.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. De volta à rotina habitua...

. Ainda o 2º filho...

. Há 4 anos atrás...

. Corte de cabelo

. Mais um corte de cabelo

.arquivos

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.Prémio que ganhei

.Contador

visitas

.Relógio

blogs SAPO

.subscrever feeds

.My Baby

Lilypie 5th Birthday Ticker

.Adopção

Lilypie Waiting to adopt Ticker
Terça-feira, 6 de Janeiro de 2009

De volta à rotina habitual

E foi isso que aconteceu ontem. Eu e o meu marido voltamos ao emprego e o JD voltou à escolinha. Depois de tantos dias em casa, quer por doença do Dinis, quer por feriados e pontes do natal e do Ano Novo, sem duvida que não é fácil voltar. Mas é bom sinal, quer dizer que temos saude e emprego.

 

De resto tudo tem decorrido nomalmente. No dia em que o Dinis fez 47 meses ganhou um corte de cabelo e um jantar fora, coisas que ele adora. E ficou assim com este ar fofinho (digo eu..)

 

 

De resto a vida continua igual à do ano passado, com muita energa da parte do meu filhote (Graças a Deus, é sinal de que está bem de saude...) e mil e uma perguntas sobre tudo e mais alguma coisa.

 

- Mãe, onde está o xi-xi antes de ir para a pilinha?

- Mãe, para onde vai a comida que eu como?

- Mãe, de onde vem a cera dos ouvidos?

 

- Mãe, como é que os bebés vão para a barriga das mamãs????

- O papá põe uma sementinha na barriga da mãe e depois fica lá um bebé que vai crescendo, crescendo e depois sai cá para fora ao fim de 9 meses (o tempo que esteve na barriga da mãe, ele já sabia...)

- E mãe, como é que o papá põs a sementinha na tua barriga??????

- Pois..... se calhar é melhor perguntares ao papá.... (e tento mudar de assunto)

 

Bem, se calhar devia ter explicado mais qualquer coisa. Ele até tem um livro (que era meu)em que fala desta hitória da sementinha, mas acho que ele não vai na conversa. Só que eu acho que ele ainda é muito novo para perceber as coisas como elas acontecem na realidade. O que acham? Que lhe devo contar? E como? Porque ele já voltou ao ataque, mas eu vou disfarçando... Acho que vou procurar um livro mais recente, em que se perceba  melhor como as coisas acontecem, mas nuna linguagem adequada para as crianças, que acham? Alguma sugestão de livros?

 

publicado por era1xeu às 22:03

link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito
|
Sexta-feira, 14 de Novembro de 2008

Ainda o 2º filho...

Eu digo sempre que não volto a falar no assunto, mas acabo sempre por vir aqui parar. Ainda não estou preparada a 100% para deixar este meu sonho para trás. Acho que isso vai acontecer quando eu entrar na menopausa, mas até lá, vou sempre pensando um bocadinho. E principalmente quando vem ou está para vir o periodo, altura em que imagino como seriam as coisas se o maldito não desse a cara. Imagino sempre que ele pode não aparecer, apesar de os sintomas estarem lá todos (dores de cabeça, má disposição, dores de barriga, etc). 

 

Depois do meu ultimo tratamento ter falhado (ter ido buscar 2 congeladitos que ainda tinha) fiquei deseperada e disse para mim própria que não havia mais nada a fazer, que tinha de me resignar a ter só um filho.

 

Falar é fácil, mas convencer-me disto não tem sido nada mas mesmo nada fácil. Claro que o tempo ajuda e já me sinto com um pouco mais de forças.

 

De tal modo que algumas companheiras de luta de infertilidade me deram dicas de médicos e hospitais onde aceitavam casais que tentavam ter 2ºs filhos, visto que o dinheiro anda curto para os meus lados. Eram longe, um bocado fora de mão, mas senti renascer a esperança. Não tinha tempo a perder e tinha de ser já!

 

Falei com o meu marido e para meu espanto, disse-me um redondo não. Então não era eu que tinha dito que não queria mais, que estava cansada? Ora ele também estava, de ter esperança, para depois serem castelos de areia, levados pela água do mar. Não me queria ver mais a sofrer, já tinhamos tido a nossa dose, tinhamos o nosso filho lindo e a adopção havia de chegar um dia.

 

Sei que ele tem razão, sei que sim. Ele é muito mais racional que eu, que penso com o coração bem mais do que com a cabeça. Por isso tratamentos nunca mais! Afinal um filho é um projecto a 2, um sonho tornado realidade para nós uma vez, se calhar não devo forçar a barra.

 

Como disse não está a ser fácil. Até porque para variar, estou rodeada de gravidas por todos os lados. Mas inferlizmente, e por coincidência, 2 pessoas muito queridas para mim e que estavam a viver a felicidade de irem ser mamãs pela 2ª vez, viram o seu sonho cair por terra.

 

Uma delas é a Sandra, mamã do Guilherme. Companheira de luta contra a infertilidade e agora amiga real e pessoal, com uma história muito parecia com a minha. Tem um filhote 15 dias mais novo que o meu e agora procura a menina. Fez um tratamento e teve um positivo. Infelizmente a gravidez não evoluir e parecia que estava complicado de resolver. Mas agora já está tudo a correr bem e o próximo passo para ela é ganhar forças para ir buscar os congeladitos que tem à espera dela. Força, amiga querida, não foi agora mas será a seguir, vamos acreditar.

 

Outro caso foi uma prima minha, que tem um menino de 6 anos e ficou gravida um pouco inesperadamente para toda a gente, mas que andava feliz da vida. O rastreio bioquimico do 2º trimestre tinha detectado qualquer coisa de estranho e teve de fazer amniossintese. Estava tudo bem e vinha ai outro menino. Mas quando foi fazer a ecografia morfológica das 22 semanas, foi detectada uma mal-formação grave no cerebro do bebé e ela teve de abortar. Fiquei em choque. Meu Deus, já era um dado adquirido, com aquele tempo, que o bebé ia nascer. Davamos sugestões para os nomes, já planeava o baptizado e a data do nascimento estava marcada para 19 de Dezembro, pois tinha de ser cesariana...

 

Ela diz que está bem mas no fundo deve ser bem dificil manter um rosto feliz para mostar a toda a gente. Nem que ouvir falar de ter mais filhos, mas a vida prega-nos muitas surpresas.

 

Estas histórias fazem-me pensar, será que é uma mensagem para mim? Não devo tentar ter um 2º filho???? Bem, mas esse assunto está resolvido, tentar não, apesar de não fazer nada para o evitar, um milagre bem podia acontecer. Mas comigo os milagres acontecem sempre aos outros, apesar de eu acreditar que o meu filho é mesmo um milagre e sem duvida que agradeço todos os dias por o ter na minha vida.

 

E já que falo nele, aqui ficam as fotos dele com o cabelo cortadinho, desde 3ª feira. Mais uma vez portou-se lindamente e digam lá se não ficou lindo????

 

(de frente)

 

(de perfil)

 

E já agora, parabéns ao blog querido, que completa hoje 2 anos de vida. Adoro cada palavra que aqui escrevo, pois são os meus sentimentos que aqui coloco. E adoro também todos os comentários que fazem aos meus post's, continuem a mimar-me assim, que eu gosto.

 

 

 

publicado por era1xeu às 00:00

link do post | comentar | ver comentários (39) | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Maio de 2008

Há 4 anos atrás...

... este seria um dos dias mais felizes da minha vida e eu ainda não o sabia. Seria o inicio da realização do maior sonho da minha vida, mas eu na altura ainda não tinha noção disso....

 

Há 4 anos atrás foi o dia da transferência de 3 embriões para a barriguinha da mamã, depois de mais um tratamento. Era mais um, era assim que eu pensava. Este já era o 5º que fazia, e apesar de ter tido exito num deles e ter perdido o bebé às 7 semanas, era mesmo isto que eu pensava, mais um tratamento para tentar alcançar o meu sonho. Claro que tinha esperança, temos sempre pois senão não faziamos nada. Mas era uma esperança comedida, depois de tantas tentativas anteriores. Era dia 12 de Maio, dia da Nossa Senhora de Fátima. Eu acredito no que acredito e rezo (ou rezava, infelizmente depois da minha mãe falecer de maneira tão estupida perdi a esperança e ainda não aencontrei...) e levei um terço no bolso das calças. Depois da transferência fui para casa da minha mãe e fiquei lá, deitada e sossegada e rezar e a pedir à Nossa Senhora que me ouvisse, ela que era mãe ia entender de certeza o meu pedido.

 

Não sei o que resultou, se foi de rezar, se foi da fé, se foi porque tinha de ser, mas a realidade é que este dia ficará para sempre ligado ao principio da realização de um sonho, que se tornou real ao fim de quase 8 anos, de muita luta e dificuldade. Ao fim e ao cabo, o sonho comanda a nossa vida e sem ele, nada faria sentido. Mas que o meu sonho é muito melhor como realidade, lá isso é!!!!

 

CORTE DE CABELO

 

Este fim de semana foi muito sossegado lá para os nossos lados, até porque o tempo não ajudava nada a passeios. Como tal e por o JD estar já com uma farta cabeleira, fomos dar-lhe um cortezito. Eu pensava em cortar desta vez um pouco mais, para não suar tanto, porque ele tem sempre o pescoço molhado, mas depois, e tendo em conta que o calor nunca mais chega, acabei por não cortar tanto como isso, ora vejam lá o que acham????

 

Fica fofo na mesma, não achas? Para a próxima vai ser uma carecada, mas para isso tem de brilhar o sol e haver calor, senão desisto da ideia!!!

 

A 1ª CADERNETA DO DINIS

 

Depois do corte de cabelo fomos às compras o hiper-mercado, pois estava a precisar de algumas coisas. Eu tenho um contrato com o JD, sempre que vai comigo às compras, pode comprar uma coisa, pode ser um chupa ou um livro ou um brinquedo, mas só uma coisa, nada de muito caro, claro, mas ele é que escolhe. Por onde passa vai deitando a mão ao que gosta e chegando à caixa tem de dicidir o que vai levar. E desta vez, entre o que tinha escolhido estava isto:

E esta caderneta foi a escolhida!!! não só por o meu menino ter gostado dela mas também porque aqui a mamã dele é super-fã deste tipo de coisas. Tive muitas, quando era criança, desde a Heidi ao Corpo umano, passado pelo Viki e pela Candy, Candy. Quem é do meu tempo sabe do que falo e para mim era viciante esse tipo de colecções, quando tinha umas moedas no bolso lá ia comprar uns cormos para ver se acabava a colecção.

 

Claro que a desvantagem são os cromos repetidos e nem sempre se acabar a colecção, mas não resisti e lá veio ela mais 38 saquetas de cromos. Claro que o JD ainda não percebeu a mecânica da colecção de cromos, mas fica feliz quando abre uma saqueta (sim, que eu estou a fazer render o peixe) e lá está um cromo não repetido....

 

Já agora, alguém tem comos do Ruca para a troca?????

 

publicado por era1xeu às 22:12

link do post | comentar | ver comentários (31) | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Março de 2008

Corte de cabelo

Tal como eu tinha previsto, este fim de semana foi quase todo passado no sossego do lar, para resguardar o JD e porque o tempo não estava para grandes aventuras com uma criança doente. Era um fim de semana que se previa cheio de actividade e afinal foi o tédio total. Enfim, outros virão mais animados.

No sábado saimos apenas para ir cortar o cabelo ao meu fofinho, pois a franja já estava tão grande que lhe tapava um bocado dos olhos. desta vez mudamos de sitio e fomos à minha cabeleireira. Afinal ele já é um menino crescido e porta-se muito bem nestas situações, como tal não vale a pena estar a dar 12,00€ só para ver o Ruca ou ter uma cadeira com bonecos e um volante. A principio ficou muito timido mas portou-se lindamente e fartava-se de rir a ver os cabelos a cair e empurrava-os para escorregarem na capa. O resultado foi este:

Agora chamo-lhe carequinha e ele acha muita piada. A senhora que lhe cortou o cabelo ficou encantada por ele ser tão doce e sossegadinho (pois, pois, de vez em quando é até é...) e ganhou um cliente, sem duvida.

No domingo o Dinis acordou a chorar, a dizer que lhe doia a perna e o pé. Passou a manhã toda muito, muito rabugento e só depois de ter dormido 2 horas de sesta ficou mais bem disposto. Confesso que estas dores de que ele se queixa nas pernas e agora nos pés, me começam a preocupar. Falei ao médico nela e perguntei se podiam ser dores de crescimento mas ele acha que ele ainda é muito pequeno para esse tipo de dores e não ligou muito, mas que ele se queixa, queixa mesmo e chora, por isso deve dore mesmo. Eu lembro-me de ser criança e de me doerem muito as pernas, mas não me lembro que idade tinha. Será dos ossos? Vamos esperar até setembro, para ver como evolui o problema das pernas tortas e mesmo que o médico diga que ele não precisa de ir a um ortopedista, eu vou insistir para falar neste problema. se forem de crescimento, não há nada a fazer, mas ele nem é muito alto, é de estatura normal em relação às outras crianças da sua idade.... Hoje voltou para a escolinha, ele já tinha saudades da professora e dos colegas e eu fico muito feliz com isso, é sinal que se sente bem lá e que é bem tratado.
PARA A MINHA COMADRE

 

Dizes muitas vezes que só sabes das novidades e noticias através do meu blog. Mas sabes, eu falo muito de mas mim digo muito pouco. Eu sou assim, escrevendo parece tudo tão fácil de sair cá para fora. A falar é mais dificil, não quero chatear as pessoas com os meus problemas, as minhas frustrações, ao fim e ao cabo parecem tão pequenas quando comparadas com problemas de saude, como aqueles pelos quais a tua mãe está a passar. E acredito que o caminho é dificil mas ela vai conseguir, tem uma filha fantástica e uma neta linda que dão significado ao seu viver. Por isso quando estou contigo só me apetece contar-te coisas boas, rir, brincar, falar sobre os nossos meninos e nada de tristezas de de coisas menos simpáticas. Porque eu te adoro, tu sabes que sim, que eu estou sempre aqui para ti quando precisares e que sei que tu também ai estás, és uma das poucas pessoas na minha vida que eu tenho acerteza abosluta que vai estar junto de mim nos bons e maus momentos, pois é o que sempre tens feito e a isso se chama Amizade com A grande!!!! Adoro-te, minha amiga linda!!!!

 

 

 



publicado por era1xeu às 22:48

link do post | comentar | ver comentários (25) | favorito
|
Domingo, 13 de Janeiro de 2008

Mais um corte de cabelo

Na 6ª feira e porque o JD já quase não via nada tal era o tamanho da franja a tapar-lhe os olhos, fomos cortar o cabelo. E lá fomos de novo ao Baetas & Companhia. E como é habitual ele portou-se muito, muito bem e gostei do corte. Mas acho que para a proxima vez vou mudar de sitio. Para quem lá vai tantas vezes, acho que merecia algo um pouco mais simpático do que aquele ar que as pessoas fazem quando nos veêm pela 1ª vez. Não sou pessoa de querer tapete vermelho nem fanfarra de musica, mas um olhar e um comentário mais simpático também não custava nada. Logo vejo quando ele precisar de novo corte, onde me apetece ir. Mas aqui fica o resultado:

Vendo bem, bem a foto, até está franja um pouco torta, mas eu acho-o um doce de qualquer maneira...

Olhem só a posse do meu modelo fotográfico! Qualquer dia tenho de o por a render...

 

Algumas saidas do Dinis que eu acho dignas de registo:

 

(ao fim de 500.000 mil perguntas...)

- Mãe, por que é que vamos por aqui?

- Porque sim!

- Porque sim não é resposta! (é o que eu lhe digo sempre que ele me responde a um pergunta com o irritante "porque sim".... bem feita, esta eu mereci!)

(ontem quando estavamos os 2 deitados para dormir e o papá nos veio dar um beijo de boa noite)

- Mamã, quando for mais velho, muito grande, muito grande, também quero ser papá!

(e eu também quero que o sejas, meu amor, já me estou a imaginar vóvó babadissima!!!)

(vamos na rua, o meu marido e um amigo a conversar um pouco mais à frente e eu e o JD um pouco mais atrás)

- Mamã, porque é que eu tenho de ir de mão dada contigo, já sou um menino crescido.

- Lá por seres um menino crescido não quer dizer que não possar ir de mão dada comigo. As pessoas crescidas que gostam umas das outras podem ir de mão dada, como o papá e a mamá fazem às vezes.

- E porque é que o papá não vai de não dada com o E. ? Eles não gostam um do outro?

(????????? Ok, e vocês, o que respondiam a esta pergunta????) 

publicado por era1xeu às 18:48

link do post | comentar | ver comentários (31) | favorito
|

.Nome baby

Wizard Animation

.A minha familia

Pyzam Family Sticker Toy
Get your own Family Sticker Maker & MySpace Layouts.

.links

.subscrever feeds

.posts recentes

. De volta à rotina habitua...

. Ainda o 2º filho...

. Há 4 anos atrás...

. Corte de cabelo

. Mais um corte de cabelo