.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis

.arquivos

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.Prémio que ganhei

.Contador

visitas

.Relógio

blogs SAPO

.subscrever feeds

.My Baby

Lilypie 5th Birthday Ticker

.Adopção

Lilypie Waiting to adopt Ticker
Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008

Tou doente... :(

Pois é, desta vez chegou a mim. Desde que a chuva e o frio chegaram, ainda não tinha ficado doente. O Dinis e o seu papá já tinham ficado e eu até agora tinha escapado, deve ter sido ainda efeito da injecção de penincilina que levei em Junho, mas parece que o efeito acabou...

 

Ontem de manhã comecei a ficar cheia de dores de garganta. Toda a gente dizia que eu estava corada e isso devia-se ao facto de ter febre. Tomei Ben-u-ron e lá me fui aguentando o dia todo. Mas as dores aumentaram e o mau estar também, pelo que acabei por chamar o médico a casa e ele quando olho para a minha garganta viu logo que sem antibiótico não passava. É um daqueles de 6 dias, vamos ver se resulta.

 

Ainda pensei ir tabalhar, mesmo com febre e tudo, mas dormi mal porque me custa respirar e acabei por ficar em casa.

 

O Dinis foi para a escola porque o médico disse que se podia pegar, por isso quero o menos de contactos possiveis com ele.

 

Eu ontem na cama, mesmo de rastos, a tremer, cheia de frio e ele a fazer-me festinhas e a dizer para eu tomar o medicamente, que ele me ia dar, para ficar boa depressa... Um doce, não é?

 

Ainda por cima amanhã tinha planeado ir até à terra do meu marido, entregar já umas prendinhas, mas se calhar vou ter de adear para sábado, a ver se já me sinto melhor.

 

 

(acreditem, este é mesmo o meu ar...)

 

Quanto ao Dinis anda com alguma tosse e ranhoca mas por enquanto lá se vai safando. Às vezes parece um autêntico boneco de neve, cheio de roupa.

 

As melgas é que voltaram a ataca-lo em grande. Eu nem sabia que com este frio todo havia melgas... Pensava que hibernavam, ou algo do género! Mas não, foi assim que ficou de novo a carinha dele

 

 

Um olhinho quase fechado, uma orelha inchada, várias dentadas na cara, mãos e pulsos. Questionei se seria outro tipo de bicho, mas como vi um bicho desses no tecto da cozinha (era enorme, levou logo com o chinelo!) deve ter sido isso. Resultado: muita comichão, toneladas de creme e muito miminho dado pela mãe. É que eu gosto bem mais deste rostinho limpo do que cheio de dentadas e comichões

 

 

 

ADENDA: Mais valia ter estado calada. O Dinis tossiu a noite toda e só sossegou um pouco mais por volta das 5 da manhã, quando lhe dei o xarope mais forte que tenho em casa e que é mesmo só em caso de SOS mas tinha de ser... Febre não tem (por enquanto) mas acho que a nossa ida à terra do meu marido este fim de semana está mesmo condenada.

tags: ,
publicado por era1xeu às 23:30

link do post | comentar | ver comentários (34) | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Novembro de 2008

Sempre em festa

Pois é, amigas, mais um fim de semana cheio de actividade...

 

Na 6ª feira aproveitei o salário fresquinho na conta, acrescido de subsidio de férias (que bom era receber este valor todos os meses...) e fui ás compras. Comprei já algumas prendinhas mas o Dinis não conseguia perceber porque não era nenhuma para ele. Eu bem lhe disse que o Pai Natal trazia as dele, mas não foi fácil convençe-lo.

 

No sábado de manhã lá fui eu de novo representar a APF, desta vez num congresso de Farmacêuticos. Ainda por cima tive a agradávek companhia da minha amiga Sandra. Aqui está ela no nosso stand.

 

 

Depois de um pequeno problema na entrada, correu tudo bem, apesar de o stand em causa estar num cantinha um pouco fora de mão, mas valeu a pena pela companhia e pelos brindes que nos deram (canetas e afins...) que os nossos meninos adoraram.

 

Quando terminou a nossa missão, fieram ter connosco os nosso meninos (pequeninos e mais crescidos) e fomos todos almoçar. O dia estava optimo e estivemos numa esplanada, onde o sol e o bom tempo se faziam sentir. Depois do almoço foi a correria total, afinal o almoço tinha de ser digerido

 

 

Adoro ver o meu filho a brincar com outras crianças, especialmente se são da mesma idade. Eles tem apenas 15 dias de diferença, por isso dão-se muito bem, pelo menos assim me parece.

 

 

Deu para tirar umas fotos muito giras e sem duvida que ficou no ar a promessa de mais passeio juntos.

 

 

Mas não pensem que o sábado terminou por aqui. Tivemos ainda o jantar de aniversário de uma amiga minha, que tinha este bolo tão giro como saboroso.

 

 

Fomos jantar a um sitio que eu não conhecia e de que gostei bastante. Gostei do espaço, da comida, do preço e especialmente por ter um espaço para as ciranças brincarem. No fundo abdicaram de ter mais umas mesas para terem um sitio onde os miudos podem estar, quando se cansam de estar à mesa com os crescidos.

 

 

De facto é um sitio a voltar e o Dinis adorou. Não tinha mais crianças no grupo para brincar mas fez amizade com outras que por lá estavam também. O resultado foi termos regressado a casa muito tarde e ele só adormeceu por volta da 1h 30m da manhã. nem no carro adormeceu, só quando chegou a casa e ainda tive de lhe ler uma história.

 

Domingo foi dia de almoço em casa dos sogros e mais uma vez uma ida às compras, desta vez para comprar uma árvore de natal, pois a nossa estava já toda depenada... Comprei mais 3 prendas de Natal, inclusivé o cão Filo que o Dinis queria (os meus sogros vão oferecer-lho) e ainda 2 camisolas, pois as que tem estão todas a ficar de mangas curtas. Quando a árvore de Natal estiver montada, mostro fotos.

 

Boa semana de trabalho e estudo para todos

 

 

 

publicado por era1xeu às 23:16

link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito
|
Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008

O 1º livro da escola do Dinis

Quando foi realizada a reunião de pais na escola do Dinis, a educadora tinha dito que os meninos iam ter um livro auxiliar, para fazerem algumas actividades. Essa ideia pareceu-me optima, até porque eu andei no infantário e uma das recordações que tenho é precisamente do meu livro de actividades.

 

E ele já chegou e eu achei o máximo! Claro que implica grastar mais dinheiro, já se sabe que nada é de borla, mas parece-me que é algo engraçado e as actividades são divertidas e parecem-me adequadas à idade dele.

 

 

Eu cá adoro pura e simplesmente livros e confesso que quem me queira ver feliz com um presente, pode sempre oferecer-me um livrinho. Por isso procuro incentivar o meu filho a gostar e estimar os livros. Até hoje apenas estrgou um e era bebé ainda. Era um daqueles de folhas grossas e capa rijas. Na zona da capa a encadernação não estava prefeita e tinha uma ponta de papel levantada. Vai dai ele colocou lá ou seu dedinho minusculo e vais de escarafunchar e era uma vez um livro.... A ideia de que os livros não se riscam também não foi fácil de passar, se pode riscar em papeis e livros para pintar, porque não nos outros?

 

Mas acho que tenho feito um bom trabalho, porque os livros dele (alguns herdados de mim) estão impecáveis). E então para complementar o livro da escola, comprei-lhe também este, de actividades:

 

 

Ele já fez algumas actividades e também me parece interessante e adequado à sua idade. Acham que fiz bem?

 

tags: ,
publicado por era1xeu às 23:36

link do post | comentar | ver comentários (27) | favorito
|
Segunda-feira, 17 de Novembro de 2008

Resumo de um fim de semana

6ª feira

 

Dia de jantar de castanhas, organizado pela associação cultural e desportiva da empresa onde trabalho, e cujo presidente é o meu marido.

 

Foi numa quinta no arredores de Arruda dos Vinhos e foram 28 pessoas. Foi um jantar agradável e simpático, que terminou já perto da meia noite. O Dinis adorou e ficou completamente apaixonado por este cãozinho da foto, que não parava de o seguir para todo o lado e de pedir festinhas.

 

 

3 anos separam estas 2 fotos, pois foi à esse tempo que se realizou um jantar do mesmo género e na mesma quinta, ao qual nós fomos. O Dinis era um bebé, com 9 meses, mas portou-se muito bem.

 

 

Em comum estes 2 jantares tiveram a boa disposição, a boa companhia das pessoas que por lá passaram e ainda o frio (estão 3 graus, quando abandonamos a quinta...)

 

sábado

 

O meu marido teve de ir tratar de alguns assunto na zona de Alcochete e eu e o Dinis fomos também (não deixamos escapar uma ocasião para o passeio). Almoçamos por lá e à tarde demos um saltinho ao FreePort. Acreditem que estava cheio que nem um ovo, montes de gente, a ver as montras mas também a comprar. E sabem que andava por lá? O Pai Natal e o Panda! O Dinis ficou logo em pulgas para os ver e ficamos um bom bocado à espera que eles chegassem. Mas acho que a espera valeu a pena pois o Dinis conversou com o Pai Natal e a Mãe Natal e disse-lhes que comia a sopa toda e que se portava bem e fez um enfeite para a árvore de Natal (cujo centro comercial dava 1 € por cada efeite feito pelas crianças).

 

Viu o Panda, que tantas delicias faz da pequenada... Ficou um bocadinho triste por ele não lhe falar, mas os miudos eram tantos e todos lhe queriam tocar, por isso não foi fácil. Tenho algumas fotos mas não posso mostrar porque tem outro miudos. Fica aqui uma foto que tirou com um boneco de neve, amigo do pai Natal.

 

 

domingo

 

Domingo foi dia de ida à Feira de Bebé e Crianças, que se realizou no Parque das Nações. Estavam lá montes de gente e confesso que o ideal teria sido ir na 6ª feira, como fizemos o ano passado, mas desta vez não dava.

 

Mais uma vez o Panda estava presente e digo-vos, o Panda é o novo Pai Natal, porque o entusiasmo dos miudos era muito maior quando este aparecia do que quando era o Pai Natal... Mais uma vez a confusão reinava mas mesmo assim o Dinis ainda lhe fez umas festinhas e ele lá lhe deu a mão, objectivo do meu filhote.

 

(a foto não está grande coisa, mas foi a possivel no meio da confusão)

 

As filas para os sitios onde se davam brindes eram enormes, mas ainda conseguimos algumas coisas do Yoco, que ele gosta bastante. E haviam actividades engraçadas, algumas das quais, feitas pelo meu menino:

 

 Ginástica

 

Foto com o Pai Natal

 

Pinturas Faciais

(o meu filho é muito original, quer sempre ser um gato...)

 

Visita à exposição dos dinossauros

(aqui está ele a fazer como os dinossauros a sério)

 

Fazer pão na roulotte do Museu do Pão, do que resultou esta obra de arte

 

Ainda tirou foto com os bonecos da Confort, que não ponho por não ter sido tirada por mim, mas que eu achei que ficou muito gira.

 

Havia mais coisas para fazer na Feira, como andar de carrinhos Pópó ou saltar em insufláveis mas as filas eram tão grandes e o Dinis já estava cansado, que nos viemos embora e ele ficou logo a dormir assim que encostou a cabeça na cadeira do carro.

 

Mais um fim de semana em cheio, felizmente já arranjei de novo quem me ajudasse nas limpezas da casa, senão estava feita. Que fazer, eu adoro actividades e passeios com os meus 2 amores....

 

 

publicado por era1xeu às 22:28

link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito
|
Sexta-feira, 14 de Novembro de 2008

Ainda o 2º filho...

Eu digo sempre que não volto a falar no assunto, mas acabo sempre por vir aqui parar. Ainda não estou preparada a 100% para deixar este meu sonho para trás. Acho que isso vai acontecer quando eu entrar na menopausa, mas até lá, vou sempre pensando um bocadinho. E principalmente quando vem ou está para vir o periodo, altura em que imagino como seriam as coisas se o maldito não desse a cara. Imagino sempre que ele pode não aparecer, apesar de os sintomas estarem lá todos (dores de cabeça, má disposição, dores de barriga, etc). 

 

Depois do meu ultimo tratamento ter falhado (ter ido buscar 2 congeladitos que ainda tinha) fiquei deseperada e disse para mim própria que não havia mais nada a fazer, que tinha de me resignar a ter só um filho.

 

Falar é fácil, mas convencer-me disto não tem sido nada mas mesmo nada fácil. Claro que o tempo ajuda e já me sinto com um pouco mais de forças.

 

De tal modo que algumas companheiras de luta de infertilidade me deram dicas de médicos e hospitais onde aceitavam casais que tentavam ter 2ºs filhos, visto que o dinheiro anda curto para os meus lados. Eram longe, um bocado fora de mão, mas senti renascer a esperança. Não tinha tempo a perder e tinha de ser já!

 

Falei com o meu marido e para meu espanto, disse-me um redondo não. Então não era eu que tinha dito que não queria mais, que estava cansada? Ora ele também estava, de ter esperança, para depois serem castelos de areia, levados pela água do mar. Não me queria ver mais a sofrer, já tinhamos tido a nossa dose, tinhamos o nosso filho lindo e a adopção havia de chegar um dia.

 

Sei que ele tem razão, sei que sim. Ele é muito mais racional que eu, que penso com o coração bem mais do que com a cabeça. Por isso tratamentos nunca mais! Afinal um filho é um projecto a 2, um sonho tornado realidade para nós uma vez, se calhar não devo forçar a barra.

 

Como disse não está a ser fácil. Até porque para variar, estou rodeada de gravidas por todos os lados. Mas inferlizmente, e por coincidência, 2 pessoas muito queridas para mim e que estavam a viver a felicidade de irem ser mamãs pela 2ª vez, viram o seu sonho cair por terra.

 

Uma delas é a Sandra, mamã do Guilherme. Companheira de luta contra a infertilidade e agora amiga real e pessoal, com uma história muito parecia com a minha. Tem um filhote 15 dias mais novo que o meu e agora procura a menina. Fez um tratamento e teve um positivo. Infelizmente a gravidez não evoluir e parecia que estava complicado de resolver. Mas agora já está tudo a correr bem e o próximo passo para ela é ganhar forças para ir buscar os congeladitos que tem à espera dela. Força, amiga querida, não foi agora mas será a seguir, vamos acreditar.

 

Outro caso foi uma prima minha, que tem um menino de 6 anos e ficou gravida um pouco inesperadamente para toda a gente, mas que andava feliz da vida. O rastreio bioquimico do 2º trimestre tinha detectado qualquer coisa de estranho e teve de fazer amniossintese. Estava tudo bem e vinha ai outro menino. Mas quando foi fazer a ecografia morfológica das 22 semanas, foi detectada uma mal-formação grave no cerebro do bebé e ela teve de abortar. Fiquei em choque. Meu Deus, já era um dado adquirido, com aquele tempo, que o bebé ia nascer. Davamos sugestões para os nomes, já planeava o baptizado e a data do nascimento estava marcada para 19 de Dezembro, pois tinha de ser cesariana...

 

Ela diz que está bem mas no fundo deve ser bem dificil manter um rosto feliz para mostar a toda a gente. Nem que ouvir falar de ter mais filhos, mas a vida prega-nos muitas surpresas.

 

Estas histórias fazem-me pensar, será que é uma mensagem para mim? Não devo tentar ter um 2º filho???? Bem, mas esse assunto está resolvido, tentar não, apesar de não fazer nada para o evitar, um milagre bem podia acontecer. Mas comigo os milagres acontecem sempre aos outros, apesar de eu acreditar que o meu filho é mesmo um milagre e sem duvida que agradeço todos os dias por o ter na minha vida.

 

E já que falo nele, aqui ficam as fotos dele com o cabelo cortadinho, desde 3ª feira. Mais uma vez portou-se lindamente e digam lá se não ficou lindo????

 

(de frente)

 

(de perfil)

 

E já agora, parabéns ao blog querido, que completa hoje 2 anos de vida. Adoro cada palavra que aqui escrevo, pois são os meus sentimentos que aqui coloco. E adoro também todos os comentários que fazem aos meus post's, continuem a mimar-me assim, que eu gosto.

 

 

 

publicado por era1xeu às 00:00

link do post | comentar | ver comentários (39) | favorito
|
Terça-feira, 11 de Novembro de 2008

Fim de semana algarvio

Este fim de semana, e um pouco inesperadamente, tive de trabalhar e o local onde o fiz ficava a alguns quilometros da minha casa, na zona do Algarve. Agarrei então na familia (leia-se filho e marido) e meti-me a caminho de Portimão.

 

Fomos no sábado e ainda fui trabalhar um bocadinho mas desenvencilhei-me o mais rapidamente possivel para ir jantar com os meus meninos. Perto do hotel onde estavamos, ficava esta feira e foi lá mesmo que fomos dar uma volta, acabando por jantar por lá.

 

 

O Dinis adora feiras, principalmente as que tem carroseis e desta vez foi a sua estreia numa espécie de montanha russa, onde eu também tive de andar (que chatice...) por ter algum receio de ele ir sozinho. Foi o tempo todo muito quieto, agarrdo ao corrimão, mas acho que no fim gostou.

 

 

Pode ainda andar em mais um carrossel, desta vez num dos habituais, com carrinhos (eu não fui, com muita pena minha, mas não cabia lá.... :)

 

 

A seguir à diversão fomos jantar e no final, enquanto eu e o pai comiamos uma bela de uma fartura, ele pediu esta chucha de rebuçado (que nojo!)

 

Fomos ainda dar uma voltinha por Portimão, mas estava frio e muito pouca gente se atrevia ao passeio.

 

 

 

Por volta das 23 horas regressamos ao hotel, mas o Dinis estava tão entusiasmado e como tinha dormido uma bela sesta no caminho, só adormeceu por volta da meia noite e meia!

 

(cá está ele em cima da cama do hotel, que ele adorou...)

 

Domingo tive de acordar cedo e ir trabalhar. Acabei o que tinha a fazer por volta das 13h 30m fui ter com os meus meninos. Fomos almoçar à Guia e depois fomos dar uma voltinha em Albufeira. O Dinis mais uma vez andou nos carros de moedas, mesmo naqueles que não estavam ligados

 

 

E neste helicoptero causou sensação entre os estrangeiros, pois praticamente eram só eles que andavam por ali, apesar do dia fantástico e cheio de sol que esteve.

 

 

O Natal ainda vem longe mas os enfeites alusivos à data já estão por todo o lado e Albufeira não escapa

 

 

Fomos andar nas escadas rolantes que lá colocaram e apesar de serem bastante uteis, confesso que o impacto na paisagem não é nada bonito. Talvez ainda não esteja finalizado, mas se fica assim, não tem nada de agradável.

 

 

Mas o Dinis achou o máximo andar numas escadas rolantes tão grandes, vejam só o ar de felicidade dele...

 

 

E chegar lá ao cimo vale a pena, pela paisagem fantástica que se avista até perder de vista.

 

 

 

Mas o sol já estava a querer ir embora e toca a voltar para o carro, para fazermos a viagem de regresso a casa. Foi com custo que o mantivemos acordado toda a viagem, pois se dormisse, era complicado adromecer ao fim do dia.

 

Mas a ideia de ir visitar os padrinhos e jantar com eles e com a Pipa manteve-o acordado. Esta foi uma maneira optima de finalizar um fim de semana em cheio. Mas confesso que a 2ª feira tinha sido um dia perfeito para descansar de tanta actividade.

 

 

publicado por era1xeu às 11:42

link do post | comentar | ver comentários (30) | favorito
|
Quinta-feira, 6 de Novembro de 2008

Visita ao Museu e Dentista

Na 3ª feira passado o meu filhote foi fazer a sua 1ª visita de estudo nesta escola nova. O ano passado foi 2 vezes ao teatro e ele gostava imenso.

 

Foi com muito entusiasmo que nessa amnhã ficou na escola e eu passei o dia todo em pulgas para saber como tinha corrido. A visita foi ao Centro de Arte Moderna José de Azaredo Perdigão, que fica na Gulbenkien. E a actividade foi esta:

 

EXTRAORDINÁRIAS VIAGENS DE BANHEIRA - Visita-jogo

  

Navegando de banheira pelo museu, vamos transformar-nos em capitães destemidos e mergulhar nas obras da colecção do CAM. Levamos binóculos mas não é preciso saber nadar, os ventos e a nossa banheira especial irão garantir uma aventura fantástica pelas obras de arte. Uma visita para navegantes intrépidos.

 

Claro que o Dinis não sabe muito bem o que lhe tinha acontecido. Contou que viajou numa banheira, com os colegas e que viu os quadros que lá estavam. Mas acho optimo que façam inicitaivas destas, pois alguma coisa vai lá ficando. No dia seguinte ele queria que eu fizesse o desenho de um museu... Pois, logo eu que tenho um jeito louco para o desenho... Então fez ele, um rectângulo cheio de quadradinhos lá dentro, penso que deviam ser os quadros.

 

A unica coisa menos menos boa foi o facto de ele ter regressado com um lábio rebentado, pois foi contra um corrimão... Ele é muito despistado e às vezes vai a andar e a falar para trás e pumba, choca com as coisas....

 

Também queria falar em mais uma visitra que fizemos à dentista e que mais uma vez correu super-bem.

 

A carie do dente a frente não tinha avançado mas pelo sim e pelo não, a médica achou melhor colocar uma massinha no dente, para não ir a amis. Brocou, colocu composito, massa, usou a lima, aspirou, etc e ele nunca disse nada nem se mexeu. Achou gira a luz azul e saiu de lá com um sorriso nos lábios por ter ganho um pião, um carimbo na mão e 2 amostras de pasta de dentes.

 

Agora lá para a Primavera deve lá voltar, só para ver como estão as coisas, mas parece estar tudo controlado. E quando saiu de lá perguntou logo quando voltava de novo...

 

Fiquei feliz, por ele se ter portado tão bem e também por a médica ter dito que por vezes os miudos tem medo do dentista por os pais o transmitirem a eles e que eu tenho feito um bom trabalho, estão a ver-me, toda inchada, certo?

 

 

Aqui está um foto dos dentinhos dele, depois de arranjados. Como podem ver, a cárie nem se vê, já desapareceu, os dentes debaixo é que estão a ficar tortos, por causa da chucha, que ainda não largou...  Mas isso fica para outro post, a publicar bem em breve.

 

 

 

 

publicado por era1xeu às 22:16

link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito
|
Segunda-feira, 3 de Novembro de 2008

Semana dedicada à infertilidade

Esta ultima semana foi dedicada à infertilidade, de muitas formas e maneiras. Quando fiz o ultimo tratamento, que não deu certo, pensei em afastar-me, mas não consegui. A infertilidade vai sempre fazer parte de mim, quer eu queira pensar no assunto ou não.

 

Na 4ª feira passada houve uma concentração com carrinhos de bebé vazios, à porta da Assembleia da Republica. E lá fui eu marcar presença.

 

 

Gostei de lá estar, de rever amigas que já não via à algum tempo, de conhecer pessoas que só conhecia virtualmente. Mas vim de lá um pouco desiludida. Então os nº falam em 500.000 casais com porblemas de infertilidade e estávam lá umas 20 pessoas? Eu sei que era um dia de semana, que era hora de trabalho (também não me foi fácil sair do emprego a meio da manhã) mas onde estavam as outras pessoas? A comunicação social estava lá em peso mas acreditam que tiveram dificuldade em falar com pessoas que tivessem problemas de infertilidade e ainda não tivessem filhos????

 

Eu já não vou beneficiar nada das beneces que se possam conseguir para quem sofre de infertilidade. Tenho 39 anos (idade limite para tratamentos no estado: 38) tenho um filho (ajudas para quem tenta o 2º filho: nenhumas) e o meu marido está cansado desta luta (isto fica para outro post...)  mas mesmo assim estava lá, ajudo em tudo o que posso, abdicando do meu tempo, do tempo que posso estar com o meu filho ou simplesmente a descansar para ajudar numa causa que sendo minha também, neste momento nem o é directamente. Então e onde estão as pessoas que realmente ali deviam estar???? Desculpem se ofendo alguém, mas sai de lá com vontade de não fazer mais nada para ajudar, o meu contributo já foi mais do que muito....

 

Mas isto são desabafos e na 6ª feira lá fui eu coordenar mais uma reunião do Grupo de Apoio da APF, com a minha querida amiga Sandra. Desta vez fomos menos do que o habitual mas não foi por isso que as coisas correram menos bem e a reunião só terminou muito perto da meia noite.

 

E hoje lá fui eu ao Rádio Club Português, para ser entrevistada. Foi em directo e levei o Dinis e o meu marido comigo. Foi uma experiência diferente, pois nunca tinha ido a uma rádio e foi engraçado ver como funcionavam as coisas pode dentro. Foi no programa "Janela Aberta" entre as 17h 30m e as 18 horas e contei com a optima companhia da Filomena, da APF e da sua filhota linda, a Leonor, que tem pouco mais de um ano de idade.

 

NOTICIAS DO DINIS

 

A noite de 6ª para sábado foi mais uma vez noite de hemorragia nasal. Quando cheguei a casa, vinda da reunião que falei anteriormente, o meu menino tinha adormecido na nossa cama e foi lá que ficou. Sabe tão bem te-los junto de nós, de vez em quando... Isto porque ele dorme muito mal e se fosse sempre, eu acho que não pregava olho a noite quase toda!

 

Por volta da 3 e meia da manhã acordei e senti cheio da sangue. Coloquei-lhe logo a mão no nariz e lá estava ele a perder sangue de novo. Foi a 2ª vez, desde que a veia foi laqueada no hopital, também pela 2ª vez. Nem sei que fazer, já fui a otorrinos e eles não ligam nenhuma. A alergologista também não liga nem o pediatra. Pelo que me faz pensar que é inofencivo, desde que não seja muito frequente, mas que é assustador ve-lo cheio de sangue, as roupa da cama, a fronha e a almofada, o pijama dele, o meu pijama, quilos de Dodot's e tudo o que esteja à volta, lá isso é...

 

O resto do fim de semana foi calmo. No sábado visitamos uma prima e amiga que foi operada e teve de retirar um peito. Correu tudo bem, felizmente, mas é algo que deixa qualquer pessoa a pensar 2 vezes na fragilidade da vida. Passamos lá a tarde, com o Dinis a brincar com o meu afilhado de 12 anos e jantamos em casa da minha tia, irmã da minha mãe, que é um amor.

 

Domingo foi dia de ir ao cemitério. Já lá não ia à algum tempo, pois é algo que me custa muito e me deixa de rastos durante algum tempo. Vou pois sei que a minha mãe gostaria que eu o fizesse. Só por isso.

 

O Dinis ia todo contente com as flores que ia por à avó Ju e até lhe escreveu umas mensagens (letras soltas, só percebi mesmo "avó Ju") e quis deixar na campa da minha mãe.

 

Perguntou se a avó ia ao cemitério e quando. Eu disse que ela estava lá. Ele perguntou ser era ali o céu... Ai, ai, que digo agora??? Tentei explicar que a avó Ju estava no céu mas ali era o sitio onde lhe iamos deixar coisas que ela gostava, não sei se percebeu, mas pelo menos não fez mais perguntas e no fim, beijou a foto da minha mãe que estava na lápide e disse-lhe que gostava muito dela... Sem duvida que tenho o filho mais doce do mundo!

 

publicado por era1xeu às 19:47

link do post | comentar | ver comentários (28) | favorito
|

.Nome baby

Wizard Animation

.A minha familia

Pyzam Family Sticker Toy
Get your own Family Sticker Maker & MySpace Layouts.

.links

.subscrever feeds

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis