da lua que está agora.

 

Não me dava jeito nenhum antecipar o tratamento, pois no proximo fim de semana é a festarola da terra da minha mãe e eu e o meu marido já tinhamos tudo combinado para lá ir e ajudar também. Claro que se não formos é por uma boa causa, mas como vou explicar a toda a minha familia em peso porque não posso ir lá? É que eles não sabem o que estou de novo a fazer. Depois dos tratamentos realizados, quer corram bem ou mal, consigo falar deles sem problemas nenhuns, mas durante, não sei bem porquê, prefiro guardar isso para a minha intimidade e só nas ondas do meu blog, aqui na net, eu falo abertamente e sem problemas no assunto.

 

No domingo fui ao cemitério colocar ums flores na campa da minha mãe. Não vou lá tantas vezes como desejaria mas confesso que para mim é um sofrimento terrivel ir  ali e saber que por baixo de toda aquela terra, dentro de uma caixa, está o corpo em decomposição de uma das pessoas que mais amei na vida. Lamento ser morbida, mas é o que sinto. Fico sempre de rastos depois de lá ir mas aproveitei para perdir à minha mãezinha para me ajudar, se ela estiver em algum sitio onde tenha influencia, que me ajude a dar-lhe mais um neto. Ela é a unica a quem posso recorrer. Dos outros tratamentos que fiz para ter o meu filho, sempre rezei muito à Nossa Senhora, para me ajudar, mas desde que a minha mãe morreu, perdi toda a fé e ela e o meu pai são os meus unicos guias. É a eles que procuro forças para seguir em frente, até porque acho que este tratamento mexeu mesmo comigo, ando irritada, sem paciência, sinto desamparada, sozinha e só mesmo o meu filho me dá alento. Não gosto de me sentir assim, mesmo nada, mas por mais que tente, não consigo sentir-me mais animada. Como explicar esta sensação de solidão tão grande? Acho que não a consigo explicar, só mesmo sentindo.

 

Talvez tenha a ver com o facto de que, quando fiz os tratamentos anteriores, a minha mãe era sempre quem estava do meu lado, a apoiar-me, a dar-me força, a ajudar-me a nunca desistir. E agora, quem tenho? Com quem falo? Com quem desabafo? Com as minhas amigas? Eu sei que elas estão lá, mas nem sempre consigo chegar até ao pé delas, tem a sua vida, o seu mundo e eu não gosto de me intrometer, com os meus problemas, com estes meus disparates. O meu marido? Ele é um querido, mas nestas coisas acho que não me ajuda como gostaria. Porque eu acho que gostava que as pessoas adivinhassem o que sinto, mesmo sem abrir a boca, mas isso é só nos filmes, não é?

 

Mas eu sou assim, quem me conhece sabe que eu gosto de ouvir e ajudar os meus amigos e todos os que me procuram mas em relação a mim, falo, falo, falo mas não digo nada de concreto sobre mim. As pessoas sabem isso e respeitam mas às vezes gostava que elas não ligassem ao que eu digo e que só me dessem um abraço e me deixassem chorar um pouco ou dizer o que me vai na alma, mesmo que tudo não mais do que um montes de disparates.

 

Não vou ler esta mensagem de novo, nem para corriguir os possiveios erros, como sempre faço, pois se o fizesse, provavelmente ia apaga-la quase toda, por isso aqui deixo ficar o meu desabafo, o que vai dentro de mim, e acreditem, escreve-lo aqui faz-me sentir muito melhor. Mas não liguem muito, isto são de novos as hormonas a falarem, feitas loucas...

 

Darei noticias 4ª feira, me aguardem!

publicado por era1xeu às 23:30

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.links

.subscrever feeds

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis