.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis

.arquivos

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.Prémio que ganhei

.Contador

visitas

.Relógio

blogs SAPO

.subscrever feeds

.My Baby

Lilypie 5th Birthday Ticker

.Adopção

Lilypie Waiting to adopt Ticker
Segunda-feira, 3 de Novembro de 2008

Semana dedicada à infertilidade

Esta ultima semana foi dedicada à infertilidade, de muitas formas e maneiras. Quando fiz o ultimo tratamento, que não deu certo, pensei em afastar-me, mas não consegui. A infertilidade vai sempre fazer parte de mim, quer eu queira pensar no assunto ou não.

 

Na 4ª feira passada houve uma concentração com carrinhos de bebé vazios, à porta da Assembleia da Republica. E lá fui eu marcar presença.

 

 

Gostei de lá estar, de rever amigas que já não via à algum tempo, de conhecer pessoas que só conhecia virtualmente. Mas vim de lá um pouco desiludida. Então os nº falam em 500.000 casais com porblemas de infertilidade e estávam lá umas 20 pessoas? Eu sei que era um dia de semana, que era hora de trabalho (também não me foi fácil sair do emprego a meio da manhã) mas onde estavam as outras pessoas? A comunicação social estava lá em peso mas acreditam que tiveram dificuldade em falar com pessoas que tivessem problemas de infertilidade e ainda não tivessem filhos????

 

Eu já não vou beneficiar nada das beneces que se possam conseguir para quem sofre de infertilidade. Tenho 39 anos (idade limite para tratamentos no estado: 38) tenho um filho (ajudas para quem tenta o 2º filho: nenhumas) e o meu marido está cansado desta luta (isto fica para outro post...)  mas mesmo assim estava lá, ajudo em tudo o que posso, abdicando do meu tempo, do tempo que posso estar com o meu filho ou simplesmente a descansar para ajudar numa causa que sendo minha também, neste momento nem o é directamente. Então e onde estão as pessoas que realmente ali deviam estar???? Desculpem se ofendo alguém, mas sai de lá com vontade de não fazer mais nada para ajudar, o meu contributo já foi mais do que muito....

 

Mas isto são desabafos e na 6ª feira lá fui eu coordenar mais uma reunião do Grupo de Apoio da APF, com a minha querida amiga Sandra. Desta vez fomos menos do que o habitual mas não foi por isso que as coisas correram menos bem e a reunião só terminou muito perto da meia noite.

 

E hoje lá fui eu ao Rádio Club Português, para ser entrevistada. Foi em directo e levei o Dinis e o meu marido comigo. Foi uma experiência diferente, pois nunca tinha ido a uma rádio e foi engraçado ver como funcionavam as coisas pode dentro. Foi no programa "Janela Aberta" entre as 17h 30m e as 18 horas e contei com a optima companhia da Filomena, da APF e da sua filhota linda, a Leonor, que tem pouco mais de um ano de idade.

 

NOTICIAS DO DINIS

 

A noite de 6ª para sábado foi mais uma vez noite de hemorragia nasal. Quando cheguei a casa, vinda da reunião que falei anteriormente, o meu menino tinha adormecido na nossa cama e foi lá que ficou. Sabe tão bem te-los junto de nós, de vez em quando... Isto porque ele dorme muito mal e se fosse sempre, eu acho que não pregava olho a noite quase toda!

 

Por volta da 3 e meia da manhã acordei e senti cheio da sangue. Coloquei-lhe logo a mão no nariz e lá estava ele a perder sangue de novo. Foi a 2ª vez, desde que a veia foi laqueada no hopital, também pela 2ª vez. Nem sei que fazer, já fui a otorrinos e eles não ligam nenhuma. A alergologista também não liga nem o pediatra. Pelo que me faz pensar que é inofencivo, desde que não seja muito frequente, mas que é assustador ve-lo cheio de sangue, as roupa da cama, a fronha e a almofada, o pijama dele, o meu pijama, quilos de Dodot's e tudo o que esteja à volta, lá isso é...

 

O resto do fim de semana foi calmo. No sábado visitamos uma prima e amiga que foi operada e teve de retirar um peito. Correu tudo bem, felizmente, mas é algo que deixa qualquer pessoa a pensar 2 vezes na fragilidade da vida. Passamos lá a tarde, com o Dinis a brincar com o meu afilhado de 12 anos e jantamos em casa da minha tia, irmã da minha mãe, que é um amor.

 

Domingo foi dia de ir ao cemitério. Já lá não ia à algum tempo, pois é algo que me custa muito e me deixa de rastos durante algum tempo. Vou pois sei que a minha mãe gostaria que eu o fizesse. Só por isso.

 

O Dinis ia todo contente com as flores que ia por à avó Ju e até lhe escreveu umas mensagens (letras soltas, só percebi mesmo "avó Ju") e quis deixar na campa da minha mãe.

 

Perguntou se a avó ia ao cemitério e quando. Eu disse que ela estava lá. Ele perguntou ser era ali o céu... Ai, ai, que digo agora??? Tentei explicar que a avó Ju estava no céu mas ali era o sitio onde lhe iamos deixar coisas que ela gostava, não sei se percebeu, mas pelo menos não fez mais perguntas e no fim, beijou a foto da minha mãe que estava na lápide e disse-lhe que gostava muito dela... Sem duvida que tenho o filho mais doce do mundo!

 

publicado por era1xeu às 19:47

link do post | comentar | favorito
|
28 comentários:
De Filipa a 3 de Novembro de 2008 às 20:19
É engraçado, o carinho que ele tem pela avó!
É um querido ele!!!
De sonhoterumfilho a 3 de Novembro de 2008 às 23:01
Amiguita, tenho que te agradecer a tua disponibilidade em dares sempre a cara por esta doença que ainda é tão envergonhada, neste Paía.
Tive pena de não poder estar. Para mim, seria muito complicado faltar uma amnhã, mais uma parte da tarde porque não trabalho em Lisboa para estar presente.
Quanto ao teu Dinis pois amiga, é bom ele manter laços com a avó, mesmo que ela só o esteja a ver do céu, mas é linda a forma como ele reagiu ao local, à tua resposta imediata em relação ao local onde estava a avó.
Um grande bj para ti amiguita
Susana
De Marcia e sara a 3 de Novembro de 2008 às 23:05
É uma doçura o teu Dinis
Beijinhos
De Marina a 3 de Novembro de 2008 às 23:31
Olá!
Quanto à manif, eu a reportagem e lá estava eu a pensar: Eu não fazia ideia de ter 2 filhos tão cedo, muito menos tão seguidos e cá os tenho, os 2 por acidente, e há tanta gente a lutar por ter um bebe e não consegue tão facimente. Senti-me mais uma vez mal, com um sentimento de culpa....
Não devia existir este problema, a infertilidade pelo que me vou a percebendo é cada vez mais uma situação comum nos nossos dias. Tenhos alguns amgos casados há algum tempo, sempre há espera de um bebé e nada. Não fizeram aina testes p saber se tÊm problemas, mas custa vê-los esperar e já com trinta e qualquer coisa...
Por estas e por por outras eu devo dar graças a Deus, e agradecer-Lhe o facto de me dar os meus filhos, e não me queixar da situação.

O teu menino é um docinho, ele tem um olhar tão ternurento, mas tão ternuremnto que se eu o tivesse ao pé de mim enchia-o de beijinhos!!!

Desculpa lá o testamento, mas deu-me p escrever.
Beijinhos
De energia-a-mais a 3 de Novembro de 2008 às 23:52
Pois é! Acho que por vezes as nossas lutas pessoais nos podem parecer inglórias! Principalmente, quando sabemos que tocam tanta gente mas que tanta gente se acomoda. Mas acho que é uma questão de consciência - alguns não conseguem «deixar-andar»!
Parabéns pela dedicação a esta causa que te toca!
Quanto ao Dinis, de facto assusta ver um filhote com este problema e não se saber ao certo o que fazer (ou se deve fazer-se algo!) Espero que não seja nada de mais...
Beijinhos
De Maggie a 4 de Novembro de 2008 às 08:44
Hello linda!
Nem sei por onde começar =S Claro k tens o filho mais doce do mundo, tem uma mãe espectacular que o ensina o melhor da vida! ;O) Qnt às hemorragias não sei o que te diga, já experimentaste pesquisar na net para ver se há mais pessoas com o mesmo problema? Os médicos às vezes são um bocado frios com estas coisas, é incrivel como não conseguem perceber a preocupação de uma mãe =( Eu também tenho k ir ao cemitério, há algum tempo k não vou lá. No meu caso sei que o meu pai não faria questão, ele era da opinião que devemos cuidar e mimar enquanto vivos... Apesar de me custar lá ir acabo sempre por vir embora com uma sensação de paz, fico lá um pouco e converso com ele, é como se ele estivesse realmente lá e me aliviasse a dor, a saudade e me abençoasse... Não sei explicar, é uma sensação de paz. Gostava acima de tudo de lhe ir apresentar o neto, desde já e pedir que ele o abençoe e proteja... Também tenho muitas saudades dele e dou por mim muitas vezes a imaginar como seria se ele estivesse aqui, devia estar todo contente =) Quanto à manifestação, por acaso nem ouvi falar nisso, nem mesmo depois =S Acho que as pessoas ainda não se mentalizaram da importância desta luta. Até mesmo quem passa por essa dor parece esquecer-se ou talvez deixar-se levar pela vergonha e pelo medo, a nossa sociedade continua a ser muito fria a esse respeito... Mas acho que é um problema que merece ser descutido urgentemente, as pessoas têm que abrir os olhos para essa realidade, até porque para além das ajudas serem muito escassas a todos os niveis, lembra também o problema da adopção no nosso país. É incopreensível como é que com tantas crianças a precisar de amor, carinho e de alguem que cuide delas ainda hajam tantos entraves e burocracias que impedem e arrastam os processos indefenidamente =S

Desculpa o testamento miga... =S

Jokas doces =)
De Maggie a 4 de Novembro de 2008 às 09:10
Hello again!
Falando em infertelidade fui pesquisar no youtube e lá estavas tu! =) Tenho a dizer que estiveste muito bem, continua assim! ;O)

http://www.youtube.com/watch?v=KWbmxBltJ3s

Jokas doces
De S.rosita a 4 de Novembro de 2008 às 10:04
Amiga tens um miminho no meu cantinho para ti.
Espero que gostes
Beijinhos

De Cris a 4 de Novembro de 2008 às 10:26
É de louvar a tua força e a tua luta por esta causa, sem dúvida...
Fosse a maior parte assim e o assunto seria tratado de forma bem diferente...

O teu filho... bem, o teu menino, é um doce!! Fiquei emocionada ao ler sobre a vossa ida ao cemitério... de certeza que a tua mãe ficou muito feliz...
e tu... saíste-te muito bem.

Beijinhos grandes.
De Cakuxa a 4 de Novembro de 2008 às 10:31
Olá amiga, realmente o teu filho é um doce e muito lindo!!!

Também tenho pena de não ter ido na sexta-feira, mas preciso do meu "retiro", podia inventar mil e uma desculpas, mas não sou assim... sobretudo senti porque tenho muitas saudades vossas, no próximo vou, a vida continua e o caminho tem que seguir em frente e o grupo de apoio é isso mesmo, apoiar!

Agradeço pela minha parte de mais uma vez teres dado a cara por nós, eu lamentavelmente e apesar de ser dificil pedir mais uma vez para faltar no trabalho (acabadinha de sair de tratamento), não assumi perante a maior parte das pessoas que me rodeiam, infelizmente não o posso fazer, principalmente aqui no trabalho, porque há quem me queira mais mal que bem e não ia saber lidar com isso!

Um grande beijinho para vcs!
Cakuxa

Comentar post

.Nome baby

Wizard Animation

.A minha familia

Pyzam Family Sticker Toy
Get your own Family Sticker Maker & MySpace Layouts.

.links

.subscrever feeds

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis