.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis

.arquivos

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

.Prémio que ganhei

.Contador

visitas

.Relógio

blogs SAPO

.subscrever feeds

.My Baby

Lilypie 5th Birthday Ticker

.Adopção

Lilypie Waiting to adopt Ticker
Sexta-feira, 28 de Setembro de 2007

Consulta, xi-xi na cama e igrejas

Na 4ª feira lá fui eu a correr buscar o JD  à escolinha, para irmos a consulta que era às 15 horas e 40 minutos no Hospital Cuf-Descobertas. O otorrino tinha-me sido recomendado pelos pais do meu afilhado como aguém muito paciente e simpático para as crianças. O tempo de espera foi curto e o meu filhote lá entrou a medo para o gabinete do doutor, com os braços cheios de carros. O médico tentou logo ganhar a confiança dele, através dos seus brinquedos e consegiu-o de tal maneira que no fim da consulta o piolho nem queria ir embora, queria ficar a brincar com o doutor e os seus carrinhos....

O veredicto foi simples, o médico desdramatizou completamente o facto de ele deitar sangue pelo nariz e que a maior parte das vezes a causa é o enfiar o dedo no nariz. Nunca notei que o meu filho tivesse esse habito mas o doutor diz que 99% das mães respondem o mesmo. Deu alguns conselhos práticos para para as hemorragias casos voltassem a acontecer e pelo sim e pelo não, mandou fazer um raio x, só para ter a certeza que estava tudo bem, até tendo em conta que tinha levado uma bela cabeçada dum coleginha na escola. Também mandou dar durante  um mês um anti-alérgico fraquinho e colocar um gel na narina direita (quela que deita mais sangue) para ver se esta não inflama com tanta facilidade. Gostei muito do médico e sai de lá com a ideia de que ele me achou uma autêntica mãe galinha, por ir com o piolho ao médico só por esta razão, mas assim fiquei mas descansada. O dificil vai ser fazer o raio x e ele ficar quieto o tempo suficiente....


(Ok, isto não é uma galinha, mas é um pinto fofinho, serve....)

Ontem foi o dia do santo padroeiro da escola onde o Dinis anda, S. Vicente de Paulo. Como tal houve uma missa na igreja que fica mesmo dentro do pátio da escola, pois ele anda num centro paroquial. Os pais e os meninos foram convidados a estar presentes e eu lá fui, pois gosto de participar em tudo quanto são actividades escolares. Era às 19 horas, u pouco tarde para mi mas lá estivemos presente, mas não correu lá muito bem. O jovem está sempre a pedir para entrar nas igrejas e eu digo sempre que é a casa do Jesus e que ele tem de estar caladinho e realmente foi o que aconteceu mas durante.... 30 segundos. A seguir viu uns coleguinhas e toca a correr para eles, a pular e a saltar! Foi cá uma confusão que acabou com o meu miudo a correr pela igreja fora, em direcção ao altar. Haviam de ver as caras das pessoas que estavam na igreja! Sinceramente pensei que hoje ia ter uma foto minha e do meu filho à porta da escola para não nos deixarem entrar. Lá tivemos de os separar mas mesmo assim tive de sair a meio da cerimónia, não dava mesmo e já sei que não vale a pena, ele é pequeno demais para perceber que tem de ficar quieto. Vamos ver se a festa corre melhor amanhã.


Hoje foi a primeira noite decente que dormi desde o fim de semana. Passo a explicar. O JD já não usa fraldas de dia, desde o principio de Agosto. Durante as férias, como a fralda da noite estava sempre seca, começei por lha tirar alguns dias, até ao ponto de ser ele a não a querer. Correu sempre bem, nunca fazia xi-xi de noite, mas tinha sempre de fazer antes de ir dormir. Quando voltamos de férias, não lhe voltei a por a fralda de noite, mas resolvi comprar uns resguardos plastificados, não fosse o diabo tece-las. Parece que foi de proposito, de noite ele chamou e quando fui ter com ele, estava tudo molhado. Toca a mudar pijama, lençois, almofada (estava de cabeça para baixo!) edredon dos caracois, resguardo... Para ele foi o máximo e espertou de tal maneira que já não queria dormir e queria era conversa. Quando adormeceu era quase hora de acordar para ir trabalhar. 2º noite, a mesma coisa, 3ª noite, a mesma coisa!!!!!! Não à resguardos que aguentem, teve de voltar à fralda. 4ª noite: tosse! Fui para o pé dele, para o "obrigar" a dormir com a cabeça mais alta, ajudado por uma colher de xarope... Vou tentar aprender a viver sem dormir, mas soube-me tão bem esta noitezinha quase a dormir sem parar, das 23 horas e 30 minutos até às 6 horas e 45 minutos!!!!!

Bom fim de semana e um beijinho para todos





publicado por era1xeu às 18:04

link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Setembro de 2007

Reunião de pais

O JD está melhor, felizmente. Já foi para a escola na 6ª feira e correu tudo bem. Pelo menos até à próxima doença, que isto com miudos pequenos, são sempre umas a seguir às outras. Obrigada por se terem preocupado connosco.

Hoje fiquei tão feliz, pois ele foi para a educadora com um sorriso nos lábios. Nem imaginam como o meu coração ficou mais leve. Acho tão, mas tão importante que eles gostem da escola onde andam. Porque para se bem aprender é preciso gostar dos professores, do local onde se está, etc. Porque se tal não acontece, ficamos desmotivados e sem vontade de aprender. Vocês até podem dizer que ele é pequenino mas estou a tentar contruir os alicerces da vida do meu filho e tudo conta. Vamos ver se é sol de pouca dura ou se daqui para a frente vai correr tudo bem.

Na 4ª feira passada às 18 horas, realizou-se a 1ª reunião de pais da sala dos 3 anos. O JD estava doente, mas como não tinha febre, lá fomos ao fim do dia até à escolinha. Adorei a reunião e achei o máximo ver oa pais sentados nas cadeiras pequenininhas dos seus filhotes, com os joelhos à boca. Foi importante por muitas razões, para saber quais os objectivos da educadora, para nós pais podermos colaborar também, conhecer os pais dos outros meninos que estão na mesma sala do meu filhote e também perceber um pouco como funciona a escola e como é o dia a dia do meu filho. Fiquei também a saber que ele vai ter ginástica e vez por semana e visitas de estudo às 5ª feiras, sempre que possivel. Também irão uma vez por trimestre a um teatro ou espetáculo idêntica, o que eu acho o máximo. Ai, ai, o meu filho está a ficar tão crescido, foi isso que senti, o meu bebé já é um menino grande como ele, menos quando usa a "Bá" ai diz que é um bebé pequenino, acabado de sair da barriga da mamã.

No próximo sábado vai ser já a 1ª festa da escolinha, do santo padroeiro que é S. Vicente de Paulo. Os meninos vão participar e os papás também. Fico logo aos pulos, pois adoro estas coisas... Mal posso esperar e depois conto-vos tudo, tudo!

4ª feira tenho consulta no otorrino para o JD, vamos ver o que me dizem acerca dos probleminhas dele. O facto de deitar sangue pelo nariz preocupa-me, da ultima vez ele ficou muito branquinho e está bem mais magrinho. Logo se vê o que vai sair desta consulta.

No sábado fomos à festa de anos da prima Ana e o JD adorou. Fartou-se de correr e saltar e de "brincar" com os outros meninos. Escrevo brincar entre aspas porque ele ainda não sabe bem brincar com os outros meninos mas sim ao pé dos outros meninos. Ele é o mais novinho nas brincadeiras e é uma espécie de mascote, vais sempre atrás dos outros, que o levam para todos o lado e para todas as brincadeiras. Fartou-se de comer porcarias (gomas e rebuçados, estavam mesmo ali à mão) mas felizmente não lhe fizeram mal. Adorou cantar os parabéns e bater palmas à prima e no fim dizia:
"Mamã, também me compras um bolo com velas e dás-me 2 prendas?"
"Claro filho, quando fizeres anos vais ter isso e uma festinha também"
"Mas eu queria agora!"
Pois, era giro fazer anos quando nos apetecesse e claro, quando fossemos mais crescidos, pura e simplesmente deixavamos de fazer anos para não envelhecer...  :)

Cá está o bolinho da aniversariante, o JD teve de levar para casa uns balõezinhos dos que estão no bolo.

E cá está ele, o pirata do meu coração...






publicado por era1xeu às 11:35

link do post | comentar | ver comentários (27) | favorito
|
Quarta-feira, 19 de Setembro de 2007

De novo doente....

É verdade, o meu menino está de novo doente... Ontem fui com ele ao médico e desde a ultima vez que lá fui à 3 meses (das ultimas vezes não fui lá) quando fui por causa de ele deitar sangue pelo nariz, já teve varicela, anginas, deitou sangue pelo nariz de novo e agora, gengivite aftosa.

 

E como é que chegamos aqui? Ele tem vido a queixar-se, desde a semana passada, que lhe doia a boca e que tinha um dente a nascer. Até a lavar os dentes lhe custava. No domingo, a muito custo e com muita brincadeira, lá me deixou ver a boca e descobri que tinha não 1 mas 4 dentes a nascer. Ele já tem 16, penso que estes devem ser os ultimos de leite, não? Imaginei logo que vinha problema por ai, pois ele fica sempre doente quando lhe nasce um dente, quanto mais 4!

 

Ontem acordou muito choroso, que lhe doia a cabeça, a boca, os dentes, os ouvidos e por fim já nem sabia o que lhe doia. A muito custo deixei-o no jadrim de infância, por sugestão da educadora, pois podia ser um mau estar passageiro, mas às 11 horas, quando liguei para lá, ela disse-me que ele tinha chorado a manhã toda e só estava bem ao colo, por isso lá o fui buscar. Ele até nem estava mal disposto, pois dava ideia de ter dores e quando isso acontecia, chorava muito, mas quando passava, como não tinha febre, fica bem disposto e queria brincar.

 

Às 14 horas fui ao pediatra, mesmo sem telefonar. Eu sei que a senhora da recepção não gosta destas visitas inesperadas (no fundo é ela que manda...) mas a outra hipotese era ir ao hospital, mas também não me parecia um caso para isso. Às 16 horas lá nos recebeu e depois de uma grande gritaria para lhe mostrar a garganta, o diagnóstico foi a tal bendita gengivite aftosa. O principal sintoma é febre muito alta, mas ele não tinha nem um bocadinho, tem é as gengivas muito vermelhas e inchadas e o médico diz que é doloroso. Quanto aos ouvidos e garganta, disse que estava tudo bem, por isso tem de colocar um creme na boca, que por acaso é para as hemorroidas e sabe muito mal, por isso tem de ser a dormir e mesmo assim não é nada fácil. Além disso tem de fazer uma dieta de comida mole, fria e sem ácidos, e claro, tem de ficar em casa pelo menos hoje e amanhã, por ser uma situação muito contagiosa. Lá fico eu hoje em casa com ele e o meu marido amanhã, vamos ver se 6ª feira já pode ir à escola.

 

Mas hoje de manhã voltou a acordar a chorar muito, que lhe doia atrás da orelha. Tenho estado a dar-lhe Ben-u-ron e Brufen, para ver se essas dores diminuem, só que fico na duvida se será mais alguma coisa. Ou serão os dentes a romper que lhe fazer estas dores tão chatas? Porque lhe doi, ele chora, depois passa e agora anda ali todo bem disposto a desarrumar-me a casa, enquanto estou aqui na net.

 

Ontem à noite estava tão cansada, mas tão cansada, fisica e psicologicamente. Fisicamente porque andei com ele ao colo quase o dia todo e ele pesa 14 quilos quase. Ora ai está uma situação estranha, o pediatra pesou-o e só aumentou 200 gr desde à 3 meses atrás, baixou do percentil 75 para o 50 e aumento um centimetro, já mede 94 centimetros, está um homem. Aumentou pouco de peso mas ele é um fininho e nunca pára, por isso não pode aumentar muito, não achas?

 

Psicologicamente porque não é fácil ter o miudo doente tantas vezes, custa-me tanto ve-lo sofrer... Fico logo de rastos e feita barata tonta, sem saber bem como proceder. Além disso, estou sempre a ficar em casa com ele. O meu chefe é um querido e compreende a situação, até porque trago sempre trabalho para fazer em casa, só que nós bem sabemos como são as chefias, hoje é este, amanhã é outro que não gosta e estamos feitas. Ainda por cima o meu trabalho está numa fase complicada, em que estmos a tratar de novos programas cuja legislação saiu à pouco tempo e no inicio é sempre muito trabalhoso, como tal é a pior altura para ficar em casa....

 

Enfim, depois de dormir uma noite mais ou menos descansada, porque ele de noite dorme bem, chamou por mim 3 ou 4 vezes mas isso é normal, hoje já estou um pouco mais em forma, mas ainda preocupada se as dores de que ele se queixa são dos dentes e das gengivite ou de algo que ainda está encoberto.

Aqui está uma foto do meu piolho com a sua 1ª tatuagem, um pinguim que lhe saiu num gelado. Tão bom quando eles tem um sorriso nos lábios e estão bem, ficamos tão felizes... Infelizmente para mim, ultimamente esses momentos nem sempre acontecessem.

publicado por era1xeu às 12:12

link do post | comentar | ver comentários (37) | favorito
|
Sexta-feira, 14 de Setembro de 2007

Consulta pós negativo

Ontem fui à minha médica que me tem seguido desde sempre nos meus tratamentos de infertilidade, a Drª Mª José Carvalho, para tentar perceber porque razão o meu tratamento teve um fim tão abrupto. Afinal a minha estimulação foi até mais rapida que o costume, os embriões eram de boa qualidade e ao fim de 7 dias da tranferência o mr. red aparecia. Não achei nada normal que tal acontecesse. Além disso tenho tido algumas dores de barriga, um pouco diferentes da habituais antes da chegada do periodo.

A médica observou-me e disse que estava tudo bem comigo e que o facto de ter estimulado tão bem até era um bom sinal, queria dizer que o meu organismo estava a responder bem, apesar dos meus quase 38 anos de idade, parece que estou a andar para trás e que o meu organismo quer voltar à juventude.... O que ela diz ter notado durante a punção foi a coagulação do meu sangue, que era muito elevada e ela acha que isso é um factor decisivo para a implantação dos embriões, pois se o sangue não fluir bem, não há circulação em condições e os embriões não se implantam devidamente.

Mandou-me fazer mais análise e para serem feitas no Instituto Ricardo Jorge, para perceber melhor o que se passava e disse-me que este estudo era feito às mulheres que tinha abortos de repetição, o que acaba por ser um pouco o meu caso, pois os embriões estavam lá e com a velocidade com que foram expelidos, nem sequer se implantaram. Eu conheço uma moça que abortava muitas vezes e depois verificaram que era um problema de coagulação e quando ficou de novo grávida, teve de levar uma injecção por dia na barriga, para ajudar o sangue a fluir. Coitada, no fim da gravidez já nem tinha barriga para as injecções, mas claro que cada picada valeu a pena. Será que terei de fazer algo assim? Já ouviram falar de casos destes?

Confesso que já estava mesmo convencida a desistir deste meu sonho, achei que o meu organismo tinha atingido o seu limite e que não valia a pena ter ilusões acerca disso. Mas agora sinto-me com esperança de novo. Não sei se isso é bom ou mau, mas para já vou fazer os exames e logo se vê. Até tenho algum receio que este problema me venha a causar problemas fisico, mas aguardemos com serenidade.

O meu filhote nunca mais deitou sangue pelo nariz, o que foi um alivio, de qualquer maneira tenho uma consulta para um otorrino que me foi recomendado dia 26 de Setembro. Por isso obrigada a todas as que se procuparam e me ofereceram a sua ajuda.

Na escolinha as coisas também estão a correr melhor. Na 4º e 5ª feira já ficou sem chorar e hoje ficou só a fazer um beicinho. Venho trabalhar tão mais feliz! Ontem já começou a fazer actividades na escola e vinha tão sujo mas tão sujo que quando cheguei a casa às 11 horas da noite (tive de ir ao velória da mãe de uma colega que faleceu) ainda o enfiei na banheira, mesmo co os protestos dele em como não queria tomar banho. Mas estarem sujos é saudável, apesar de eu achar que a camisola nem deve ter lavagem possivel (não sei porque não lhe vestiram a bata) faz bem a uma crianças sujar-se, rebolar no chão, pintar-se, etc.

Na 4ª feira, 1º dia em que ele não chorou, fomos aos baloiços e chegamos lá por volta da 7 da tarde. Não estava lá ninguém e cai uma chuvinha chata mas nós divertimo-nos muito e o JD caiu e ficou também todos sujos nos joelhos, nas mãos e no casaco, mas a água e a máquina de lavar (bendita invenção!)  lava tudoe foi um momento muito bom para nós 2, vejam só:





Eu escolhi umas fotos em que não dá para ver as calças sujas . Tenho de vos confessar que também andei de baloiço, não estava lá ninguém e eu aproveitei (shiu, não contem a ninguém...) e o meu menino achou muita pada por eu o fazer.

A nossa onda de azar está um pouco mais calma (é melhor falar baixo, senão ainda alguém ouve e começa tudo de novo) mas não sem eu riscar o carro a fazer uma manobra e o meu marido ficou toda chateado comigo, diz que eu faço manobras com uma carrinha Seat Alhambra como se fosse um Smart, e ele até tem razão, mas eu tenho muita dificuldade em calcular as distâncias e às vezes, lá vai mais um risco. Vou tentar ser mais cuidadosa, pelo menos enquanto me lembrar deste risco. E o meu marido, como todo o bom chefe de familia que se preza, adora o carro dele.Ok, OK, mas o mau humor já está a passar ao fim de 3 dias, à custa també do telemóvel novo que lhe comprei, pois dizia que não o podia fazer porque tinha de arranjar o carro e vai dai eu dei-lhe o dinheiro e ele ficou mais contente com o brinquedo novo.

Um bom fim de semana e fiquem bem


publicado por era1xeu às 17:38

link do post | comentar | ver comentários (26) | favorito
|
Sexta-feira, 7 de Setembro de 2007

E ainda....

Às vezes penso que vocês devem achar que o meu blog é assim uma espécie de muro de lamentações, com tanto coisa menos boa que acontece, mas é mesmo verdade, a minha vida é um pouco assim, uma sucessão de coisas menos agradáveis, que no fundo também servem para dar mais valor às coisas boas da vida....

 

Sim, é que hoje foi um dia não, não e NÃO!!!! Até pensei que era 6ª feira dia 13, mas como nem supersticiosa, deve ter sido qualquer coisa que andava no ar, veja bem as coisas que me aconteceram:

 

1º para começar bem o dia, um pneu furado; ontem quando chegamos a casa ao fim do dia, ele já estava assim para o vazio, mas hoje de manhã estava completamente vazio, nem dava para tentar chegar a um sitio qualquer para o arranjar. A solução, para não andarmos a correr de um lado para o outro, com o miudo atrás, foi ir de transportes publicos e isso implicou camioneta, comboio e táxi. Quem adorou foi o JD, que foi todo bem disposto o tempo todo e sempre a tagarelar. Foi de tal maneira distraido, que só deu conta que tinha chegado à escola quando o táxi entrou no páteo e ai sim, lá veio a ladainho de "não quero ir para a escola" e "mamã, fica aqui comigo".... Quando será que acaba este meu sofirmento de o deixar todos os dias na escola a chorar???? será que alguém me diz se ainda falta muito????

 

2º eu e o meu marido temos relógio de ponto e temos de entrar na empresa até à 9 horas e 30 minutos e dava bem tempo para ir de transportes publicos e chegar a hora ao emprego, mas o comboio parou ums metros antes da gare onde nós iamos descer e ouviu-se uma voz fanhosa (o JD acha imensa piada e põe-se logo a imitar) a dizer que o comboio ia ficar imobilizado ali ums minutos porque estava outro na gare à espera de uma ambulancia. Mais uma vez o JD adorou pois vez amizade com um menino que também ia no comboio e nem sequer queri sair de lá. Resultado: chegar atrasada ao emprego e receber um telefonema do chefe para fazer algo urgente assim que chegasse, por ele estar numa reunião;

 

3º sempre digo que não há 2 sem 3 e como tal por volta das 11 horas da manhã ligaram-me da escola para eu ir lá levar a chucha dele, que tinha ido na mochila no dia anterior e não tinha regressado. E eu sem carro!!!! Pedi o carro emprestado à minha comadre e lá vou eu a acelarar num Smart (eu tenho uma carrinha Seat Alhambra que é enorme, ali sentia-me uma formiga, adoro carros grandes) deixar a sua preciosa "bá" na escola, de modo a que ele não me visse. Raspanete ao pai que o foi buscar no dia anterior e não devia ter trazido a chupeta do menino para casa, que ele tem uma que é da escola e tem o nome dele e tudo; correria de volta à empresa, para tratar do trabalho urgente que o chefe incomendou, por continuar numa reunião;

 

4º pois, mas pelos vistos não há 3 sem 4 e a minha comadre ligou-me antes da hora do almoço, a dizer que ia ter com a mãe ao hospital, que ela tinha ido fazer uma colonoscopia e teve de ir de urgencia para o hospital para ser operada, pois tinha um tumor que lhe estava a obstrui completamente os intestinos e tinha de ser rapidamente retirado. Claro que ela estava de rastos, mas felizmente falei agora mesmo com a minha amiga e a operação correu bem, agora é esperar para ver qual o grau do cancro e se necessita de fazer mais alguma coisa. Ao menos alguma coisa com um final feliz. Quem me dera a mim que a história da minha mãe tivesse tido um final assim.... Além deste caso também tinha um primo de 42 anos internado por ter tido um resvolvo nos intestinos (será que é assim que se escreve? não sei muito bem mas é quando as tripas dão uma espécie de nó...) mas também já está melhor e depois de uma semana de internamento, saiu hoje do hospital. Tenho ainda uma tia de 80 anos que tem problemas de coração e que também está internada desde 2ª feira mas deve sair na proxima 3ª feira, o unico problema é a cabeça, que já não está a funcionar muito bem e os filhos tem de se juntar e resolver se a põe a ela e ao marido num lar ou o que fazer, pois até agora ainda estiveram sozinhos na sua casa e isso já não vai ser possivel. Por isso quanto a doentes, está tudo bem encaminhado.

 

O JD não voltou a deitar sangue do nariz, deve ter sido mesmo da pancada, mas vou na mesma ao otorrino com ele. O dificil é conseguir um que o atenda rapidamente e o mais rapido que consegui foi dia 13 deste mês, o que já é para a semana. Dia 12 tenho consulta com a minha ginecologista, para ver se compreendemos o que se passou de tão errado no meu tratamento, vamos ver o que ea me diz.

 

Enfim, um dia de cão que acabou com um regresso a casa de novo em transportes publicos, com um JD a falar e a fazer perguntas o caminho todo, super bem disposto, a fazer sorrir todos os que estavam à sua volta e a fazer-me esquecer este dia terrivel de passar. É mesmo este menino lindo que me faz sentir a pessoa mais feliz do mundo e esquecer as agruras da vida.

 

Bom fim de semana!!!!!

publicado por era1xeu às 23:12

link do post | comentar | ver comentários (36) | favorito
|
Quinta-feira, 6 de Setembro de 2007

Sustos!!!!

Pois é, este regresso de férias não está a ser fácil, de maneira nenhuma, ora vejam só o que me tem acontecido...

O JD continua a chorar como um desalmado sempre que o deixo no jardim de infância. Mesmo quando não vai a chorar, chega à salinha, vê os outros meninos a chorar e resolve ser solidário e lá vem gritaria da grande... Ao fim do dia vem bem disposto mas cheio de saudades minhas, pois enche-me de beijos, só que eu fico sempre com o coração nas mãos quando lá o deixo e só me apetece voltar para trás e ir busca-lo, deixar de trabalhar, fugir com ele, sei lá, qualquer coisa no género para ele estar feliz. Sei que não pode ser, isto faz parte do crescimento dele e ele é muito, mas mesmo muito agarrado a mim e precisa de se libertar mais um bocadinho. Hoje assim que saiu de casa começo logo a dizer que não queria ir para a escola e que queria ir para o meu emprego...  Repetiu isso umas 45 vezes, até que desisti de contar! Acabei por o distrair com umas brincadeira e só quando viu que estava a chegar à escola é que recomeçou o berreiro... Está a ser complicado, está mesmo, ainda pior que no ano passado, porque agora já sabe dizer bem o que sente, o que quer e o que não quer. Espero bem que seja uma fase que passe bem depressa.
Na 2ª feira vinha arranhado no queixo e disse que foi ele que tinha feito com um balde. Na 3ª feira, foi o pai que o foi buscar e quando chegou junto a mim, vi logo que tinha uma nódua negra na bochecha esquerda. Conseguem ver nas fotos? Não se vê muito bem mas a nódua negra é por cima da bochecha e vai até ao olho.

 

 
Perguntei ao pai se sabia o que era, ao que ele respondeu que não. Estava muito rabugento o meu menino e queixava-se que a bochecha lhe doia. Adormeceu por volta das 11 horas da noite e perto da meia noite, tossiu e eu fui ver o que era. Quando cheguei ao pé dele, na almofada estava uma grande poça de sangue. Levantei-lhe a cabeça para o sangue não ir para dentro e saiu um grande jacto de sangue, ficando tudo sujo, almofada, lencois, eu, ele, o pai, enfim, parecia um filme de terror. Ele dormia na paz dos anjos e só acordou porque eu o tentava limpar ao mesmo tempo que procurava parar o sangue. Mas este era cada vez mais e já em pânico, disse ao meu marido para se vestir (pois já estava em pijama) para irmos ao hospital. Ele pergunta se eu quero que se chame primeiro um médico a casa e então lembrei-me daquele numero de telefone de saude publica, para onde já liguei mais vezes, se for necessário ir ao hospital, eles entra em contacto com o mais proximo e digamos que abrem caminho para a pessoa ir para lá e quando chega, já sabem o que se passa. A moça que me atendeu foi muito simpática, fez montes de perguntas (tem de ser...) e perguntou se podia gravar a conversa, ao que eu acedei, queria lá saber disso, só queria saber o que fazer. Disseram o que fazer, apertar o nariz, não inclinar a cabeça para trás, etc e felizmente o sangue começou a parar. Ficamos todos mais calmos e do outro lado do telefone disseram para tentarmos descansar e se voltasse a acontecer, para telefonar de novo que ai nos encaminhariam para um hospital. Gostei muito do atendimento e já não é a 1ª vez que me socorro deles. Sugeriram também que eu fosse a um médico com ele no dia seguinte e para não fazer esforços nem apanhar sol na cabeça. Não sei se funciona no pais inteiro mas aqui deixo o numero para o caso de alguma de vocês precisar
808 242 400
Lá nos deitamos todos, o JD estava podre de sono e ficou logo a dormir. Dormiu junto de nós e escusado será dizer que eu pouco dormi, sempre atenta para ver se ele deitava de novo sangue, mas felizmente tal não aconteceu. De manhã foi para a escolinha e às 4 da tarde ligaram a dizer que ele tinha deitado sangue do nariz de novo. Fiquei mais uma vez preocupada e resolvida a leva-lo ao pediatra, apesar de eu já o ter feito à 3 meses atrás, quando algo semelhante aconteceu, apesar de na altura ninguém na escola me ter falado em nenuma pancada na zona do nariz, estou convecida que assim foi. Mas o pediatra não ligou muito  e disse que se tal voltasse a acontecer, que ele devia ir a um otorrino, para se perceber o que se passarava. Alguém conhece um otorrino de crianças na zona de Lisboa que seja bom? É que o pediatra deve estar de férias, pois não atende o telefone.
Felizmente a noite que passou e hoje durante o dia não deitou mais sangue e andou muito bem disposto, será que teve mesmo a ver com pancadas pontuais ou ele terá uma fragilidade numa veia do nariz? É que é sempre da narina do lado direito que sai muito sangue.
Mas os sustos não se ficam por aqui. Ontem fui busca-lo à escola e ainda fui à empresa acabar uma trabalho que era urgente e que tinha que ficar pronto nesse mesmo dia. Levei-o a visitar a madrinha, que trabalha no mesmo prédio mas no r/c. Lá esteve ele de volta dela e eu digo-lhe que vamos embora. Sai pela porta da sala dela e eu sei que outra amiga minha está mesmo ali e a porta da rua ainda é longe. Oiço-o falar com a minha amiga e fico descansada, despeço-me da minha comadre e saio. Qual não é o meu espanto quando o vejo sair a correr, como uma seta, na direcção da rua. A porta é daquelas que se abre quando nos aproximamos e o meu carro estava estacionado em frente, mesmo em cima do passeio mas com a rua por trás, cheia de movimento. A minha amiga vai atrás dele mas só o apanhou quando ele parou junto ao meu carro.... Nem imaginam o susto que apanhei! Fiquei tão apatetada que nem lhe disse nada, pois senti um alivio enorme por não lhe ter acontecido nada. A minha amiga a dizer que eu tinha de ralhar com ele e eu parece que a estava a ouvir tão longe! Só pensava no que podia ter acontecido se ele tivesse ido para a estrada. Quando cai em mim, não lhe bati mas fiz com que olhasse bem nos meus olhos e ralhei com ele, expliquei-lhe o que podia ter acontecido e que não se atrevessa a volta a fugir assim.... Mas fiquei uma data de tempo a tremer. Sim, que é nos sitios em que estamos mais à vontade e onde nos sentimos mais confiantes, que os acidentes acontecem. Felizmente acho que o meu menino tem uma estrelinha no céu a zelar por ele, aliás deve ter 2 estrelinhas, os seu vovós queridos.
Mas por este andar o meu coração de mãe não vai aguentar, que mais me irá acontecer? Espero que mais nada de especial, pois preciso de um pouco de descanso de sobresaltos.
publicado por era1xeu às 23:56

link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito
|
Segunda-feira, 3 de Setembro de 2007

Regresso de férias

Pois é, tudo o que é bom acaba e as férias não são excepção, por isso cá estamos nós de volta. Hoje é de novo dia de trabalho e o JD foi para o jardim de infância, para a sala dos 3 anos. Claro que ia pouco entusiasmado e já à alguns dias que ele dizia que não queria ir para a escola, como tal ficou a chorar quando foi para o colo da auxiliar. Mas quando cheguei á porta, já ele se tinha calado. O mais giro é que quando parei o carro no páteo da escola, já se ouvia o choro de algumas crianças, o que quer dizer que vai ser um dia dificil para todos. Por isso estou em pulgas para o ir buscar, para ver como correu o dia dele.

 

Mas voltando ao tema principal, as férias correram bem, apesar de termos tidos alguns pequenos contratempos, mas no geral foram boas. O tempo não esteve muito quente e ainda apanhamos um dia de muita chuva, ouviram falara nas inundações no Algarve? Pois uma noite começou a chuver às 6 da manhã e a fazer trovoada e só parou por volta das 8 da manhã. Mas foi cá uma tempestada, que só mesmo o JD dormia a sono solto o sono dos justos, de resto não se conseguia pregar olho, nunca tinha visto algo tão forte durante tanto tempo, foi mesmo terrivel!


Tirando isso o JD teve umas borbulhas, que devem ter sido alergia ao calor ou ao sol, um dia teve dor de barriga (deve ter sido porcarias a mais...) e outra vez mordeu-lhe uma melga nos pés e passou a noite toda na minha cama, a por-me os pés na cara e a pedir para lhe por creme para não ter comichão.


Mas adorei ter quase 3 semanas do meu filhote junto a mim, durante 24 horas por dia. Claro que ele também adorou e dai não querer ir para a escola hoje. Eu bem lhe expliquei que os papás tinham de ir trabalhar para ganhar dinheiro para depois irmos todos de férias juntos, mas ele dizia que eu não precisava, porque tinha os cartões. Lá lhe expliquei que os cartões davam dinheiro que a mamã e o papá ganhavam porque trabalhavam e guardavam o dinheiro no banco, que era dai que ele vinha, quando punhamos os cartões no buraquinho e ele quis ir visitar um banco, para ver como era. Lá fomos nós ver um banco e ele agora, quando vê um, diz logo que é ali que os papás tem o dinheiro...


Sabem qual é o passatempo favorito dele agora? É dizer as marcas dos carros. Vamos na rua e ele vai a apontar para os simbolos e a dizer "Ete é um seat, ete é um Citroen, ete é um Fiat..." Claro que demoramos imenso tempo a chegar a qualquer lado, mas é divertido ver um piolho de dedo no ar, a apontar para os carros e a dizer as marcas.

Claro que nem tudo foi um mar de rosas, quem tem filhos, sabe bem como isto funciona. O meu filho é um doce e uma ternura, mas também é muito birrento e tem uma personalidade muito forte, quer fazer tudo ao jeito dele e não se esquece das coisas que queria fazer, mesmo que tenha passado algum tempo. E o Algarve é uma tentação, por onde quer que se passe há doces, brinquedos e aqueles bonecos onde se põe uma moeda e que andam para trás e para a frente. Pois ele queria tudo, andar em tudo e comer todas as porcarias que lhe apareciam à frente... E faze-lo perceber que não podia ser como ele queria? Era o cabo dos trabalhos, ele ainda não percebeu que não poder ter tudo o que quer e como quer e acha que por dizer: "Mas eu quero!" as coisas acontecem pura e simplesmente por magia.

Outra coisa era a comida. Eu não sou uma mãe stressada com as refeições, ele nõ come hoje, come amanhã, mas tem de haver algumas regras, senão é o caos total. Faço questão que coma um bom prato de sopa, tudo o que vier depois é ganho, porque se não come a sopa, do segundo prato pouco come. Gosta de fruta mas tem dias que não lhe toca, outros em que come duas peças. Nas férias, as rotinas são dificeis de se manter e ele dizia sempre que não queria a sopa. Depois, com um pouco de imaginação e paciência, lá entrava a 1ª colher e depois ia tudo atrás. Um dia não comeu a sopa ao jantar nem mais nada. Fiquei tão zangada que o meti de castigo. Fomos passear à noite e ele não podia comprar nada. Viu um moinho do qual gostou e queria leva-lo e eu a dizer que ele estava de castigo, o que ele respondia: "Mas eu não quero estar de castigo!"
E eu a dizer:  "Se tivesses comido a sopa não estavas de castigo..."
E ele a responde: "Então eu como a sopa agora, para não estar de castigo..." isto às 11 horas da noite, já ia a sopa pelo cano abaixo à que tempos....
Um verdadeira pestinha, é o que o meu filhote é, mas adoro-o do fundo do coração e sem ele acho que já nem sabia viver.

De resto as minhas férias eram passadas da seguinte maneira:
9 ou 9h 30m - a pulga acordava e pedia logo leitinho, para começar bem o dia;
10 horas - pequeno almoço leve tomado, familia de molho na piscina;
12h 30m - passar o corpo por água para tirar o cloro e almoçar fora (sim, que férias só são férias se não forem passadas na cozinha);
15h 30m - depois do almoço, nada melhor do que uma bela de uma sesta, que os homens da familia faziam com todo o gosto e eu aproveitava para por a leitura em dia;
17h 30m - o sol agora já é amigo das crianças, por isso toca a ir para a praia;
20 h - hora de regressar a casa, do banho e do jantar, para recuperar energias;
21h 30m - nada melhor para acabar o dia do que um passeio ao ar livre e perto do mar, para puxar o soninho;
23h 30m - o JD dava à costa, não antes de beber um belo biberão de leite!

E eram assim os nossos dias, um tédio, não acham?  :)   A 1ª semana tivemos a companhia da minha prima, que é a dona da casa onde nós ficamos. Na 2ª semana tivemos a companhia da minha afilhada e dos meus compadres. Encontrei-me ainda com a minha amiga Carina, que ainda é uma amizade recente mas que eu já adoro como se fosse amiga e muitos anos. Também me encontrei com outra minha amiga, com a sua filhota e mais alguns amigos que estavam de férias com ela. Como tal, foram umas férias muito divertidas e animadas e tenho montes de fotos que queria partilhar com vocês, vejam algumas:

Olhem só o meu peixinho na piscina


O meu lindo croquete


Apaixonado por um gelado


Com os padrinhos queridos


Brincadeiras à beira da psicina, entre o meu filhote e a minha afilhada


A afilhada mais linda do mundo


A fazer uma cara de zangado (temos artista...)


Ah, esqueci-me do acidente no centro comercial, em que deu uma cabeçada numa mesa, reparem no marca entre os olhos e no nariz..... Apanhei cá um susto, mas felizmente não foi nada de especial e no dia seguinte já mal se notava.


Com o pai mais querido do mundo


Carinha linda


Um sorriso para a câmara

Espero que tenham gostado das fotos, tinha mais umas 500 para vos mostrar, fica para outro dia. Agora vou tentar visitar os vossos cantinhos e actualizar as novidades todas.







 

publicado por era1xeu às 17:03

link do post | comentar | ver comentários (34) | favorito
|

.Nome baby

Wizard Animation

.A minha familia

Pyzam Family Sticker Toy
Get your own Family Sticker Maker & MySpace Layouts.

.links

.subscrever feeds

.posts recentes

. O telefone tocou de novo

. Feliz Ano Novo 2010!!!!

. Feliz Natal!!!!

. Boa Páscoa

. Selinho que ganhei....

. Vou mudar de sitio....

. O electroencefalograma do...

. Desafios

. O telefonema da Segurança...

. A consulta do Dinis