.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis

.arquivos

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.Prémio que ganhei

.Contador

visitas

.Relógio

blogs SAPO

.subscrever feeds

.My Baby

Lilypie 5th Birthday Ticker

.Adopção

Lilypie Waiting to adopt Ticker
Sábado, 29 de Dezembro de 2007

BOM ANO NOVO 2008!!!!

Desejo a todas as leitoras do nosso blog um magnifico Ano de 2008, principalmente com muita saude, paz e amor. Que todos os vossos sonhos se tornem realizade e que continuem a visitar este meu bloginho e a apreciar a minha escrita, pois eu adoro os vossos comentários e cada uma de vós já tem um lugarzinho especial no meu blog-coração.

O ano de 2007 não foi bom nem foi mau, não tenho nada de especial a salientar neste ano que está a terminar. Profissionalmente tive o reconhecimento que já tardava a chegar. A nivel de saude tivemos as doenças habituais, constipações e gripes. O Dinis continua a crescer bem e espevitado. Começamos a construir a nossa casa nova, que devagar, devagarinha, lá vai tomado forma. Foi o primeiro ano inteiro que passei sem a minha mãe na minha vida, o que fez com que muitas datas festivas para mim tivesse perdido o significado e a alegria que tinham ateriormente, sendo que eu sou muito boa actriz e sei disfarçar bem o qu me vai no coração.

 

Votos para o ano novo que ai vem:

- saude, desde que ela exista, o resto vem sempre por acresécimo;

- paz, uma vida em guerra não ajuda nada a ser feliz;

- amor, de filho, de marido, de amigos e de familiares, a minha vida sem amor não faria sentido;

- gosta de ter mais um filho na mesa da consoada do proximo ano, pode ser biológico, pode ser adoptado, tanto faz, gostava de ter uma familia maior e o tempo passa tão rapido que já não tenho muitos anos par o conseguir;

- quero que o meu filho continue a crescer forte, saudável e espertalhão como ele só, tenho o filho perfeito, como eu sempre sonhei para mim e quero que assim continue por muito e longos anos;

- conseguir vender a minha casa; confesso que é algo que me cria muito stress, pois estamos a precisar do dinheiro da venda da casa onde moramos agora para acabar a nova, se não vendemos depressa vamos ter de pensar em soluções alternativas e não vai ser fácil...

- profissionalmente quero continuar como estou, gosto do que faço, dos chefes e dos colegas, por isso se não poder ser melhor (temos de ser um pouco ambiciosos, certo?) que seja assim, que já não é nada mau;

Todos estes votos para mim são extensiveis a todas as pessoas que visitam este blog, bem como aos seus familiares, saude para todos, estrelinhas a brilhar para quem ainda não as tem ou deseja mais uma, paz, amor, enfim, aquelas coisas já tão gastas que se desejam e dizem nestas alturas mas que são reais, são verdadiras, são a nossa vida.

 

Por isso a todos desejamos, eu, o meu marido e o João Dinis

Beijocas e até para o ano!!!!

publicado por era1xeu às 18:39

link do post | comentar | ver comentários (34) | favorito
|
Sexta-feira, 28 de Dezembro de 2007

O Natal é das crianças...

O Natal e a Passagem do Ano não são de todo a minha altura do ano favorita. Já lá vai o tempo em que vibrava com a abertura das prendas (quando era criança) ou pela festa da chegada de um novo ano (quando era adolescente). Agora o Natal só me traz saudades da companhia e da cmida da minha mãe, que era uma cozinheira fabulosa, como nunca conheci. Faz-me falta a sua presença em todas as alturas do ano, mas no Natal, que a é festa da familia por excelência, sinto-me muito sozinha. Os familiares e amigos tentam colmatar essa falta com os seus miminhos e muitos almoços e jantares de natal (como já viram pelos post's anteriores) e fico muito agradecida a todos por esta atenção, mas falta sempre algo, falta sempre a presença num lugar que fica sempre vazio.... O Ano Novo também não ajuda, no fundo é mais um que vou ter sem a sua presença junto de mim. Enfim, é a vida e tal como disse no titulo do meu post, o Natal é das crianças e é graças ao sorriso do meu filho que eu sobrevivo a esta época.

Por isso vamos passar à vérpera de Natal. O JD acordou logo a perguntar se era o dia de chegar o Pai Natal. Ficou super-entusiasmado por ser o dia D e tive de lhe explicar que o Pai Natal só vinha ao fim do dia, quando o sol se tive ido deitar. Ficou satisfeito com a resposta e portou-se muito bem o dia todo. A minha árvore de Natal estava assim, recheada de prendas:

Depois de muita ansiedade, por volta das 23 horas, o Pai Natal chegou lá a casa. As perguntas de se tinha portado bem, se não fazia birras e se comia a sopa toda foram respondidas prontamente. Era o meu marido a figuar patusca, com o barrete enfiado até aos olhos, para o miudo não desconfiar. Com voz grossa lá foi distrubuindo as prendas e claro que o monte do JD era o maior. Beijocas e promessas de se portar bem foi o que o Pai Natal recebeu em troca das prendinhas que entregou:

Depois foi  rasgar dos embrulhos e ver que prendas que lhe tinham sido atribuidas. Foi uma felicidade total, ver as prendas que lhe foram entregues. Fou uma loucura, uma correria e um alegria que nem dá para descerver. Tudo o que abria fazia uma festa, a não ser que fosse roupa, pois ai dava-me logo e partia para a distruição total do embrulho seguinte. Vejam só tanta prendinha que ele teve:

Uma das favoritas foi a tão pedida grua, como podem ver pela foto seguinte:

Adormeceu com um sorriso de felicidade e até fez questão de dormir com algumas prendas. Vou recapitular as prendinhas que lhe deram:
- um carro com botões (Faisca Mcqueen)
- uma caixa registadora
- uma caixa de plasticina com forminhas
- um computador com rato (acessório essencial)
- um livro que lê histórias e 2 histórias para o livro
- uma grua
- o carro da Margarida do desenhos animados dos Little People (uma paixão enorme!)
- o carro dos bombeiros dos Little People
- um leitor de CD's (adorou, anda sempre com ele de um lado para o outro...)
- um livro para pintar do Bob
- um globo que tem um joystick para identificar continentes e animais
- um helicóptro
- um carro que deita dominós para depois se derrobarem em cadeia
- um jogo do Noddy
- 2 DVD's
- um puzzle da Disney
- uma garagem com 3 carros e um helicoptro
- um jogo do Pocoyo para aprender os números
- roupa variada com cuecas e meias incluidas

Um menino de sorte certo? Agora tenho de ver se dou uma limpeza nos brinquedos mais antigos, pois daqui a pouco não tenho onde os pôr.

O dia de Natal foi um dia de ir para casa dos avôs e ficamos mesmo por lá, pois começou a chover imenso. Eu até queria ir ao cemitério pôr uma florezinhas na campa da minha mãe mas acabei por adiar por causa do mau tempo e fui lá ontem pela hora do almoço, espero que a minha me perdoe. O Dinis fez questão de levar alguns dos brinquedos  que tinha tido pelo Natal e não parou de brincar. Fez uma sestinha com o pai e portou-se lindamente.

Na 4ª feira levei-o à escolinha e fez-me pena deixa-lo lá, pois havia tão poucos meninos, mas teve de ser, não podia mesmo ficar em casa. Ao fim do dia fui busca-lo e fomos para a natação. O meu marido tirou fotos e apesar de não ficarem grande coisa por serem tiradas um pouco de longe, prometo vir cá coloca-las em breve. O pior foi que a água da piscina estava um pouco fria e os balneários muito, muito quentes, bem como a água do chuveiro, pois até ficamos com a pele vermelha.

Resultado: Dinis com tosse nas ultimas 2 noites, que foram quase em claro para mim, pois incluem vomitar com a tosse e passar a noite a tapa-lo. Hoje ficou em casa de uma tia minha, pois tinha 38,3 ºC de manhã. Dei-lhe Ben-u-ron e felizmente parece que tem estado bem dispoto o dia todo. Ainda por cima hoje tenho de fazer serão e nem sei a que hora vou para casa...

Boas Festas para todos mas ainda venho cá desejar-vos Bom Ano de 2008.
 


publicado por era1xeu às 20:08

link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Quarta-feira, 26 de Dezembro de 2007

Antes do Natal....

Por falta de tempo ainda não vos tinha vindo contar como foram os meus dias loucos que antecederam o Natal, mas não queria deixar de o fazer, por isso aqui vai.

* 2ª feira (17 Dez)

Almoço de aniversário do meu marido, com os nossos amigos. Confesso que não correu muito bem para mim, pois devo ter comigo alguma coisa que me vez mal nas festdas do fim de semana e não andava lá muito bem da barriga....

* 3ª feira

Jantar de Natal em casa de uma tia, com a mesa cheia de primos. O JD não resistiu e abriu uma prenda:

Uma máquina registadora, algo a que ele sempre achou piada quando iamos às compras. Fartamo-nos de brincar às lojas, umas vezes sou eu a dona da loja outra vezes sou a senhora das compras.

* 4ª feira

A tão aguardada festa da escola! Confesso que esperava algo mais, o ano passado foi bem mais gira e estava mais bem organizada. Não deu para tirar fotos pois os lugares eram marcados, com bilhetes e tudo. O que me chateou foi termos ficado no fundo da sala e os lugares da frente terem ficado quase vazios! Estavam a guarda-los para quem?

Mas adorei a peça da sala do meu filho! Era uma representação do presépio e eles, como piolhos pequenos que são, tinham aquele ar perdido de onde é que eu estou e também o ar fascinado pelas luzes e pelo palco. A Nossa Senhora era uma das meninas mais velhas e assim que entrou em palco, correu logo para a mangedoura, para ajeitar as palhinhas... Foi logo a risota total. Depois tinha um boneco preso na barriga e a educadora/narradora bem lhe dizia que o bebé dela ia nascer e ela acenava com a mão que não. Finalmente lá a conseguiram convencer que o menino ia nascer mas o pior é que ele não saia..... Ela bem puxava mas o bebé estava em preso, foi preciso a ajuda de uma parteira/auxiliar para o menino nascer.... Despois chegaram as estrelinhas e também os pastores, a parte que me importava mais, claro. O JD lá entrou todo contente, com uma ovelha debaixo do braço, que ainda levou um valente pontapé quando caiu para o chão. Foi direito à educadora e ela teve de o mandar de volta para a cena central. Às tantas já estavam todos de volta das palhinhas e havia palha a voar por todos os lados.... Foi um presépio bem catita e divertido.

Fotos não dei para tirar nada de jeito, ficaram escuras e um pouco desfocadas, mas tirei esta fotos ao meu pastor quando ainda iamos no carro:

Pois, de corpo inteiro não tenho, mas deixo á vossa imaginação.

No final todos os meninos cantaram uma canção e 4 dos mais pequeninos erguiam cartazes com palavras alusivas ao Natal e o meu filhote foi um deles, e o cataz dele dizia "Maria" que no fundo também é o meu nome, por isso fiquei toda babada.

Veio depois o lanchinho na sala e eu tirei uma foto a um desenho que ele pintou:

Sei que para vocês não significa nada e está está muito mal pintado, mas o meu filho nunca teve muita tendência para os desenhos e pinturas e ve-lo pintar mais ou menos dentro dos riscos, para mim é uma evolução.

Por sim foi a oferta da prenda feita pelos meninos para os papás. A educadora estava toda vaidosa com o trabalho desenvolvido por eles, pois apenas foi necessária a sua ajuda para recortar a estrelinha, de resto as pinturas, recortes e colagens foi tudo feito pelos meninos. Eu achei a prenda linda, vejam o que acham:


Foi sem duvida umas das prendas mais bonitas que já recebi até hoje! Adorei!!!!

* 5ª feira

Mais um jantar de Natal em casa de tios e primos, sendo que o JD voltou a abrir uma prenda:

E gostou tanto desta prenda que até dormiu com ela nessa noite. Aqui a mamã é que não acha tantia piada, pois a plasticina desfaz-se em mil bocadinhos pequeninos e é ver plasticina espalhada por tudo quando é sitio....

* 6ª feira

Último dia de aulas antes do Natal e a educadora e a auxiliar ofereceram uma prendinha aos seus meninos

Não foram umas queridas??? O Dinis adorou o carro e foi até a casa a condizir o carro dele.

* Sábado - Festa de aniversário da Pipa

A minha afilhada linda fez 9 anos no dia 19 e a festinha foi num daqueles sitios que tem insufláveis. Foi uma correria e saltarico sem parar

Vejam só se os meus meninos não ficam tão lindos juntinhos????


* domingo

Mais uma visita a casa de tias e primas e desta vez ganhou um pijama e uma camisola, prendas que foram logo postas para um monte....  A mamã achou-as bem uteis, pois à velocidade com que a roupa deixa de lhe servir, vão dar muito jeito!

E finalmente chegamos à véspera de Natal, mas isso é outra história, que fica para outro post que prometo editar em breve. Sim, que aqui já tem muito com que se entreter....
publicado por era1xeu às 12:32

link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
|
Domingo, 23 de Dezembro de 2007

FELIZ NATAL!!!

Gostaria de ter tido tempo de passar em todos os blogs das minhas amigas virtuais (e alguns amigos, mas muito pouquinhos amigos consultam o meu blog...) e ter desejado a cada uma delas um Bom Natal personalizado. Mas o tempo não chega para tudo, por isso, com a ajuda do filho mais querido e lindo do mundo (pelo menos para mim) aqui vai:

 

Um Pai Natal lindo de morrer, certo????

 

Desejo a todas e todos um Natal cheio de saûde, paz e amor, com muitas prendinhas no sapatinho e alguns doces na mesa da consoada, pois a vida se disparates não tem piada nenhuma, pois não?

  

publicado por era1xeu às 23:42

link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
|
Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2007

Sempre a abrir...

Tem mesmo sido assim os meus ultimos dias, sempre a abrir e se parar! E vão continuar a ser desta maneira pelo menos até ao Natal, sempre recheados de eventos natalicios e não só. Mas vou falar dos que já passaram:

 

* 4ª feira

 

Ao fim do dia fomos até ao Colombo, fazer mais umas comprinhas natalicias, felizmente está quase tudo feito. O JD tirou fotos com o Pai Natal e apesar de ainda não as ter ido buscar, pareceu-me que ficaram giras. Ao contrário das da escola, que me deram nesse dia e que ficarm muito pouco simpáticas. Ele está com um ar muito sério, quase zangado, de cabelo em pé e até com olheiras, coisa que ele raramente tem! Fiquei triste mas sempre é uma recordação, principalmente a foto do grupo.

 

Depois da foto com o Pai Natal ficou procupadissimo porque se tinha esquecido de dizer ao Pai Natal que queria uma grua e um carro com botões. Lá o procuramos e ele disse-lhe o que queria e ficou mais descansado. Também andou no comboio da lagarta que lá havia e pintou desenhos.

 

* 5ª feira

 

Passei a tarde toda fora do meu local de trabalho, numa reunião que acabou às 18h 30m e ainda fui fazer uma apresentação sobre o programa que estou a coordenar, a qual terminou às 20h 30m. O JD e o meu marido foram-me buscar e o meu menino portou-se muito, muito bem. Muito quietinho a ouvir a mamã a falar. E lá encontrei uma amiga que de virtual passaou a real e que apesar de eu gostar muito de a ter conhecido, nem sempre vejo com a frequencia que desejaria. Mas adorei reve-la, um beijinho para ti, Ludy.

 

* 6ª feira

 

Almoço da Natal da empresa. Fomos de camioneta para o local do evento, que é um local que nós herdamos pels fusão de várias instituições. Um sitio muito giro e que nós ainda não conheciamos, por esta fusão ser ainda recente. Só regressamos ao posto de trabalho às 16 horas mas foi um convivio engraçado.

 

* sábado


De manhã começamos o dia a ir ao oculista, para comprar óculos de sol para todos nós, pois tenho um seguro de saude e tinha de usar o plafont até ao fim do ano. O JD também teve direito a uns, com a promessa de que não os ia estragar:


epois de um almoço num restaurante que o Dinis não aprovou por não ter gelados, fomos até à festinha de Natal da minha empresa. Começou com um ilusionista

Esta foi a parte que ele mais gostou do nº, em que havia um crocodilo que "falava" e se chamava Joca. Ele achou imensa piada a esta brincadeira. Mas o mais giro foi mesmo quando o ilusionista fez desaparecer uma pomba e depois atirou pepelinhos ao ar. O JD não parava de dizer que o senhor tinha "estragado o passarinho..." E eu a dizer que era um faz de conta e ele insistia muito infeliz e dizia: "Mas estou a ver as migalhas dele no chão!" e só ficou descansado quando a pombinha apareceu noutro truque. Mas foi tempo demais e ele já só pensava no Pai Natal e na prenda que ai vinha.


 

A seguir vieram as Docemania (conhecem???? se calhar do Canal Panda, como eu...)


O Dinis é um animal de palco e estava sempre a tentar subir para lá, para dançar com as meninas ou para apanhar as ditas migalhas do passarinho....


E depis de muitos pulos, danças e correrias pela sala, hie que chega o tão esperado Pai Natal. O Dinis foi logo o 2º menino a ser chamado ao palco e a receber a sua prendinha:


E a prenda entregue foi o tão desejado carro com botões!!!!!!!!!!!!!


Que é mais ou menos o que está na foto mas com uns botões em cima, que dá para programar o percurso a fazer. Ele adorou e eu também, farto-me de brincar com o carrito...

A seguir fomos a uma festa de aniversário de um priminho do JD que fazia 13 anos. A festa foi na garagem e ele fartou-se de correr e brincar, pena estar um frio de rachar pedras.

E tanto correu e tanto saltou que o resultado foi uma valente queda que resultou nisto:

Muito choro e muito sono à mistura e eu a não querer que ele dormisse. Felizmente foi mais o susto.

* domingo

Dia de anos do papá com direito a almoço em restaurante com gelados. Iamos dar um passeio mas estava tanto frio que fomos para casa dos avós e acabamos por ficar por lá e soprar as velas do bolo lá mesmo.

O Dinis cantou a pelnos pulmões e soprou as velas meia duzia de vezes, ele adora aniversários...

E pronto, já devem estar fartas de me ouvir mas aguardem novas festas e acontecimento que se vão desenrrolar ao longo desta semana. Fiquem bem.





 

publicado por era1xeu às 18:00

link do post | comentar | ver comentários (39) | favorito
|
Domingo, 16 de Dezembro de 2007

Parabéns, meu amor

Mais um ano de vida que passou para ti, mais um ano que passamos juntos, com o nosso amor pequenino. Hoje é o teu dia, o dia em que és bebé, em que tens todos os miminhos e festinhas para ti (mais ainda que o habitual, por dificil que tal pareça...).

 

 

Há 11 anos e meio que a nossa vida se tornou comum. Vivemos bons momentos (o nosso casamento, a alegria de sabermos que iamos ser pais depois de tanta luta, o nascimento do nosso filho, etc) mas também vivemos momentos menos bons (a dor querermos ser pais e não conseguirmos, a morte dos teus avós, a morte da minha mãe, etc), suponho que a vida em comum é mesmo assim, partilha de bons e maus momentos e a tentativa de nos agarrarmos um ao outro para os vivermos juntos, para o bem e para o mal.

 

O nosso 1º beijo já tem 13 anos, feitos no dia 10 de Novembro e continuo a gostar deles como se fosse a 1ª vez. Isso para mim é muito importante, é algo que é fundamental para mim numa relação, é o prazer de beijar a pessoa que eu amo. Muitos beijos trocamos desde esse dia (até porque eu sou muito beijoqueira e tu foste obrigado a sê-lo também...) muito amor e carinho, que agora partilharmos com a maior felicidade imaginável, com um ser lindo e querido que entrou na nossa vida à 34 meses e alguns dias.

 

Bem, tanta conversa para quê? Só te queria dizer que te amo, mais que ontem e menos que amanhã. Que te desejo uma vida longa e linda, com saude e amor, sendo que para esta ultima parte, espero ter um dos papeis principais. Que este dia se repita muitas e muitas vezes, que o sol brilhe sempre no teu céu e que consigas ultrapassar todas as tormentas que possam vir a existir na tua vida.

 

AMO-TE

 

publicado por era1xeu às 10:15

link do post | comentar | ver comentários (22) | favorito
|
Terça-feira, 11 de Dezembro de 2007

Fim de semana à Mãe Natal

Foi assim que me senti este fim de semana, como uma Mãe Natal (papel que já representei várias vezes em festas de Natal para crianças...) a distribuir prendas por várias casas, só que com alguns dias de avanço, até porque quando eu era criança, o que mais me fazia confusão era como é que o Pai Natal conseguia entregar as prendas em todo o lado ao mesmo tempo... Por isso eu fui adiantada distribuir prendas para colocar debaixo da árvore de Natal de alguns familiares.

 

Arrancamos de casa na manhã de sábado e depois de quase 2 horas de viagem, eis que chegamos ao nosso destino. O papá teve de ir tratar de uns assuntos e eu e o JD ficamos dentro do carro à espera, até porque estava algum frio e para o distrair, tivemos uma sessão fotográfica, da qual resultou uma pilha de fotos. Aqui fica a que eu achei mais gira:

Depois do almoço lá começamos nós a entrega e recolha de prendas, claro, apesar de algumas pessoas ainda não terem as prendas de Natal para nos dar (não é por isso que lá vamos...) algumas já contavam com a nossa visita e estava preparadas. Algumas davam a prenda embrulhada e diziam que era para colocar debaixo da árvore de Natal e o Dinis guardava-as e não perguntava mais por elas, mas há pessoas que preferem ver a reacção das crianças a abrir as prendas que lhe deram e eu até acho bem. No dia de Natal eles abrem sempre tantas prendas (eu tenho uma familia muito grande e há sempre um miminho para as crianças pelo menos) que mais vale ir abrindo uma pelo caminho, não acham? Por isso o Dinis já recebeu um computador, que era uma das coisas que ele tinha colocado na carta que escrevemos ao Pai Natal e tinha de ter rato, como podem ver o seu desejo foi concretizado na integra:

E recebeu este livro muito giro que conta as histórias sozinho. Tem a história do Rei Leão mas vou ver se descubro mais umas histórias, pois achamos muito engraçado e sempre dá descanso a uns pobres pais que agora passam a vida a contar-lhe histórias, às vezes a mesma mais de meia duzia de vezes seguidas:

E este fim de semana o menino JD aguentou-se os 2 dias sem dormir a sesta, tal era a excitação de andar a visitar os primos e tios. No sábado adormeceu às 11 horas da noite e tinha acordado às 9 da manhã, vejam só o que ele aguentou! No domingo acordou às 10h 30 m e adormeceu às 21h 30m mas foi porque eu lhe dei uma banhoca e leitinho morno, juntamente com com cocktail de orelhas da mamã, foi remédio santo para dormir em 5 minutos, apesar da luta enorme contra o sono. Está a ficar grande, o meu menino, a sobreviver sem sesta e sem ficar rabugento.

 

No domingo, além da entregar mais prendas, fomos almoçar ao lcentro social da terrinha dos meus sogros, que cosntuma fazer uns almoços para angeriar dinheiro para as suas causa. Uma das tias do meu marido fazia anos e como iam lá almoçar, lá fomos nós também. Foi um bocadinho seca para o Dinis, porque não tinha nada nem ninguém da idade dele para se distrair, mas passou-se bem e ainda tiramos estas fotos junto dos enfeites de natal que por lá haviam:


Aqui está junto do presépio (será que ele tem cara de anjinho????)


E já que vai ser pastor o meu filho quis tirar uma foto com um seu conterrâneo.


E como todo o pastor que se preza tem ovelhas (e não cabras, como ele faz questão de dizer, não sei bem porquê..) cá está a foto com uma dela... 

 

E para terminar o dia em beleza fomos visitar o primo do Dinis que nasceu o mês passado e que tem 3 semanas. Confesso que tinha curiosidade para ver como o meu menino se ia comportar, tendo em conta que nunca tinha estado tão perto de um bebé tão pequeno. E sabem que mais? Ele adorou! Fazia-lhe festinhas muito devagarinho e dava-lhe beijinhos nas mãos. Falava com ele baixinho e dizia: "Olá bebé, xou o teu pimo João Dinis, tás bom?". Achei tanta piada e não teve ciumes nenhuns, não se importou nada que eu pegasse ao colo no bebé e lhe desse iminhos. E eu adorei, já não me lembrava como os bebés são tão frageis e levezinhos.... Apetecia-me tanto leva-lo para casa...  o mano dele, de quase 4 anos, bem me dizia: "Leva, leva o meu mano que eu fico com a mamã..." Pois!

Ao fim do dia, quando dava banhinho ao meu piolho perguntei:
- Filho, gostaste do primo bebé?
- Gostei, era muito fofinho!
- Gostavas de ter uma mano ou uma mana assim pequeninos?
- Sim, gostava muito!
- E porque é que gostavas de ter um bebé cá em casa?
- Para brincar com ele...
- Tens a certeza? Se calhar antes querias um mano ou uma mana mais velhos, porque os bebés não brincam contigo, só quando forem mais velhos...
- Hummmm (Dinis a pensar)... Então pode ser um com dentes e que fale!
E pronto, está resolvida a questão!
publicado por era1xeu às 15:15

link do post | comentar | ver comentários (27) | favorito
|
Sábado, 8 de Dezembro de 2007

Fim de semana à porta

O fim de semana está à porta e desta vez não vou trabalhar no sábado. Ufa, estou a precisar de descansar um bocadinho, porque o trabalho está a ficar cada vez mais intensivo e não vejo jeitos de abrandar um bocadinho.

 

Este fim de semana vamos à terra do meu marido, distribuir algumas prendas de Natal e a partir de agora vais ser quase sempre assim que vão ser os meus fins de semana.

 

Eu já estou melhor, obrigada pela vossa preocupação, acabo amanhã o antibiótico e felizmente já á 2 dias que não me doi a garganta nem o corpo. O JD está um bocadinho cosntipado e tem o nariz ferido porque um dia deste vinha da escola a limpa-lo à manga da camisola e ficou naquele estado... Perguntei-lhe porque o fazia e ele disse que os outros meninos faziam assim lá na escola. Lá lhe expliquei que não temos sempre de fazer o que os outros fazem e dei-lhe montes de lencinhos para levar para a escola e se assoar a eles. A tossa está uns dias melhor e outros pior, mas com o frio e a chuva não tem tendencia para melhorar.

 

Todos os anos gosto de oferecer uns miminhos às pessoas de quem gosto, mas como ainda não foi desta que me saiu o Euromilhões, faço umas gracinhas só pela piada, prendas mesmo só para as crianças. Este ano fizemos estas:

 

estas são as partes da frente

 

e estas sãos as partes de trás

 

Não sei se dá para ver muito bem, mas tem na frente as fotos do meu piolho e por trás o nome dele e votos de bom Natal. Não é nada de especial mas a imaginação também não é muitas. Mas eu sei que as pessoas amigas gosta de receber um miminho, mesmo que não seja nada de jeito.

 

Já sei o que o meu filhote vai ser na festa de Natal, vai ser um pastor. Ontem trouxe um papelinho para casa a dizer que tem de arranjar um fato de pastor até ao fim da semana. confesso que fiquei um pouco desiludida, apesar de saber que os papeis a atribuir são pouco variados. Mas pastor outra vez???? O ano passado foi apenas um dos meninos que acompanhava os pastores que iam ver o Menino Jesus e este ano já é pastor, se calhar para o ano vai ser ovelha, será? Não é por nada mas faz-me alguma confusão que sejam sempre os mesmos meninos a ter os papeis de protagonistas. Não devia ser mais correcto serem meninos diferentes de um ano para o outro? Vou dar-vos um exemplo, a menina que vai ser a Maria é a mesma cuja mãe o ano passado fez a narração da festa de Natal (ainda por cima tinha uma dicção péssima...) será coincidência? Ok, podem dizer que isto é um  disparate e eu vou-me divertir imenso seja qual for o papel que o meu menino vá ter na festa, até porque ele é um animal de palco e se não lhe derem protagonismo, ele consegue-o na mesma, tal como fez o ano passado. Mas não posso deixar de ficar desiludida. Se o JD não gostasse do palco, se fugisse e se escondesse ou chorasse, como alguns meninos, eu compreendi, mas ele adora e tem tanto ávontade, que não percebo porque não o utilizama mais. Acham que estou errada? O meu marido diz que sim, mas eu fico na minha....

 

Bom fim de semana e divirtam-se ou descansem muito, conforme for o caso, deixo-vos um miminho do meu filhote

publicado por era1xeu às 00:52

link do post | comentar | ver comentários (25) | favorito
|
Terça-feira, 4 de Dezembro de 2007

Quase mamã de novo - parte 2

E se foi a minha ultima oportunidade de ser mãe de novo? E se ninguém aceitar receber os 2 irmãos antes do Natal?????

 

Confesso que ontem consegui se positiva com toda a situação mas hoje não consigo deixar de pensar no assunto numa prepectiva menos animada.

 

Talvez tenha a ver com o facto de eu estar doente, estou com anginas e ontem ao fim do dia teve de vir cá o médico a cada, temos uns médicos daqueles que se paga uma cota por mês e eles vem a nossa casa sempre que é necessário. Só vos digo que é um dinheiro bem emprege, pois ontem doia-me tanto o corpo que mal me conseguia levantar da cama. O médico, mal eu abri a boca, disse logo que tinha a garganta cheia de pus e receitou-me antibiótico e também uns comprimidos efervescentes para a febre e dores no corpo. Por isso hoje fiquei de castigo em casa mas o JD foi para a escola, senão não me largava o dia todo e eu tinha medo de lhe pegar o que tenho. Ainda por cima esta noite a tosse voltou mas foi o meu marido que tomou conta dele. Eu bem o ouvia tossir e choramingar no quarto, mas nem tinha forças para me levantar e ir ver como ele estava.

 

Além disso o meu inimigo nº 1 também deu um ar da sua graça e eu fico sempre mais sensivel nestas alturas, as hormonas ficam loucas e deixam-me super-sensivel. A realidade é que só me apetece chorar, só me apetece ligar para a assistente social e pedir para os meninos virem para minha casa, apesar de saber que por eu ter o meu filhote lindo, não mos iriam entregar. Mas a minha parte emocional hoje está ao rumbro e por isso estou assim, sensivel e infeliz.... Amanhã estarei melhor, acredito nisso e foi sempre esta minha maneira de ver a vida que me ajudou a sobreviver às tempestades que sempre a assolaram.

 

Fiquem bem e obrigada pelas vossas palavras carinhosas de apoio.

tags:
publicado por era1xeu às 12:41

link do post | comentar | ver comentários (32) | favorito
|
Segunda-feira, 3 de Dezembro de 2007

Quase mamã de novo...

Tinha de vos contar o que se passa no meu peito e na minha cabeça, preciso de contar e só me ocorre o meu blog para o fazer.

Hoje pelas 14 horas e 30 minutos recebi um telefonema de um nº que não identifiquei e quando atendi percebi que era da Segurança Social, da parte das Adopções. O meu coração ficou logo aos pulos para saber o que ia acontercer.

A senhora do outro lado do telefone, por sinal muito simpática, disse-me que tinha para nos propor uma situação de 2 irmãos, uma menina de 4 anos e um menino de 5. Estas idades saiam do intervalo de idades que nós tinhamos colocado no impresso de candidatura, mas logo na altura as assistentes sociais tinha dado a entender que era dificil daram-nos um bebé pequenino, devido à nossa idade.

Pedi um tempo para falar com o meu marido e estava mesmo a imaginar já udo, mais 2 filhotes na minha vida,. que fantástico ia ser! Mas o meu marido é bem mais realizata do que eu, disse que nesta altura do campeonato, em que estamos prestes a mudar de casa, ia ser dificil incluir mais 2 crianças na nossa vida, com todos os encargos que dai viriam, incluindo roupa (o JD é mais pequeno) e escola (será que conseguiamos coloca-los na mesma escola do Dinis a meio do ano ou iamos ter de andar a correr de um lado para o outro?). Ele tinha razão, tinha toda a razão, eu fiquei logo super entusiamada mas agora não era a ltura ideal, com tantas despesas e mudanças que iam acontecer na nossa vida.

Telefonei para a assistente social e disse que não. Expliquei as razões, a mudança de casa, que tinhamos de pensar no nosso filho também. Ela ficou surprendida, não sabia que eu tinha um filho e disse que se soubesse não me tinha proposto estas 2 crianças, pois uma das regras é que o filho bilológico deve ser sempre o mais velho, para não desquilibrar o agregado familiar. Eu já tinha comunicado esta alteração, mas acho que se esqueceram de colocar no meu processo....

Perguntei se pelo facto de ter recusado 2 crianças iria se colocada de parte ou ia para o fim da fila de novo e ela disse que não, ficaria mais limitada a escolha por as crianças terem de ser mais novas que o Dinis, mas mais nada. Fiquei mais aliviada e convicta de que se tivesse aceitado a situação, ao saberem do meu menino, não me irm entregar as 2 crianças. Mas não consigo deixar de pensar nelas, espero que venham a ter uns pais com tant amor para lhes dar como o meu marido e eu teriamos para eles. Senti-me quase mãe de nov, entusiasmada e feliz, apesar da dor de garganta continuar e o mau estar no corpo.

Mas não posso impedir que as lágrimas me venham aos olhos quando penso nas crianças que não conheci mas das quais fui quase, quase mãe...

Tenho esperança que o dia em que o telefone toque novamente não demore muito, se não posso ter outro filho biológico, então que venha um do coração, que terá tanto amor à espera dele, que ele ou ela nem consegue imaginar. Filho, filha, estamos aqui à tua espera, não demores muito, está bem?
tags:
publicado por era1xeu às 17:57

link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
|

.Nome baby

Wizard Animation

.A minha familia

Pyzam Family Sticker Toy
Get your own Family Sticker Maker & MySpace Layouts.

.links

.subscrever feeds

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis