.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis

.arquivos

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.Prémio que ganhei

.Contador

visitas

.Relógio

blogs SAPO

.subscrever feeds

.My Baby

Lilypie 5th Birthday Ticker

.Adopção

Lilypie Waiting to adopt Ticker
Quinta-feira, 30 de Outubro de 2008

O pesadelo do Dinis

Ontem eu e o Dinis fomos à natação. Já não iamos à 2 semanas, 1º porque ele esteve doente e depois porque calho no dia do meu aniversário. Ele já tinha saudades e fartou-se de pular, saltar e brincar dentro de água.

 

Quando estavamos a cehgar a casa, começou a ficar um pouco rabugento, a pedir a chucha (o que só faz se tem sono ou não se sente bem). Jantou sempre a resmungar e eu fiquei logo preocupada. Fui ver se tinha febre e não tinha. Mas ainda repeti esta operação 2 ou 3 vezes.

 

Tenho de confessar que desde que o Dinis teve a convulsão febril, em Agosto, se o vejo um pouco mais murcho, fico em pânico. unca fui uma mãe ansiosa com as doenças e acho que lidei bem com o problema do pescoço dele e com o internamento de 2 dias devido à convulsão. Só que nem sempre é na altura que as coisas nos abalam. Fiquei muito mais ansiosa em relação a qualquer situação que eventualmente lhe possa provocar febre. Fico logo preocupada, passo o tempo a ver se tem febre, esta noite nem dormi em paz, sempre de volta dele, a colocar o termómetro para ser se a febre tinha subido.

 

Talvez devido a isso, por volta das 7h 30m, ele acordou a gritar e a chamar por mim. Eu estava no banho e foi o pai que lhe foi acudir. Abraçou-o, beijo-o e levou-o para o nosso quarto, onde ficou a ver desenhos animados. Disse que tinha tido um sonho mau e quando eu sai do banho, conversei com ele, para saber o que se tinha passado, ao que ele me contou o seguinte:

 

- Mamã, tive um sonho mau. Sonhei que estavamos os 2 lá em cima (nós moramos num duplex) e que tu foste buscar o termómetro. Depois meteste-o debaixo do meu braço e disseste que o meu coração tinha parado e que eu tinha morrido...

 

Foi o meu coração é que disparou. Então o meu piolho já tem sonhos sobre a morte? Ultimamente ele tem feito muitas perguntas sobre o coração, quer ouvir o meu a bater, que eu ouça o dele, mas nunca pensei que ligasse tal coisa à morte.

 

Eu dei-lhe mimos e beijos e tentei acalma-lo e disse-lhe que nunca, nunca lhe ia dizer tal coisa e acho que ele ficou mais descançado. Penso que deve ter a ver com alguma coisa que ele ouviu na escola, mas espero não ser eu que o influencio de alguma maneira nestas coisas?

 

Os vossos meninos tem pesadelos? Com quê? E falam sobre a morte? Eu acho que o meu filho fala nisso, sem ter consiência do que verdadeiramente é a morte. Eu nunca disse que a avó morreu, digo que está no céu, com o Jesus, apesar de lhe fazer confusão ve-la em fotos e videos em ambientes familiares, como a nossa casa.

 

Meu deus, só de pensar que o coração do meu filho podia deixar de bater, sinto um frio no estõmago. Deus me conserve este sorriso lindo por muitos e longos anos.

 

Bom fim de semana para todos e que o sol brilhe, pelo menos nos nossos corações.

    

 

 

publicado por era1xeu às 23:32

link do post | comentar | ver comentários (26) | favorito
|
Segunda-feira, 27 de Outubro de 2008

O fim de semana já era...

... e mais uma vez foi muito pouco caseiro. Mas até me faz alguma falta porque a senhora que me faza a limpeza à casa foi embora e agora isso está por nossa conta.

 

No sábado depois do almoço fui a um Encontro de Reflexão para candidatos à adopção e pais adoptivos. O encontro foi aqui:

 

(Seixal)

 

e deixei o meu filhote com o pai, os meus compadres e a sua filha.

 

Gostei do encontro e de conhecer um casal e um senhor que tinham adoptado. O casal já tinha uma filha biologica e ainda queria adoptar mais uma criança. O senhor era sozinho e tinha adoptado 2 crianças. Admirei a sua coragem, pois cada vez me parece mais que no nosso pais, adoptar não é considerado nada de bom mas muitas vezes quase se tratam as pessoas como esquisitos e estranhos. será que as pessoas não pensam que podria ser o filho dela, que poderam não ter condições para o criar e iam com certeza gostar que alguém lhes desse amor e carinho????

 

Não dá para entender, como digo gostei do encontro mas sai de lá mais desanimada do que tinha entrado. Fiquei a saber que as listas nacionais de que tanto se fala não existem (pois, eu até já sabia isso, mas constatar com outras pessoas esse facto faz de nós mais reais), que os processos são tratados de maneira diferente se forem entregues em sitios diferentes, que até dentro dos diferentes locais existem diferenças, se forem equipas distintas a tratar do assunto...

 

Tudo isto me irrita. Sempre achei que para assunto iguais o tratamento deve ser igual. Eu espero, espero, espero e o que me parece é que me vão dar uma criança quando eu tiver uns 100 anos. Também deu para perceber que não podemos ficar quietos à espera, temos de chatear, chatear, chatear. Por isso, a partir do próximo ano, é o que eu vou fazer!

 

Adorei conhecer a Mara, mamã da Nicole, que também é candidata à adopção e anda desesperada com o tempo que tem de esperar... Paciência, é o que temos de ter, amiga. Para quem não sabe, eu inscrevi-me em 2002 e fui dada como apta em 2004. Tanto tempo, certo?

 

Outra coisa que me deixou triste, foi que aundo me fui despedir da moça que representava a associação que organizou o encontro, ela me disse algo como "Você já tem o seu filho, por isso tem com que se ocupar". Eu detesto, detesto que me digam isto. Então por eu ter um filho já não tenho o direito de sonhar com outro, biologico ou adoptado? Tanta gente que pensa assim, que me diz isto. Mesmo quando um tratamento não resulta, lá ve a velha história de "Já tens um..." E depois, não posso ter mais? Não posso sonhar com uma casa cheia de crianças? Isso é um crime? Faz de mim egoista, por conhecer outras pessoas que ainda não conseguiram ser mães? Se eu pudesse, se eu tivesse algum poder sobre isso, dava-lhes sem pensar duas vezes, os filhos que tanto desejam. Mas para mim também o desejo, também o quero muito, muito, muito.

 

Bem, passando á frente, o meu filhote não me queria deixar ir para o encontro mas depois acabou por se divertir muito com os padinhos e a Pipa, sendo que depois fomos jantar e ainda um bocadinho para casa deles, para brincar mais um pouco.

 

 

Domingo, depois do almoço do costume em casa dos meus sogros, fomos dar uma voltinha com o piolho, adivinhem onde? Fácil, não é? Aposto que todos acertaram...

 

 

Para variar deu também para ele dar umas voltinhas de bicicleta, seguidas de uma visita à FIL, sitio onde o Dinis adora ir, pois tem muito espaço para correr, coisas para ver e sai de lá carregado de brindes (balões, rebuçados, canetas, etc).

 

 

Foi pois mais um fim de semana em cheio na vida da familia Pereira.

 

 

 

 

publicado por era1xeu às 22:15

link do post | comentar | ver comentários (29) | favorito
|
Sexta-feira, 24 de Outubro de 2008

O dia do meu aniversário

Tenho de começar este post a agredecer as vossas mensagens, sms e telefonemas. Adorei, pois como disse gosto de fazer anos e que me deem muitos miminhos nesse dia, por isso obrigada a todas que tornarm esse dia fantástico para mim.

 

Não posso dizer que o dia do meu aniversário tenha começado bem. o Dinis acordou e não se queria vestir, não queria sair debaixo dos lençois (ok, isso eu também não queria...) nem sair de casa. Foi uam bela de uma barria, logo de manhã, para eu começar bem o dia. Acreditam que ele nunca tinha feito birra de manhã? Deve ter sido uma prenda de anos! Sai logo de casa com uma tremenda dor de cabeça.

 

Mas quando entramos no carro ele lá se acalmou e depois já ria a bom rir, de algumas macacadas que eu lhe fiz. Ficou bem na escola, pois tinha prometido não chorar e fazer um desenho especial para mim.

 

Pouco trabalhei nesse dia, pois passei o tempo quase todo a atender telefonemas e a ler mensagens...  Gostei muito de me sentir querida e amada mas adorei em especial dos telefonemas de amigas que começaram por ser virtuais e passaram a ser reais. Da Sandra, mamã do Guilherme, que nunca se esquece de ter uma palavra amiga e sem duvida é uma amiga recente mas com m grande. Da Carina, que teve a Rita nos braços à bem pouco tempo e como todas as mamãs recentes, não lhe resta muito tempo para outra coisa que não seja a sua filhota, mas mesmo assim conseguiu um bocadinho para falar comigo. E ainda a minha querida amiga Elisabete, que foi ds 1ªs pessoas que conheci na net e que é um doce de pessoa. Já tinha muitas saudades de converdar com ela, pois tem 2 gémeos lindos, mas que lhe ocupam imenso tempo. Eu com 1 já pouco tempo me sobra, imagino com 2!!!

 

Fui almoçar com o pessoal do meu emprego e abrincar, a brincar juntei 18 pessoas. E ao lanche lá vieram os bolinhos do costume, pois o Dinis não perdoa o bolo, as velas e cantar os parabéns. Acham que tinham bom aspecto?

 

 

Claro que quem soprou as velas e cantou a plenos pulmões os parabéns foi o meu filhote, mas no fundo a festinha era mesmo dele.

 

 

Também recebi algumas prendinhas, claro. A do meu marido foi uma máquina fotográfica nova. A nossa já tinha 4 anos, compramos antes do Dinis nascer e já estava velhota. Até porque eu lhes dou muito uso, ando sempre com a máquina na mala, é quase uma extensão do meu braço.

 

O meu filhote ofereceu-me um perfume, que tinha como oferta uma pulseira muito gira e um postal cujo envelope foi escrito por ele.

 

 

Também recebi este conjunto de leggins, tunica e colar, oferecido por 2 amigas e 1 amigo:

                         

 

Recebi este conjunto de colar e brincos da Swatch, bem como este postal girissimo, que tem um bolo e uma vela e toca a habitual musica de parabéns. Foi oferecido por 3 amigas queridas

 

 

Recebi este casaquinho foi oferecido por 2 amigos e 2 amigas

 

 

Por fim recebi um livro, oferta de um amigo

 

 

Enfim, tudo coisa optimas e que eu gosto, por tanto, umas ricas prendinhas.

 

Por fim, fui jantar fora com os meus 2 amores e os meus sogros. O Dinis ficou contente por ser um sitio que não tinha sopa e tinha gelados para a sobremesa, o sitio ideal para ele.

 

Um dia que começou menos bem, acabou em beleza, comigo a adormecer abraçada ao meu filho e a dizer-lhe:

- Meu amor, obrigada por me teres ajudado a soprar a velas e por me teres cantado os parabéns.

Ao que ele respondeu, meio ensonado:

- Mamã, obrigada por me teres deixado não comer sopa.

Ok, sem comentários.

 

E aqui fica uma foto nosso, tirada nesse dia. Não ficou com grande qualidade, porque foi tirada com a máquina antiga (a nova ficou sem bateria, de tantas fotos tirar) mas a ternura que nela existe faz esquecer a má qualidade.

 

 

E mais uma vez obrigada por estarem ai desse lado. E não, não estou a ser graxa, pois sem vocês, o meu blog não fazia sentido.

publicado por era1xeu às 23:36

link do post | comentar | ver comentários (23) | favorito
|
Quarta-feira, 22 de Outubro de 2008

Hoje sou bebé

Hoje, para variar, sou eu a bebé. Pois é, faz hoje 39 anos que sai da barriga da minha mãe. Foi por volta das 18 horas e após uma estadia de mais de 24 horas no hospital, sem que nada acontecesse. Finalmente alguém se lembro da minha mãe, provocaram o parto e lá nasci eu, da mesma maneira que o meu filho, ou seja, com a ajuda de ventosa.

 

 

Sempre gostei de fazer anos. De almoçar com os amigos ou fazer uma festinha lá em casa. Nunca deixava passar o dia em branco e se possivel fazia um grande chinfrim para todos me darem os parabéns e porque não, prendinhas também.

 

Mas desde que a minha mãe faleceu, a vontade de comemorar mais um ano de vida é pouca. Vou almoçar com os meus colegas e amigos. Vou receber felicitações, telenomemas, mail's e sms's a dar-me os parabéns. Vou ter bolo, velas e balões no meu emprego, com o meu filho junto de mim, a cantar a plenos pulmões o "parabéns a você" à sua mamã. E por tudo isto me sinto grata, feliz, por estar viva, por ter saude, por ter amigos, no fundo, por ser feliz.

 

Só que me falta algo. Falta ter junto de mim as pessoas que me deram a vida, que me tornaram na pessoa que eu sou, melhor ou pior, eles fizeram o seu melhor para que eu crescesse bem e feliz. E conseguiram, apesar de todas as dificuldades que passamos juntos.

 

Mãe, pai, neste dia em que comemoro a chegada a este mundo, graças a vocês, ao vosso amor um pelo outro, queria dizer-vos que sinto a vossa falta e que sem vocês nada será o mesmo. Nada será igual e existe sempre um vazio na minha vida, a vossa falta, a vossa presença amiga, o vosso sorriso e o vosso abraço amigo.

 

Sinto-me assim, feliz e triste. Bem e mal. Contente e infeliz. A vida é assim e o mundo não pára, por isso que este dia corra bem, que o sol brilhe (pelo menos no meu coração, em forma de filhote lindo) e já agora, que eu ande neste mundo por mais uns quantos anos, para ver o meu filho crescer.

 

E já agora, um beijinho especial às minhas amigas virtuais, às quais agradeço o carinho que me dedicam, com os vossos comentários sempre simpáticos no meu blog.

 

 

publicado por era1xeu às 00:00

link do post | comentar | ver comentários (58) | favorito
|
Segunda-feira, 20 de Outubro de 2008

I love your blog

Foi com este miminho que fui presenteada pela Rita, mamã da Luana e do Daniel (www.luanaedaniel.blogspot.com), e pela Mar, mamã do seu Raio de Sol, com um Arco-iris na sua barriga (www.marsolraiodesol.blogspot.com). Prometo que a partir de agora me vou portar melhor com os miminhos que me atribuiem e os vou publicar e distribuir todos!

 

E aqui vão as regras do miminho recebido:

 

1. O vencedor recebe o prémio e poderá colocá-lo no seu blog;
2. Devemos fazer referência à pessoa que nos endereçou o miminho;
3. Enviar o mesmo prémio para 7 pessoas cujos blogs sejam uma inspiração;
4. Deixar um comentário nos blogs seleccionadas permitindo assim que eles saibam que foram presenteados e quem os presenteou!”.

 

O pior é escolher só 14 blogs (fui presenteada 2 vezes, certo, por isso tenho de distribuir pelo dobro dos blogs...), pois eu  todos os blogs que estão nos meus favoritos e que visito. Por isso vou tentar atribuir a blogs a quem nunca dei miminho. Mas saibam que estão todas no meu coração.

 

- Susana & Gonçalo (www.reguila-de-dezembro.blogspot.com)

- Mamã & Eva (www.evarafael.blogs.sapo.pt)

- Mara & Nicole (www.barriga-e-coracao.blogspot.com)

- Teté & Xavier (http://osmilagresacontecem.blogspot.com/)

- Paula & João (www.tatarugo.blogspot.com)

- Sandra & Dinis (www.omeutexuguinho.blogspot.com)

- Teresa & Rafael & Francisco (www.energia-a-mais.blogs.sapo.pt)

- Sandra & Guilherme (www.anossaestrela.blogs.sapo.pt)

- Mamie & G & N (www.mamie2.blogs.sapo.pt)

- Célia (http://ofereco-gps-cegonha-perdida.blogspot.com/)

- Carla & Diogo (www.pedacinho-de-vida.blogspot.com)

- Sandra & Filipe (www.filipeomeufilhote.blogspot.com)

- Maggie & Afonso João (www.desabafosdeesperanca.blogspot.com)

- Claudia & Pimpo & Pimpa (www.pimpo-pimpa.blogspot.com)

 

Ai, ai, eu queria a dar mais, eu queria dar a mais.... 

 

Quanto ao fim de semana, foi calminho. Era para ter ido a Espanha em trabalho e levava o Dinis e o seu papás. Mas afinal foi tudo desmarcado e ficamos por casa. Sábado foi dia de compras e alguma chuva também. Por isso foi com surpresa que o domingo afinal esteve fantástico e deu para ir passear um bocadinho com o filhote. Estava tão bom que deu para andar de bicicleta

 

rebolar na relva

 

correr e saltar

 

e ainda brincar no parque

 

Até encontramos um colega e amigo com a esposa e os 2 filhos, que ainda brincaram com o Dinis, pena ter sido já no final, quando estavamos de partida. Mas o Dinis divertiu-se e ganhou umas cores nas faces, que o deixaram menos pálido. Viva o Sol e o Outono morninho.

tags:
publicado por era1xeu às 22:05

link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
|
Sábado, 18 de Outubro de 2008

O Dinis tá melhor

A febre já desaparaceu e ele até foi para a escolinha, por já estar bem. No entanto está com um ar muito pálido e com pouco apetite. Mas também ainda está a tomar antibiótico e não me parece que a fome volte antes dele acabar.

 

A febre desapareceu em 2 dias e por se ter ido embora tão depressa até fiquei na duvida se ele necessitava mesmo de antibiótico. Uma amiga minha diz que é porque eu comecei logo a atacar desde inicio e por isso a febre se foi com tanta facilidade.

 

Por outro lado encontrei a mãe de um coleguinha do Dinis, depois de o ter deixado na escola. O mundo é muito pequeno, pois não é que andei com esta moça nas aulas de preparação para o parto? A 1ª vez que a vi, pensei logo que a conhecia de algum lado. Mas não me lembrava de onde (eu sou péssima para me lembrar das caras das pessoas...) e foi ela que me disse de onde nos conheciamos. O menino dela é 15 dias mais novo que o JD e disse-me muito bem da escola onde eles estão. Para mim foi optimo ter lá alguém conhecido (tinha referências de outras pessoas mas que tiveram os meninos lá no passado) e ainda por cima a dizer bem.

 

Bem, pois esta mamã disse que o filhote esteve também em casa, com sintomas iguais ao Dinis. A cunhada dele é médica e também aconselhou o antibiótico, o que me deixou mais descansada. Depois disso mais 2 crianças minhas conhecidas estiveram com sintomas parecidos e todas estiveram a antibióticos. Enfim, sendo assim, vamos esperar que ele o esteja a tomar mesmo por necessidade e que durante muito tempo ele não seja necessário...

 

 

Agoras o meu menino já salta, já pula e já corre sem parar. Adoro ve-lo assim mas ainda mais depois de ter estado doente. Tem tido tanta coisa ultimamente que casa dia sem estar doente é uma vitória para mim.

 

Obrigada pelas vossas mensagens sempre carinhosas e por se preocuparem connosco.

 

 

tags: ,
publicado por era1xeu às 12:23

link do post | comentar | ver comentários (22) | favorito
|
Quarta-feira, 15 de Outubro de 2008

Dinis doente :(

Ontem o meu marido teve uma reunião da direcção da associação cultural e deportiva da empresa onde trabalhamos, da qual é presentemente o presidente. Depois fomos jantar com os nossos colegas e amigos, pelo que já regressamos a casa tarde. O Dinis adormeceu no carro, mas quando chegou a casa, por volta das 23h 30m, acordou.

 

Parecia bem disposto e mais animado do que o costume, para a hora em causa, como tal, tive de me deitar ao pé dele para ver se dormia mais depressa. Claro que eu adormeci e quando acordei, por volta das 2 da manhã, achei-o muito quente. Fui logo buscar o termómetro e tinha 38,4º. Fiquei logo preocupada, pois quando ele teve a convulsão, começou tudo assim. Fui logo dar-lhe Ben-u-ron e a febre baixou rapidamente.

 

Escusado será dizer que não dormi nada, pois de meia em meia hora levantava-me para ver se a febre tinha subido.

 

De manhã não tiva febre e apesar de estar um pouco rabugento e ter acordado por volta das 7h 30m, lá o levei para a escola, mas pelo sim e pelo não, dei-lhe o Brufen.

 

Pelas 11h 30m liguei para lá e disseram-me que ele tinha estado muito bem disposto. Falei com ele ao telefone, ao que me disse muito entusiasmado que estava na aula e "ingalês" e que tinha aprendido a palavra "yellow" que queria dizer amarelo. Fiquei mais descansada, podia ser que tivesse sido só de noite.

 

Mas por volta das 16 horas ligaram a dizer que ele tinha febre e a perguntar se lhe podiam dar Ben-u-ron. Eu disse que sim e pelas 17 horas o meu marido foi busca-lo. Estava bem disposto, sobre o efeito da medicação, mas pelos volta das 20 horas começou a ficar muito prostrado e a quaixar-se da garganta. Espreitei e vi que estava muito vermelha e inchada.

 

Não valia a pena esperar mais. Se era da garganta, não passava sem antibiótico. Chamei o médico a casa e ele confirmou que era da garganta. O JD portou-se muito bem mas pediu para o médico não usar a espátula. O que vale é que a maior parte dos médicos já não a usam, utilizam uma lanterna potente e ve-se bem o que se passa.

 

Resultado: antibiótico de 8 em 8 horas, Ben-u-ron e Brufen, de 8 em 8,alternando entre si; e ainda mamã ficar em casa com o filhote!

 

Começa cedo, este ano. Mas pensando bem, o ano passado, no dia do meu aniversário, o Dinis ficou doente. Eu gosto de tirar uma foto com ele nesse dia e depois vou comparando de uns anos para os outros, mas o ano passado não o pude fazer, por ele estar doente.

 

Enfim, espero que fique bem em breve, mas durante os próximos tempo, quando ele tiver febre, fico aflita e muito atenta, com medo de nova convulsão.

 

 

 

 

 

tags:
publicado por era1xeu às 11:58

link do post | comentar | ver comentários (31) | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Outubro de 2008

Blog sortudo

Muitos e muitos miminhos me são atribuidos,os quais eu agradeço desde já a todas as meninas que mos atribuiram, pois significa que gostam deler o nosso blog e não se esquecem de nós. E peço-vos já desculpa por não os colocar todos aqui, mas acreditem que acabo por me perder a quais recebi e quem mos deu....

 

Ultimamente fui presenteada por várias meninas, com este miminho:

 

 E sem duvida que este miminho se aplica na perfeição ao meu blog. Porque é um blog que me agrada manter e alimentar com o que me vai na alma, porque recebe muita visitas vossas e muitos comentários simpáticos, pelo que que dizer que vocês gostam do que leêm e voltam para saber novidades e porque a minha principal inspiração para o manter é o milagre da minha vida e que me faz sentir a pessoa mais sortuda do mundo.

 

Obrigada por estarem ai desse lado e a todas vocês que me visitam, dedico este miminho, do fundo do coração.

 

RESUMO DO FIM DE SEMANA

 

Este fim de semana foi calmo. Pensava que ia ter de trabalhar mas afinal não foi preciso, provavelmente vai ser no próximo.

 

Sábado foi dia de ida à FIl ver a exposição da INTERCASA. Ia na esperança de encontrar ideias engraçadas para a minha casa mas confesso que vim um bocadinho desiludida. Sou vi 2 ou 3 coisas de jeito e o resto era para quem tem muito dinheiro ou com gostou um pouco excêntricos.

 

O JD esteve nas suas 7 quintas, pois adora este tipo de coisas. Máquinas de lavar, fogões, televisões, engenhocas com botões, torneiras e tomadas, tudo isso é o máximo para ele. Não parava de correr de um lado para o outro e conquistava toda a gente com o seu bater de pestanas. As meninas dos stands queriam sempre dar-lhe alguma coisa...

 

Depois fomos jantar com os nosso amigos que nos fizeram companhia, mas a horas bem pouco decentes. O que vale é que lhe tinham dado muitas goloseimas na Feira (para mal dos meus pecados, pois assim torna-se dificil controlar o seu consumo...) e também comeu um pedaço de pizza que lá lhe deram.

 

Domingo o tempo este muito triste, por isso fomos só jantar a casa dos meus sogros e regressamos, o que até me deu jeito, para fazer algumas arrumações.

 

 

(esta foto ilustra a paixão dele pelas novas tecnologias, adora telemóveis e sabe fazer tudo e mais alguma coisa com eles; gosto pouco que ele lhes mexa tanto, mas como raramente é para telefonar, ou seja, poucas vezes o encosta à cabeça, penso que não é mau de todo...)

 

 

 

publicado por era1xeu às 23:30

link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
|
Sexta-feira, 10 de Outubro de 2008

A 1ª carta de amor do João Dinis

Na 4ª feira ao fim do dia, quando estavamos já prontinhos para dormir, o Dinis disse-me:

- Mamã, preciso da tua ajuda...

- Diz lá, filho

- Hoje quando me levaste à escola fiquei a chorar muito. Depois fui para a sala de brincar chorar à vontade...

- E estavas sozinho?

- Não, estava ao colo da P. (uma das educadoras).

- Ainda bem e mesmo assim não paraste de chorar?

- Sabes, a J. que é da sala dos meninos da 1ª e 2ª classe levantou-se da mesa dela, veio ter comigo e disse: "João,não chores que a mamã já tem vem buscar, daqui a um bocado" e eu deixei de chorar sozinho!

- Muito bem, filho, fizeste muito bem, chorar para quê? Tu sabes que a mamã ou o papá te vão buscar sempre... A J.foi muito querida, não foi?

- Sim e por isso eu queria escrever-lhe uma carta a dizer que ela foi muito querida e fofa e linda...

- Calma, filho, também não vale a pena exagerar, mas a mãe ajuda-te a escrever qualquer coisa, está bem? Agora toca a dormir!

- Está bem, mãe, mas não te esqueças da nossa conversa amanhã, está bem?

 

De manhã, a 1ª coisa que perguntou quando acordou, já no carro a caminho da escola, foi:

-Mãe, lembras-te o que eu te disse ontem, quando estava a dormir?

- Sim, lembro...

- Então dá-me lá um papel e uma caneta para eu escrever a carta à J.

 

Dobrei uma folha A4 2 vezes e por fora ele escreveu o nome da menina. Lá dentro, pediu para eu o ajudar a escrever "Obrigada - Beijinho - De: João Dinis". Perguntou as letras das 2 1ºs palavras e o resto escreveu ele.

 

Ia todo contente, a caminho da escola, com a carta na mão, mas de repente lembrou-se:

- Ó mãe, como é que eu lhe dou a carta?

- Pedes ajuda à professora, eu não vou lá estar contigo...

- E se os meninos se riem de mim?

- Eles costumam rir de ti?

- Não...

- Então porque haviam de rir, não vais fazer nada para eles se rirem...

 

E pronto, lá foi o meu filho com a sua 1ª carta de amor. Achei tanta piada, este meu filho tem umas ideias tão giras! Vai ser fresco com as meninas, vai ser sim

 

Ao fim do dia, vinha todo contente, com uma carta que a menina lhe tinha dado, em resposta à dele, veja o que ela escreveu:

 

(por fora)

 

(por dentro)

 

 Acabou bem a 1ª história de amor do meu menino. Estou a ver que ele gosta de meninas mais velhas  . Achei esta história tão gira e senti uma ternura tão grande pela atitude do meu filho, ele ficou tão agradecido à menina, por ela o te consolado, apesar de nem ser da salinha dele, que lhe quis fazer um mimnho. Um doce, este meu filho, não acham? E quem resiste a esta carinha linda???

 

sinto-me:
tags: ,
publicado por era1xeu às 23:11

link do post | comentar | ver comentários (29) | favorito
|
Quarta-feira, 8 de Outubro de 2008

Acabou o estado de graça

Eu sabia que era sol de pouca dura. O estado de graça da escola nova acabou. A rotina instalou-se e se é coisa que o meu filho pouco aprecia, é rotina.

 

Por isso ontem, quando o pai o foi levar, ficou a chorar. Hoje foi comigo. Eu bem fui à sala dele para ver uma imagem que ele me queria mostrar e o cabide onde ele pendura as coisinhas dele. Eu bem o ajudei a vestir a bata e a preparar-se para ir para o pe dos outros meninos. De nada serviu.

 

Foi aompnhar-me à porta, como faz todos os dias, e queria sair comigo. Agarrou-se à minha perna a chorar, a dizer que queria a mamã e tive de o arrastar à força para dentro da escolinha.  Ficou a chorar, ao colo de uma das educadoras e mesmo quando foi à janela dizer-me adeus, ficou lavado em lágrimas.

 

Custa-me tanto deixa-lo assim na escola. sei que é bem tratado, que se calhar eu ia ao fundo da rua e já estava tudo bem. Que ele até gosta de lá estar e fala com entusiasmo da escola, do qu por lá se passa e conta aventuras dele e dos colegas.

 

Mas saio de lá triste, infeliz, a chorar por dentro. O meu coração de mãe diz-me para o ir buscar, abraçar e mimar até parar de chorar, ou seja, o dia todo

 

Já no outro infantário era assim, tinha dia de choradeira, tinha outros que ficava bem. Nem a promessa de o ir buscar cedo e de irmos à piscina ao fim do dia, o fez acalmar.

 

Todos gostam dele, até a professora da 1ª e 2ª classe já fala com ele e se mete com ele quando o vê, pois ele já quer ia para a sala dos mais cresidos, até lhe telefona a brincar a pedir para ir para o pé dela.

 

Ainda ontem me pediu para levar uma tatuagem na barriga, pois os outros meninos tinham também (a educadora diz que não sabe de nunhum menino com tatuagens nesse sitio...) e lá ia todo contente a exibi-la. Por isso parece-me que não está mal por lá. Então porque fica a chorar? É o 3º ano que fica numa escola, sem estar comigo ou com a avô o dia todo, não seria já altura de ele se habituar?

 

 

A educadora disse que ele era um menino muito especial. Gostava de brincar com um ou outro menino mas não gostava de muitas confusões. Quando os outros espalhavam os brinquedos no chão e estava a brincar todos junto, ele afastava-se sempre e optava por brincar com outra coisa sozinho.

 

Eu sei isso, tenho-o constatado. Gosta de brincar com outras crianças mas só 1 ou 2. Tudo o que seja mais do que isso, ele deve achar uma multidão e afasta-se. Não sei se isso é bom ou mau, é a maneira de ser dele.

 

Disse também que ele não faz praticamente desenhos, só quer fazer letras, palavras, escrever coisas. Ele está muito, muito interessado em escrever e ler. Foi um maravilhoso mundo novo que se abriu para ele, no qual todas as letras e palavras afinal tem uma razão de ser e um significado qualquer. Identifica e escreve todas as letras do alfabeto, desde que sejam letras de impressa e também já identifica a maioria das letras mais pequenas. Ainda acha estanho que certas letras posam ser feitas de maneiras diferentes, mas até a isso acha piada e aceita como uma espécie de desafio.

 

Já "lê" e identifica algumas palavras como "mamã, papá, pápa, novo, pizza, João, Dinis, não, sim, avô, avó". Um papel e uma caneta são essenciais para onde quer que vá. Tenta escrever e reproduzir todas as palavras e letras que vê (como se isso fosse possivel...) mas tem um optima memória, pois vê uma palavra, fixa as letras e vai escrevendo ao longo do caminho.

 

Também não sei se esta tendência é boa ou má. Acho-o ainda pequeno para este tipo de coisas, mas não consigo nem quero refrear a curiosidade dele pelas letras e pela escrita. Tenho é medo de quando chegar à escola a sério e se já tiver aprendido essas coisas, que perca o interesse pelas aulas. Os vossos filhotes são assim?

 

 

 

tags:
publicado por era1xeu às 20:16

link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito
|

.Nome baby

Wizard Animation

.A minha familia

Pyzam Family Sticker Toy
Get your own Family Sticker Maker & MySpace Layouts.

.links

.subscrever feeds

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis