.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis

.arquivos

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.Prémio que ganhei

.Contador

visitas

.Relógio

blogs SAPO

.subscrever feeds

.My Baby

Lilypie 5th Birthday Ticker

.Adopção

Lilypie Waiting to adopt Ticker
Segunda-feira, 28 de Julho de 2008

O baptizado do primo

O meu menino está mesmo quase, quase bom. Ainda vai amanhã à fisioterapia mas o senhor que trata dele diz que acha que deve ser a ultima vez. Que alivio senti, quando ele me disse isto, nem imaginam!

 

Como tal este fim de semana tivemos o baptizado de um primo do Dinis, que tem 22 meses de idade. Foi às 4 da tarde, o que não é habitual, costuma ser de manhã. Por isso as crianças, incluindo o meu filhote, já estavam com vontade de dormir a sesta. De qualquer maneira, depois da cerimónia propriamente dita, fomos tirar fotos. Vejam se o meu filho não ia lindo:

Ok, Ok, eu digo sempre isto, mas que querem, sou mãe galinha a 200% e depois destas confusões com o meu filho, não me canso de olhar para ele e de dar graças a Deus por ele ser um menino saudável. Agora vejam uma foto de nós os 2, que acham, ficamos bem juntos?

Farou-se de bincar no sitio das fotos, correu, saltou, faz montinhos de areia, encheio os olhos dela e correu atrás dos patos e dos cisnes. Depois teve de ir lavar as mãos a esta fonte:

E qual foi o resultado? Esse mesmo, fico todo molhado. Não, molhado não, encharcado, de ter de se torcer a camisa... E eu que não lhe tinha levado mais nada. Tive de lha tirar e andava a correr por lá assim:

Sexy, não? Nem por isso... Coloquei a camisa nas traseiras do carro, para secar e quando chegamos ao café onde havia a comidinha, ele já ia a dormir. Tive de lhe vestir um casaco, pois a camisa ainda não tinha secado. Passado uma hora e meia lá acordou ele, meio rabugento. Depois foi animando e acbou por comer bem. Mas teve um ataque de ciumes quando o primo esteve no meu colo mais tempo do que ele achava ser de bom tom... Ora bem, a mãe é dele e não é para patilhar com mais ninguém, pelo menos assim tanto tempo!

 

Feliz ficou quando bolo de baptizado foi posto na mesa, não saiu mais de ao pé dele:

E fomos para casa quase à meia noite. Em Setembro temos outro, de mais um primo do Dinis. Casamento há poucos, quase todos os mais velhos estão casados e os mais novos, ainda não tem idade para isso. Por isso, venham os baptizados, que nós gostamos!!!

 

No domingo o Dinis andou a correr pela hora do avós e a apanhar caracois com um pucaro. O tempo estava mais ranhoso mas ele não se importou! Até que ficou com os pés cheio de terra e achou por bem ir tomar uma banhoca com a mamã.

Almoçar e regressar a casa, que já chegava de passeio! Foi pois um fim de semana que correu bem, sem confusões nem stress. Espero que venham muitos assim, estou a precisar de um pouco de calma e sossego na minha vida.

 

Beijocas e boa semana!!!!

 

 

tags:
publicado por era1xeu às 16:11

link do post | comentar | ver comentários (35) | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Julho de 2008

Quase a 100%

É assim que está neste momento o meu menino, quase a 100%. Ontem fomos ao hospital de novo, pois a fisiatra que o tinha examinado queria ve-lo, para perceber como estava a evoluir o entroese. Felizmente ela achou que ele já estava bem melhor, o que me deixou muito apiviada e feliz. E ele também. Não pára um segundo, sempre aos pulos, ainda mais do que o habitual, porque se deve sentr feliz por se sentir bem.

 

À tarde telefonei ao pediratra e a senhora de recpção disse que o médico tinha ficado muito preocupado quando examinou pela 1ª vez, pois se ele tivesse um hematoma no pescoço, tinha de ser operado, o que era muito chato porque mexias com tendões e afins, sendo que a recuperação era extremamente complicada e na maior parte nunca a 100%. Imaginem o que eu senti, um frio na espinha e uma gratidão enorme por tal não ter acontecido.

 

Podia pois ter sido pior, muito pior. De qualquer maneira ele continua na fisioterapia particular. mal não lhe faz e é uma pessoa de confiança. Hoje volta lá e eu estou sempre a dizer-lhe para fazer exercicios e movimentos com a cabeça, conforme me foi ensinado pelos especialistas.

Esta imagem ilustra o que penso, que um anjo esteve do lado do meu menino e o protegeu, pois as consequências de uma brincadeira podiam ter sido muito, mas mesmo muito graves.

 

A busca por outro infantário claro que está a ser infrutifera. Nesta altura as inscrições estão fechadas e ou tinha a sorte de haver uma desistência, ou tinha de ter uma cunha muito grande. Por isso vou acomulando telefonemas e vou inscreve-lo em todos aqueles que o aceitem, com o intuito de ficar em lista de espera, quem sabe se não entra no próximo ano...

 

Uma beijoca, bom fim de semana e para vocês que estão ai desse lado, esta mensagem especial:

tags: ,
publicado por era1xeu às 16:00

link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Julho de 2008

Um pouco melhor...

Lá fui eu ontem para o hospital onde o pediatra do Dinis dá consultas. Ele foi um amor, foi logo ter connosco, encaminhou-nos para fazermos a inscrição e arranjou maneira de lhe fazerem lá a ecografia ao pescoço.

 

Felizmente não tem nenhum hematoma e apenas me perguntaram se ele tinha estado doente à pouco tempo, pois tinha os gânglios do pescoço um pouco inflamados. Portou-se tão bem, o meu menino... Muito quieto e muito atento, sem se queixar nem dizer nada. De vez em quando olhava para mim e fazia um sorriso, para me sossegar, com um arzinho de "está tudo bem, não te preocupes...". Acreditem que essa carinha inocente dele me ficou gravada na mente, como algo doce e quase etéreo, parecia um anjo, a sério, parece um disparate mas tinha aquele ar de anjo que se vê nos quadros e nos filmes...

 

Fomos depois para a consulta com a fisiatra e ai foi um pouco pior, pois ela para ele se distrair, fez a marquesa mexer com o comando e ele em vez de achar piada, ficou cheio de medo de ver a cama a mexer sozinha e começou a chorar. Só mesmo este meu filho...

 

Mandou continuar com a mesma medicação e e ensinaram-me algumas massagens que lhe devo fazer para ajudar a relxar os musculos do pescoço e a ter um posicionamento correcto do pescoço de novo.

 

Pelo sim e plo não hoje vou a um fisoterapeuta amigo de um colega meu, pelo menos ouço outra opinião, certo? Mal não faz....

 

5ª feira volto ao hospital, para a fisiatra o observar de novo, para ver se está melhor e só nessa altura se verá se ele tem mesmo de fazer fisioterapia ou não.

 

Não é fácil fazer-lhe massagens. Ele gosta pouco de estar quieto. Tento distrai-lo com um desenhos animados na tv, mas nem sempre é tempo suficiente. Também coloco o saco de gel quente e ele isso deixa, até acha piada...

 

Vamos ver o que vai sair daqui. Hoje jé estou mais animada por o ter visto um pouco melhor onde, o meu desespero era que ele não melhorava e tinha medo que ele ficasse com a cabeça de lado. Toda a gente ficava a olhar para ele, como se ele não fosse normal e na verdade fazia alguma impressão, até a boca lhe custava a abrir e babava-se muito por ter a cabeça de lado.

 

Foi um susto, um susto muito grande e ainda não estou descansada a 100%. Mas o meu coração de mãe está um pouco mais calmo. Menos aflito. Menos perdido. Que Deus me ajude e devolva a saude ao meu filho rapidamente.

 

Obrigada a todas as pessoas que se preocparam comigo. Agradeço muito, sem duvida que o vosso carinho e preocupação mais uma vez me ajudaram neste momento dificil. E para vocês, aqui fica o sorriso mais lindo do Mundo (pelo menos para mim é).

 

tags:
publicado por era1xeu às 16:11

link do post | comentar | ver comentários (35) | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Julho de 2008

Mãe aflita

Foi assim que me senti quando o pediatra examinou o meu filho e disse algo no género:

- Bolas, o que o seu filho tem aqui e nunca tinha visto numa criança tão pequena!

E ficou meu perdido, sem saber bem o que fazer e dizer sobre o assunto. O meu medo cresceu e tranformou-se em pânico. Ele é um médico muito experiente, chefe de pediatria num grande hospital e dizer aquilo, não me descansou nada.

 

Por fim disse que queria uma ecografia e que ele fosse visto por uma fisiatra, pois sem fisioterapia, o entrose não ia ao sitio. Disse tmabém que foi motivado por uma pancada bem forte e que provavelmente tinha um ematoma, razão pela qual queria que ele fizesse uma ecografia.

 

Combinou que ia ter com ele amanhã, por volta das 9h 30m ao hospital, para falarmos com a fisiatra de lá, que era muito boa. Mesmo que ele não possa fazer a fisioterapia, recomenda quem de confiança para a fazer. E telefonou para ela ali mesmo, para combinar estratégias.

 

Ao ver-me tão aflita disse que tudo se ia resolver mas que fizemos bem em lá ter ido rapidamente, pois se demorasse muito tempo os musculos podiam ficar rigidos e seria complicado ele voltar a endireitar o pescoço, acreditam nisto?

 

Ele chorou o caminho todo para casa e eu aflita, sem saber como o acalmar. Em casa, li-lhe histórias, vimos DVD's e comemos bolachas. Lá o consegui acalmar a fazer com que comesse um prato de sopa e de pacotinhos de fruta passada, não foi mau para quem até tem dificuldades em abrir a boca, por causa da postura do pescoço.

 

A sério, estou muito chateada com a escola. A auxiliar, que estava com ele quando aconteceu o "acidente" jurou a pés juntos que o cinzeiro não estava lá na 6ª feira. Mas estava hoje de manhã, que eu tirei esta foto:

 

Tentou também convencer-me que era impossivel eles terem brincado junto ao caixote, mesmo que ele lá estivesse. Mas admitiu que ele chorou muito mas não lhe disse porquê. Ora vejam, lá se o objecto do crime não se coaduna mesmo com a lesão do meu filho. Ele não bateu com a cabeça nem com os ombors, só pode ter sido numa objecto deste género. Vejam onde eles brincam agora, por estar em obras o recreio normal:

 

Acham que tem condições? Acham que elas podem garantir que os meninos não passam para o lado de cá? Perdi toda a confiança na escola. Sei que estas coisas acontece, mas o próprio pediatra me disse que depois de tantos "acidentes" o melhor era muda-lo de escola. Mas para onde, nesta altura do ano? Que escola o vai aceitar agora? E onde? Na zona do meu emprego é tudo tão dificil..... Alguém conheçe um infantário que aceite crianças de 3 anos, para o próximo ano lectivo??????

 

A escola diz que paga todos as despesas de saude do meu filho, pois ele tem seguro escolar, mas o que eu quero mesmo é que ele fique bem. Se encontrar outra escola que o aceite, deixo-o estar lá até ao fim de Julho e não digo mais nada, em Setembro começava noutro lado.

 

Rezem pelo meu menino, para que amanhã as noticias sejam boas, pois desconheço as implicações que um hematoma interno na zona do pescoço possa ter.

 

tags:
publicado por era1xeu às 22:46

link do post | comentar | ver comentários (29) | favorito
|

Um fim de semana para esquecer

Na 6ª feira sai cedo do emprego, pois havia um lanchinho de fim de ano na escola do Dinis. Os papás e as mamãs levavam comida e bebida e estavamos todos ali um bocadinho no convivio. Estava um calor terrivel, quase nem se conseguia respirar numa sala cheia de crianças, mães, pais e outros parentes. Por isso e porque queriamos ir para a terra da minha mãe cedo, demoramos lá pouco tempo. No fim entregaram uma pasta com os trabalho que o meu menino tinha feito ao longo do ano. Aqui está ela e alguns dos trabalhos por ele executados:

Estão a ver os litros de baba que eu deitei, orgulhosa como os trabalhos que o meu rebento tinha feito.

 

Quando fomos para o carro, ele queixou-e que lhe doia o pescoço. Quando perguntei o que se passava, respondeu que a namorada lhe tinha entalado o pescoço no caixote do lixo, no sitio onde brincavam no exterior. Vejam só a ideia da escola, tem o pátio onde as crianças brincam em obras e eles agora tem de brincar no empedrado. À 15 dias veio com um braço todo esmurrado e ainda agora tem lá a marca, não sei se não vai ficar para sempre... Porque não fizeram as obras durante o m~es de Agosto, quando a escola fecha????

 

Não liguei muito, são crianças, beincam, magoam-se. Ele disse que não tinha chorado, logo achei que não lhe tinha doido muito. Ao fim e ao cabo, ele anda sempre escamoqueado, fezes demais, penso eu agora. Foram arranhadelas na cara, um olho negro de uma cabeçada, que originou deitar montes de sangue pelo nariz, a esfoladela grande no braço e agora isto.

 

Pelo caminho foi-se queixando e ficando cada vez mais rabugento.Deixamos os meus sogros na casa deles e fomos para a terra da minha mãe, cujas festas se realizaram este fim de semana. São organizadas pela minha familia e nós gostamos de ajudar, eu geralmente fico na caixa e o meu marido ajuda ao balcão, a servir bebidas, coisa que ele acha engraçado. Aqui está o meu filho a comer um arroz doce na festa.

 

Pouco jantou, sempre a rabujar e cada vez a caixar-se mais do pescoço. Acabou por ficar com ele muito rigido, sempre virado para o lado direito. Só queria andar ao colo e miminhos, não queria mais ninguém a não se a mim e nem aos familiares que conhecia bem, queria falar.

 

Fiquei preocupada, não o podia deixar durante a noite assim, por isso toca a ir ao hospital da zoan, onde chegamos por volta da meia noite. Foi logo chamado mas entretanto, adormeceu. Fizeram a triagem e como era no pescoço, foi logo à médica que lhe mandou fazer um raio x para ver se havia lesões. Falei na meningite, algo que me provoca pânico, mas ela disse que isso é viral e não por se dar uma pancada.

 

Fez o raio x e tive de o acordar, pois tinha de estar em pé. Não foi fácil, tive de o fazer caminhar meio a dormir e chorou o tempo todo. O médico achou que ele não a ia conseguir fazer, mas só depois percebi que achava que ele não se conseguia mover. E que se fosse filho dele não o tinha feito, pois se tivesse lesões na coluna ou no pescoço, não mexia os braços nem as pernas (o que ele pensou que era o que se passava, por ele estar a dormir). Bem, mas estava feito e até achei tudo muito rápido.

 

O pior foi depois. Devem ter visto que não era nada de grave e teve de aguardar quase 3 horas para ir ao ortopedista, poiis para nossa azar, havia muita gente com braços e prnas partidas.

 

Já passava grandemente das 3 da manhã quando nos chamaram e o médico nos disse que estava tudo bem com a coluna e o pescoço e que era um entrose, muito vulgar nas crianças. Deu-lhe um clister para relaxar os musculos e mandou tomar outro na noite seguinte. Nessa altura o meu menino acordou mas bem disposto. Também disse para tomar Ben-u-ron e Brufen, por pausa das dores, de 4 em 4 horas, entrecalados os 2. Ainda devia demorar umas 72 horas a passar, mas quando ele já não se queixasse das dores, para deixar de lhe dar os análgésicos.

 

Com tudo isto ele acabou por acurdar, mas bem disposto. Pediu água, mas a máquina estava estraga a e bebeu um sumo. Fomos à procura da farmácia de serviço mas não tinha os remédios que eu necessitava. Fomos para casa, descansar um bocadinho finalmente. deitamo-nos quase às 5 da manhã e às 8 ele acordou e pediu para ir para a minha cama. Fui busca-lo mas já pouco dormi.

 

Sábado, dia de almoço em casa dos primos, com umas 20 pessoas. Muito rabuhento sem querer falar, comer ou brincar com os primos. Deu-lhe o sono e dormiu 5 minutos. Acordou mais bem disposto e voltou a dormir a sesta por volta das 5 horas, dormiu 3 horas.

 

Como estivesse mais animado, fomos para a festa. Brincou e correu até se cansar. Foi dormir por volta da 1 da manhã. Quando acordou, ficou feliz por o pescoço não lhe doer, mas conforme o dia avançou, foi começando a queixar-se de novo.

 

Hoje a mesma coisa. Acho que vou ao pediatra para ver o que se passa. sei que estas coisas demoram a melhorar, mas tenho medo que ele ganhe este jeito, assim com o pescoço de lado, ora vejam nesta foto:

Quando o fui levar à escola falei com a educador e disse que estava muito chateada com elas. Como é possivel ter um cinzeiro podre e abandonado na área onde as crinças brincam? E porque não fizeram as obras no recreio em Agosto, mês em que as escola está fechada? Querem ir todos de férias?

 

Estou muito aborrecida, a sério que estou. A segurança do meu filho é essencial e senti que está em risco. Vou a pediatra com ele e vou entregar na escola para me pagarem. Afinal pago seguro, não é?

 

A sério, eu não queria nada que este blog fosse um muro de lamentações, mas sinceramente, já chega de arrelias na minha vida, não acham? E nem vocês sabem tudo. Partiram um vidor ao meu carro á 15 dias, o meu marido anda com um torcolho no olho que até teve de ir ao oftalmologia, não consigo vender a minha casa e até a licença de construção da casa nova não nos querem renovar....

 

Mas de tudas as coisas, o que me preocupa mais é a saude do meu filho. Quando não é a tosse é o sangue que deita pelo nariz. Ou então algo de novo, como este entorse agora.

 

Quando regressei a casa ontem, fartei-me de chorar. Estava uma pilha de nervos, não me conseguia controlar, mas que mal fiz eu na vida para mereces estes tormentos todos???? Bem preciso de boas noticias, de algo bom na minha viad, senão a minha sanidade mental corre sérios riscos de se aguentar como deve ser. Desde que a minha mãe morreu, faz em Agosto 2 anos, que a minha vida anda virada de pernas para o ar.

 

Que venha um fase boa e depressa, por favor, por favor, por favor!!!!!

 

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por era1xeu às 12:15

link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Julho de 2008

Fim de semana fora de casa

Apesar de o fim de semana já lá ir à alguns dias, não queria deixar de contar o que fizemos durante o que já passou.

 

Na 6ª feira o meu filhote foi passar o dia a casa da minha tia, irmã da minha mãe. Também lá estava o meu afilhado de quase 12 anose ele portou-se muito bem. A minha tia adora te-lo por lá, mas só quando o neto está de férias lhe dá jeito. Assim, sempre que há ferias escolares, o Dinis vais passar pelo menos um dia a casa da tia. E nós ganahmos o jantar, quando o vamos lá buscar, ao fim do dia. .

 

Sábado foi um dia pouco simpático, com sol mas muito, muito vento. Fomos almoçar a casa dos avôs do Dinis e ainda demos um saltinho a um parque infantil. Ma snão deu para ficar muito tempo, porque o vento era tanto que quase iamos pelo ar! Resolvemos então ir antes comer uma belos de uns caracois que a minha sogra tinha feito e sempre estavamos mais abrigados.

O domingo foi passado em casa de outra tia minha, que é casada com um dos meus tios, irmão da minha mãe. Almoçamos e jantamos por lá e ainda dei um saltinho ao cemitério, para colocar umas flores na campa da minha mãe, já que a minha tia tinha o jardim cheio de lindos malmequeres brancos.

 

Estive com a minha prima que está gravida de 16 semanas e ela ainda não sabe o sexo do bebé. Tem já um menino de 6 anos, um doce de criança, e claro que agora queria uma menina, mas o médico disse que lhe pareceu ser um menino, sem certezas. Perguntei se queria a roupa do Dinis, visto ela me ter dado tanta coisa do seu menino e que me tem feito muito, muito jeito. Disse que sim e perguntou porque eu a ia dar, pois queria mais filhos. Contei-lhe que estou sem forças para tentar de novo e que os milagres acontecem sempre aos outros. Ficou triste e sei que é sincera. A minha tia, por outro lado, sempre achou que eu estava bem só com o Dinis. Como já não tenho a minha mãe para me apoiar, ela acha que assim estou melhor. Sei que ela tem razão. Vê as coisas de uma prespectiva em que penso muitas vezes mas não quero ver. Sei que a minha vida nunca mais ia ter sossego com outro filho, com outro bebé cá em casa. Mas sempre achei que tudo se consegue com boa vontade. Que não ia ser por isso que o amor e a felicidade iam faltar na minha casa.

 

Não sei o que me espera, a vida dá muitas voltas. Tratamentos, como me fato de dizer, não faço mais. Milagres, pois, já tive o meu, não acredito que um raio caia 2 vezes na mesma casa. Mas sou feliz. Tenho o meu filho e amo-o cada dia mais, mais e mais. Vou pois ser feliz com o que tenho agora. O amanhã, logo se vê quando lá chegarmos.

 

publicado por era1xeu às 16:36

link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Julho de 2008

Consultas médicas

Com toda a atribulação do meu tratamento para tentar ter mais um filho, nem vos contei como correu a minha consulta do IPO de Lisboa.

 

Confesso que vim de lá um pouco desiludida, pois esperava um pouco mais deles. Começei por ser atendida por uma enfermeira que explicava cada passo do que fazia a uma médica estagiária. Ouviu a descrição de todos os meus familiares que tinham tido algum tipo de cancro na minha familia a acreditem que tal demorou algum tempo...

 

Depois de esperar um pouco, fui recebida por uma médica que me disse que o risco que eu corria era muito idêntico a qualquer pessoa da população portuguesa, pois apesar de ter muita gente na minha familia com cancro, eram tudo cancro de tipo diferente, por isso era coincidência. E que a unica coisa que recomendavam, era que fizesse o exame aos intestinos, não depois dos 50 anos mas sim depois dos 40, mas sem grande stress. Escreveu uma carta para o meu médico de familia (que não tenho, claro) e que já nem sei onde coloquei. Disse também que não tinham dispinibilidade para me fazerem o exame e que fosse com a carta pedir a requisição a um médico qualquer, por não ter médico de familia.

 

Ok, vocês podem dizer que eu devia era ficar aliviada. Mas se querem que vos diga, acho estranho ser coincidência e não ligarem nada ao meu caso. reparem, tenho na minha familia mais chegada, e por mais chegada considero tios e primos, cancro no estômago, esôfago, no sangue, no pancreas e nos ovários, para não falar no meu pai que faleceu de cancro na prostata e a minha mãe com cancro nos intestinos. Sim, eles é que são os médicos. sim, eles é que são os especialistas. sim, eles é que lidam com estes casos todos os dias, mas não fiquei descansada, que hie-de fazer???? Continuo a sentir que tenho um alvo na testa. E quero estar enganada, quero mesmo muito! Pois quero ver este menino lindo crescer e se possivel, como diz uma tia minha, já que não consegues ter mais filhos, que venham os netos...

 

CONSULTA DE ALERGOLOGIA DO DINIS

 

Bem, e já que estamos a falar de consultas, vamos à de alergologia do Dinis. Começamos por apanhar uma grande seca, quase 2 horas à espera... E sabem bem como é dificil manter uma criança controlada, com a idade do meu filhote. Mas ele até se portou bem e fez amizade com quase todas as pessoas que estavam na sala de espera. Digo quase toda a gente, porque a mãe da unica criança que lá estava, não a deixava brincar com ele, acham isto normal????? A menina bem queria mas ela puxava-a para um canto e não deixava. Fazia um ar que parecia que o meu filho tinha sarna, olha que isto há com cada uma....

 

Bem, vamos ao que interessa. O Dinis gostou muito da médica, uma moça nova que me tinha sido recomendada pela Sara, mamã da Matilde, e que é muito simpática. Ofereceu-lhe um balão com autocolantes e um cãozinho em miniatura, o que ele achou o máximo. Além disso não utilizou a espátula para o examinar, o que o deixou deveras satisfeito.

 

Pelo exame do nariz e pelos sintomas que descrevi, disse que ele tinha rinite. A comichão no nariz, o esfregar de olhos constante e a narina direita mais vermelha aponta para essa situação. Por outro lado a tosse pode ser alérgica ou ser sintoma de asma. Isto é que me assustou. Não tenho ninguém proximo na familia com asna, mas alguém tem de ser o 1º, certo?

 

Para já vai fazer um tratamento durante 1 mês com:

- Zyrtec

- Nasomet Aerosol Nasal (isto é o pior de tudo, ele detesta coisas no nariz...)

- Singulair Junior - pastilhas

 

Alguém conheçe estes medicamentos, excepto o Zyrtec, que eu já lhe dava??? Depois para durante uma semana e faz os testes das alergias no dia 1 de Setembro. Ai, ai, picas nos braços, vamos ver como corro e como são os resultados. Logo no 1º dia de aulas e de trabalho, vai passar por uma prova de fogo, espero que não custe muito.

 

 

 

 

tags:
publicado por era1xeu às 17:49

link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito
|
Terça-feira, 8 de Julho de 2008

Praia e festinha da escola

Tal como vos tinha dito, no sábado foi a festinha de fim de ano da escola do meu menino. Correu muito, muito bem e ele gostou imenso. Começou por volta das 16h 30m e não imaginam o esforço que fiz para ele não adormecer... Tinha alguma piada ficar em casa a dormir!

 

A primeira actuação dos dos bebés da creche, que se portram muito bem e estiveram muito sossegadinhos a ouvir a musica. Depois, lá vinha o meu menino para cima do palco. Uns atrás dos outros, em grupos coloridos, lá iam os meninos fazer o seu nº. E o meu pimpolho ia assim:

Houve uma pequena peça de teatro, em que o tema era "As Cores da Vida" e os mais velhinhos iam dando o ar da sua graça, enquanto os pequeninos como o Dinis, ficavam sentados e assenavam as fitas, conforme as cores que estavam a ser ouvidas.

Por fim cantaram a canção que o Dinis tanto tinha falado e me obrigou a decorar para cantar também na festa. Cantaram 2 vezes e o meu menino cantou-a a plenos pulmões. Não posso colocar aqui o video nem mais fotos, porque outros meninos estão presentes, como tal não quero expor a sua imagem. Mas pode ser que ele concorde em a cantar em privado e vou tentar colocar o video aqui, está bem?

 

Correu muito bem a festinha e achei que estava bem organizada. E para o JD teve um sabor especial, pois contou com a presença dos padrinhos e da tão querida Pipa. Para festejar, depois fomos comer caracois.

 

Domingo foi dia de praia e apesar do tempo estar um pouco ventoso e com menos calor que nos ultimos dias, o meu menino não dispensa fazer uns castelos na areia.

A bandeira estava vermelha e o meu menino já aprendeu que quando é assim só se pode molhar a ponta dos dedos dos pés. Mas não fez mal, fomos só buscar um balde de água e depois ficamos na areia a brincar e ele, como menino crescido que é, fico 30 segundos deitado na toalha... Veja só esta foto, não é diga de um modelo fotográfico?

PRAIA COM A ESCOLINHA

 

Devido a todas as confusões do faz tratamento, ansiedade, não resulta = tristeza, não vos chegeuei a contar como correu a praia com a escola do meu filhote.

 

No 1º dia foi complicado, porque como não tinhamos iado na semana anterior, andavamos um pouco perdidos. Lá lhe tirei a roupa e vesti a camisola da escolinha e coloquei o chapéu vermelho. Iam todos de igual, na salinha dele, para ser mais fácil não os perder de vista. Ficou sentado na caminha, mandou-me embora, dei-lhe um beijo muito grande e lá fui á minha vida. Estava em pulgas para saber como tinha corrido e às 17 horas lá fui a correr.

 

Correu tudo bem, aliás como no resto do tempo. No 2º dia percebi que podia ficar com ele na sala até a educadora nos mandar embora. E depois ainda podia ficar cá fora, para o ver passar, em comboio, agarrados todos às camisolas uns dos outros. Quando me viu ficou louco, só dizia a todos os meninos que a mamã estava ali.

 

Passei a espera até a camioneta se ir embora todos os dias. deixei o pai ir 3 vezes, mas depois ia sempre eu. Que sensação estranha, ve-lo ir embora de camionela, saber que estava tudo bem, que o meu menino estava a crescer, mas também sentir que deixou de ser o meu bebé, que já vai sem mim para a praia... Ok, ok, não sou chorona mas as lágrimas vieram olhos sim!

 

No ultimo dia, além da praia, fizeram um piquenique. Não dormiu pois a sesta e vinha muito cansado, mas não parava de contar a toda a gente que tinha ido à praia e ainda por cima, feito um piquenique.

 

Correu bem. Apesar de eu andar sempre com o coração nas mãaos, com medo que algo de menos bom acontecesse e ter um stress tremendo para o colocar a horas na escolinha todos os dias (senão iam embora sem ele....), acho que correu bem e ele precisa de ser mais independente em relação a mim. Tem de crescer, de cortar as amarras, de esticar as asas... Será que ainda é pequeno demis para isso? A educadora diz que ele fica sempre a choras quando sou eu que o deixo lá, mas com o pai é muito mais fácil. ´muito agarrado a mim, muito dependente, será que isso é saudável?

 

 

 

tags: ,
publicado por era1xeu às 12:58

link do post | comentar | ver comentários (32) | favorito
|
Sexta-feira, 4 de Julho de 2008

O aniversário do meu afilhado

O meu afilhado mais velho fez ontem 13 anos. Parece que foi ontem que ele nasceu, uma coisinha pequenininha e com o cabelo em pé. É filho de uma prima minha, filha de um dos irmãos do meu pai e quando eu os fui visitar à maternidade, ela perguntou-me se eu queria ser madrinha. Fiquei muito, muito feliz, porque eu sempre tinha desejado ser madrinha e não tinha ainda nenhum afilhado. Tinha 25 anos e adorei aquele novo ser que já era tão especial para mim, não só porque ia ser meu afilhado mas também porque era filho de uma prima que eu adoro e com quem me dou muito, muito bem.

 

Ao fim do dia houve uma festinha de aniversário na casa dos meus primos e adorei ver o carinho com que o meu afilhado trata o meu filhote. Apesar de existirem lá mais crianças, era para o meu menino que o aniversariante dirigia a sua atenção. Brincava com ele, dava-lhe os brinquedos que ele queria, ajudava-o a comer, a pintar o livro que lhe ofereceu, a colar autocolantes... Naquele momento, ao ve-los juntos tão amigos, pensei que o meu pai e o meu tio iam adorar a cumplicidade que existe entre eles. 10 anos separam estas 2 crianças, mas dão-se tão bem que dá gosto observa-los.

 

A festa correu bem e houve comida, brincadeira e alegria q.b. Perto da meia noite viemos embora, pois hoje era dia de trabalho e escolinha para o Dinis, mas sem antes oferecerem ao meu filhote 3 t-shirts, uma caixa de carrinho e um livro para pintar e colar autocolantes.

 

 

Uma vida longa e feliz para o meu querido afilhado, é o que eu lhe desejo, do fundo do coração.

 

E para todos vocês, votos de um bom fim de semana, amanhã é dia da festinha na escola do Dinis e ele está todo entusiasmado pois vai cantar com os coleguinhas. Eu depois conto tudo!

publicado por era1xeu às 19:22

link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito
|
Terça-feira, 1 de Julho de 2008

Escapadinha de fim de semana

Este fim de semana resolvemos dar uma escapadinha e dar uma voltinha por algumas terras deste nosso bonito Portugal. Por isso, às 9 da manhã de sábado já estavamos junto camioneta que nos ia passear.

 

Começamos por ir a Óbidos, que é uma vila lindissima, com muito para descobrir e fotografar.

(Porta da Vila de Óbidos)

 

E lá o Dinis ganhou um moinho, com que brincou muito a viagem toda.

Visitamos uma boa parte da vila, com um guia muito simpático e até vimos os "bambis", como o JD lhes chama.

Depois fomos almoçar à Nazaré, onde o Dinis gostou muito do restaurante

Depois do almoço, passeamos à beira mar e fomos até ao Sitio da Nazaré no ascensor. O Dinis adorou, ele adora estas coisas altas e radicais...

Quando voltamos para baixo, fomos ver os pescadores a puxar as redes com peixinho e ainda deu para o meu menino brincar um bocadinho na areia da praia.

 

Depois fomos para a hospedaria onde iamos ficar instalados e o Dinis aproveitou para dormir uma sestinha. Ficamos numa povoação chamada Alvados e a Hospedaria chamava-se Flor da Serra e era muito querida e sossegada, recomendo. Cá está o meu filhote a fazer uma das suas posses...

 

 

Jantamos por lá, um belo de um bacalhau na brasa e um galo estufado e depois fomos até às festas de Porto de Mós. O Dinis aproveitou para andar nos carrosseis e comer algudão doce.

Depois toca a regressar a ninho e o Dinis, assim que tocou na almofada, ficou logo a dormir. Era 1 da manhã!!!! E ás 8h e 30m já estava acordado e a pedir para ir para a piscina...

Algumas pessoas, tal como o meu marido, foram fazer uma caminhada mas quem tinha crianças os estava mais cansado, fico por ali e pelas 11 horas fomos até às Grutas de Santo António.

 

O Dinis não achou muita piada, era debaixo do chão, escuro e a unica coisa que ele ainda gostou foi as lagoas que por lá havia, queria era que eu lhe desse uma moeda para atirar em cada uma que passava.... 

 

Almoço de sardinhas e feveras e toca a regressar ao ponto de partida. O meu filhote, como artista que é, quis cantar umas canções para animar a malta, no microfone da camioneta.

Estava calor e a preguiça instalou-se no autocarro. O Dinis adormeceu com a cabeça em cima das minhas pernas e comecei a sentir a prna da calça molhada. Achei que era baba e não liguei muito mas comecei a achar que era demais e fui ver.. Pois, era sangue do nariz, outra vez!!!! Felizmente, tal como começo também parou logo, mas ficamos os 2 todos sujos, tipo filme de terror, roupa, cara, mãos e braços. Com o Dodot lá o limpei como pude e ele nem acordou.

 

Claro que fiquei super-preocupada, outra vez a deitar sangue pelo nariz e ainda por cima da mesma narina, da direita....  Ele quando acordou começo a chorar porque queria voltar para o passeio e fico com algum ranhinho. Fez-lhe impressão e pediu um lenço, fiquei logo a pensar que ia voltar o sangue mas tal não aconteceu. Fiquei logo muito atenta, sempre atrás dele e durante a noite, sempre e ver se estava tudo bem. Não aconteceu mais, talvez tenha sido do calor do fim de semana. Apesar do chapéu estar sempre na cabeça, andou bastante ao sol. Vamos ver. Na escola ontem também não deitou sangue.  Mas que a preocupaçõ voltou, voltou sim!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

tags: ,
publicado por era1xeu às 12:56

link do post | comentar | ver comentários (35) | favorito
|

.Nome baby

Wizard Animation

.A minha familia

Pyzam Family Sticker Toy
Get your own Family Sticker Maker & MySpace Layouts.

.links

.subscrever feeds

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis